sexta-feira, 31 de outubro de 2008

MANIFESTAÇÕES DE PROFESSORES EM NOVEMBRO

Professores apelam a manifestação única a 8 de Novembro
Apenas o Movimento Mobilização e Unidade continua a incentivar dia 15, por considerar que «nasceu de forma livre e espontânea dos professores»

O movimento independente de professores PROmova está a apelar à participação dos docentes na manifestação convocada pela Plataforma Sindical de Professores para 8 de Novembro, disse à Lusa o coordenador, Octávio Gonçalves.

Depois de um encontro com dirigentes da Fenprof (uma das oito estruturas que integra a Plataforma Sindical), os três movimentos independentes de professores - APEDE, MUP e PROmova - emitiram um comunicado conjunto, no qual expressam a intenção de «tudo fazerem no sentido da convergência das lutas, para reforçar a unidade entre todos os professores e em defesa da Escola Pública».

Neste sentido, o PROmova passou a defender uma «concertação na acção» e apela aos professores «a que se unam todos na manifestação de dia 8», por considerar que «na união ganham todos e na divisão perdem todos», afirmou Octávio Gonçalves.

Professores apelam a uma só manifestação

Por seu turno, o Movimento Mobilização e Unidade dos Professores (MUP) continua a defender que faz sentido uma segunda manifestação a 15 de Novembro, embora também apoie a de dia 8.

Os movimentos tinham mobilizado os professores para uma manifestação contra as políticas educativas do Governo, em Lisboa, a 15 de Novembro, antes de a Plataforma Sindical ter convocado outra concentração com os mesmos propósitos para 8 de Novembro.

«Não vamos apelar à participação dos professores na manifestação de dia 8, até porque os sindicatos têm melhores recursos para o fazer, mas apoiamos», disse o coordenador do MUP, Ilídio Trindade, acrescentando que o movimento está «afectivamente mais ligado à manifestação de dia 15, porque nasceu de forma livre e espontânea dos professores».

No comunicado, os movimentos manifestam uma «convergência de opiniões» com a Fenprof no que diz respeito à necessidade de passar a mensagem de que a «luta actual dos professores não é movida por meros interesses corporativos», ao «repúdio do modelo de avaliação», à «recusa dos princípios em que assenta o Estatuto da Carreira Docente» e à «rejeição do modelo de gestão e administração escolares».


Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page