domingo, 14 de dezembro de 2008

O PÚLPITO DAS MENTIRAS

Só um cego não vê o controlo governamental que existe sobre a televisão pública. E se é verdade que alguns profissionais até lutam destemidamente contra esta maré (honra se lhes faça), outros há que não resistem à pressão.

Lembro aqui apenas dois acontecimentos recentíssimos e de que sou testemunha:
. o programa "Prós e Contras", de 24 Novembro, parece ter sido uma "armadilha" (encurtado para duas pequeníssimas partes, não foi dada a palavra a vários convidados do "contra");
. a RTP foi dos poucos órgãos de comunicação social - e a única televisão - que não noticiou o Encontro Nacional de Escolas em Luta, no passado dia 6 de Dezembro.

A RTP tem sido o meio principal a que o governo e o ministério da Educação têm recorrido para a catadupa de mentiras sobre os professores, na tentativa de colocar a sociedade contra os docentes e, assim, impor as suas desastrosas políticas educativas, de que o País se ressentirá num futuro próximo.

Para os que duvidam da "instrumentalização", leiam a notícia que segue, extraída do jornal SOL:

A ministra da Saúde, Ana Jorge, afirmou hoje que está disposta a ir ao Parlamento esclarecer o episódio de uma alegada repreensão feita a um jornalista da RTP depois deste questionar a sua colega da Educação

«Ainda não fui contactada, mas se for solicitado ou considerado necessário comparecerei no Parlamento», assegurou Ana Jorge, depois de o PSD ter exigido esclarecimentos sobre o incidente.

O Correio da Manhã noticiou quinta-feira que na apresentação do plano de combate à SIDA nas escolas, no Centro Nacional de Cultura, em que estavam presentes as duas ministras, um jornalista da RTP tentou questionar a ministra da Educação sobre os protestos dos professores.

Segundo o diário, Ana Jorge reagiu à pergunta, dirigindo-se ao jornalista: «O quê? O senhor não sabe o que está combinado? Que hoje só pode fazer perguntas sobre esta cerimónia e sobre o plano de combate à SIDA nas escolas? Ainda por cima é a RTP, a televisão pública, a fazer uma coisa destas. E, depois, logo à noite, não sai a reportagem».

A ministra falava aos jornalistas durante a inauguração do Centro de Saúde de Castanheira do Ribatejo, Vila Franca de Xira.

[...]
Toda a notícia no SOL.

5 comentários:

Anónimo disse...

E ainda falam este meninos do Governo que no tempo da outra senhora era diferente ...Pessoalmente acho que este estão a começar abserem bem piores, porque hoje vive-se na era da democracia hipocrita.
Temos que começar a ver outros canais televisivos.

Anónimo disse...

Façam como Eu,vejo todos meus a RTP...LOGO QUE SINTA MUDANÇAS PARA A DEMOCRACIA VERDADEIRA , VOLTA A UTILIZÁ-LA.

...CANAL INDEPENDENTE A MANDADO DE QUEM ???

professora disse...

Não passam de tristes anedotas.

Anónimo disse...

Uma declaração deste tipo não deveria ser um escândalo nacional?
De que estamos à espera? Não tivemos ditadura suficiente?
Sindicalistas e professores já se queixaram da censura feita aos textos que enviaram para os jornais!
Devem andar ainda por aí alguns jornalistas que prestem realmente serviço público, ou não?

Teodoro disse...

O regresso velado do lápis azul. Para atear o rastilho já só falta criarem uma Catarina Eufémia.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page