quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

APELO AOS DEPUTADOS NO DIA DA VOTAÇÃO

Exmos. Srs Deputados,

O actual modelo de avaliação em formato simplificado visou "introduzir correcções importantes, que permitam superar os problemas identificados pelos professores" (DR de 5 de Janeiro de 2009, p. 122-(2)). Porém, verifica-se, na prática, que a aparente boa-fé evidenciada num documento que pretende "instituir um novo modelo de avaliação dos professores" (Id., ibid), em nada contribui para a realizar de forma aperfeiçoada, justa, séria e credível.

Como professor que sempre foi avaliado ao longo da sua carreira, conforme comprovativos presentes no meu registo biográfico, considero que é essencial que esta situação seja cuidadosamente estudada e implementada, não compreendendo que uma questão tão séria e que tanta discussão tem suscitado, se limite a um documento de carácter, acima de tudo de afirmação política.

A aplicação de inúmeras medidas catastróficas com real impacto na educação parece continuar sem fim à vista. Enquanto professor que tem uma realidade bem distinta dos legisladores e políticos deste país, era para mim importante que estes iniciassem uma reflexão e diálogo verdadeiros que permitissem concretizar medidas que implementassem mudanças verdadeiramente positivas na escola e na minha carreira. Mais uma vez constato, lamentavelmente, não ser este o caminho. Pior, é ter a consciência da incerteza que se avizinha, posto que no DR se refere explicitamente que este decreto "é apenas aplicável no 1º Ciclo de avaliação desempenho que se conclui no final do ano civil de 2009" (Id., p.122-(4)).

A mudança é essencial, porém urge que, depois da continuada postura do Ministério da Educação, agora se assuma um momento sério de construção edificante na avaliação dos professores. É impossível instituir um modelo justo e exequível sem que haja experimentação, reflexão e ajuste. A imposição simplificada não é, de todo, uma medida científica, nem democrática.

A si, sr(a). Deputado(a), peço-lhe que pondere seriamente no seu voto, ultrapassando a rigidez política e ponderando nas mudanças que tiveram lugar nestes últimos anos, e no carácter da actual implementação da avaliação. Peço-lhe que, com honestidade, decida pelo futuro e não pelo presente!


Atentamente,

Cidadão, Pai e Professor

1 comentário:

Anónimo disse...

Convinha apresentar a opinião pública documentos relatovos às nossas avaliações...e até as Acções de Formação que tínhamos que frequentar.

Pois Continua este Governo a mentir, como tem feito sempre.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page