sábado, 24 de janeiro de 2009

A INVERSÃO DOS VALORES

Portugal é especialista em perder oportunidades, por causa dos políticos que o (des)governam. A maioria dos políticos é especialista em criar oportunidades em proveito próprio.

Quando o conflito faz parte do carácter de uma pessoa dificilmente se lhe pode exigir que aja de outro modo.

De acordo com o Público , o próprio
António José Seguro revela preocupação com o que se passa e refere que o conflito poderia ter sido evitado.

Não é por convicção que o deputado socialista António José Seguro, presidente da Comissão Parlamentar de Educação, irá votar hoje contra o projecto-lei do CDS-PP para suspender a avaliação dos professores. Numa resposta às centenas de e-mails de professores que "encharcaram" a sua caixa de correio electrónico e a dos outros deputados socialistas, apelando a que votem pela suspensão, Seguro manifesta-se de novo "preocupado com a situação que se vive nas escolas portuguesas" e frisa: "Considero que tudo isto poderia ter sido evitado. Mas uma coisa é o nosso desejo e outra é a realidade."

Só não me conformo com o facto de ter de ser este o eterno Fado português!



Em causa, chumbo da proposta de suspensão da avaliação dos docentes
Portas acusa Sócrates de ter preferido "conflito à paz" nas escolas
24.01.2009 - 21h34 Lusa

Paulo Portas acusou hoje o primeiro-ministro de “preferir o conflito à paz” nas escolas, a propósito do chumbo no Parlamento da proposta do CDS-PP para suspender a avaliação dos professores.

“O projecto do CDS que foi ontem a votos na Assembleia da República permitia ter uma avaliação justa, dignificar os professores, sossegar as famílias e dar um ambiente de trabalho às escolas”, argumentou Paulo Portas, à margem de uma visita à feira do fumeiro de Montalegre.

Contudo, lamentou, “o primeiro-ministro em vez da paz preferiu o conflito”, ao dar indicações para o chumbo da proposta. “José Sócrates pode ter ganho uma votação mas vai perder o país”, garantiu o líder popular, sublinhando que, nesta como noutras matérias, o CDS-PP está apostado em apresentar alternativas: “Eu entendo que é esse o meu dever. Não é só dizer mal, é dizer o que é que faríamos melhor”.

“As pessoas sabem que nós precisamos de uma escola onde o professor seja prestigiado, onde haja bom ambiente de trabalho, onde haja exigência e disciplina e onde se dêem aos jovens as ferramentas para eles subirem na vida pelo seu esforço”, referiu Paulo Portas, defendendo que o país “não precisa de mais conflito na escola”.

1 comentário:

Anónimo disse...

O António está preocupado e vota a favor, não percebo tal preocupação.
Onde está o caracter e a moralidade de pensamento...

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page