sábado, 10 de janeiro de 2009

A LUTA FAZ-SE COM FIRMEZA

A acção foi, por si, importante e merece o reconhecimento dos professores pela disponibilidade.
Compreende-se a decisão! Mas a luta faz-se com firmeza.
A esperança mantém-se e aguardamos que, no próximo encontro, estejam presentes mais PCE's e a decisão de demissão seja mais fácil!


Novo encontro marcado para 7 de Fevereiro
Presidentes dos Conselhos Executivos “adiam” possibilidade de pedir demissão
10.01.2009 - 19h54 Graça Barbosa Ribeiro
Os presidentes dos conselhos executivos de 139 escolas do país, reunidos em Santarém para definir estratégias contra a “pressão do Governo” de que se sentem vítimas, decidiram hoje, por consenso, “adiar o pedido de demissão”. Num primeiro momento vão solicitar uma audiência à ministra da Educação a fim de pedir a suspensão do actual modelo de avaliação dos professores. A análise da resposta e de outras medidas a tomar será feita numa segunda reunião, marcada para 7 de Fevereiro.

De acordo com Rosário Gama, presidente do CE da Secundária Infanta D. Maria – uma das 20 escolas que convocaram o encontro de hoje – a proposta de pedido de demissão por parte de todos os PCE não chegou a ser votada. “Concluímos, por consenso, que se nos demitíssemos estaríamos a ‘deixar sem rede’ os colegas que nos elegeram”, explicou, considerando que “facilmente” o Governo os “substituiria por dirigentes não eleitos e menos capazes de apoiar os professores na luta contra este modelo de avaliação”.

Apesar de lamentar que o número de PCE presentes – representando cerca de 10 por cento das escolas do país – não tenha sido superior, Maria do Rosário Gama considerou que já foi “significativo”. “Este encontro foi convocado por correio electrónico e através dos blogues, de uma forma muito amadora e pouco organizada. Acreditamos que um segundo encontro será mais participado”, afirmou.

Na reunião, que decorreu à porta fechada, dois dos aspectos mais contestados terão sido a falta de peso da componente científico-pedagógica no actual modelo de avaliação” e o facto de este ter como efeito o “descentrar da atenção dos alunos e do processo de ensino e aprendizagem para a própria avaliação”.

1 comentário:

Anónimo disse...

Aqui está um principio de funcionalidade que há muito eu pensava que tinha sido abolido ou seja 10% do universo dos PCEs a pretenderem coagir os restantes 90%.Se estão tão convictos da sua razão demitam-se já, que outros ocuparão os lugares . Caramba, é tempo de arejar os lugares que aos poucos o(s) amigos(ísmo) têm vindo a transformar em "taxos". Sei bem do que falo...

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page