quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

POSIÇÃO DO AGRUP. PROF. JOÃO DE MEIRA - GUIMARÃES

Olá Colegas!

Hoje, 29 de Janeiro, na reunião geral, realizada com a maioria dos docentes do agrupamento decidiu-se não entregar os objectivos gerais com a tomada de posição que segue em anexo. Assim, tal como disse aos meus colegas, todos nós nos deixamos morrer diariamente e de forma continuada se não optarmos por acções que tragam alegria à alma!
Um abraço,
Representante das escolas em luta: João de Meira - Guimarães,
Elsa Dourado

Aqui vai...


Agrupamento Prof. João de Meira – Guimarães

TOMADA DE POSIÇÃO COLECTIVA – 29 de Janeiro de 2008

Objectivos Individuais


Os professores/educadores deste agrupamento assumiram, em Plenário Geral, por duas vezes, solicitar à tutela que suspendesse o actual modelo de avaliação de desempenho e manifestaram total desacordo com o processo de avaliação em curso - assente no modelo de avaliação regulamentado pelo D.R. nº2/2008, de 10 de Janeiro – aguardando que o mesmo fosse clarificado nos pontos indicados ou substituído por um outro credível, coerente e justo que pudesse contribuir, de um modo efectivo, para a melhoria do trabalho dos docentes, das aprendizagens dos alunos e da qualidade da educação. Tal manifesto resultou no fecho da escola, numa primeira greve, 3 de Dezembro e, pela quase total paralisação, numa segunda greve, de 19 de Janeiro.
Considerando que:

• A nova versão do modelo de avaliação do Ministério da Educação regulado pelo D.R. nº1-A/2009, de 5 de Janeiro, mantém no essencial o que de mais negativo o caracteriza desde o início, tendo sido factor determinante na degradação do relacionamento interpessoal da classe docente e profundamente perturbador do clima escolar com reflexos negativos (directos e indirectos) no processo de ensino e aprendizagem;

• O seu horizonte temporal tem como limite o término do ano civil de 2009, não havendo garantia de que, em 2010, não se regressará a uma versão assente nos pressupostos do modelo inicial, regulado pelo D.R. 2/2008, tanto mais que os resultados escolares e as taxas de abandono escolar só não serão critérios a utilizar na avaliação do desempenho docente durante o ano de 2009;

• A aplicação deste modelo de avaliação do desempenho mantém a divisão artificial da carreira dos professores em duas categorias – Professor e Professor Titular, o que inevitavelmente deteriorará as boas relações de trabalho e pessoais que existem entre o corpo docente, condenando ao desaparecimento a partilha e a cooperação;

Decidem:
1. Manifestar profundo interesse em ser avaliado, mas em total desacordo com do modelo regulado pelo Decreto Regulamentar nº 2/2008 de 10 de Janeiro e pela nova versão simplificada regulada pelo Decreto Regulamentar nº 1-A/2009 de 5 de Janeiro;
2. Pelo exposto, os professores/educadores deste agrupamento, reiteram o direito a serem avaliados, mas discordando da entrega dos objectivos individuais.

Os abaixo-assinados:

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page