sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

PREENCHIMENTO SIMPLIFICADO CONTRA O SIMPLEX 2

Porque o tempo urge, é preciso reforçar rapidamente o movimento de não participação neste modelo de avaliação imposto pelo ME. Nas escolas onde ainda não se tomou posição contra o Simplex 2 era fundamental que os professores com P grande convocassem uma reunião geral e submetessem à aprovação dos restantes a posição que se envia em anexo (versão reunião). Mesmo que essa posição não seja aprovada, isso não impede os minoritários de declararem publicamente a sua rejeição deste modelo de avaliação, afixando na sala de professores a posição que se envia em anexo (versão declaração). A força da nossa resistência não se vai medir só pelo número de escolas, mas também pelo número de professores que em todo o país são titulares em matéria de dignidade e brio profissional.


VERSÃO DA REUNIÃO

TOMADA DE POSIÇÃO CONTRA O SIMPLEX 2

Considerando que:

1. o decreto – regulamentar 1-A/2009 apenas simplifica transitoriamente alguns procedimentos, mas não altera nenhum dos princípios orientadores do modelo de avaliação imposto pelo ME;

2. estas alterações provisórias mais não são do que uma manobra táctica, em ano de eleições, para implementar o modelo completo e agravado, logo após o período eleitoral;

3. por mais simplificações, remendos e correcções que se façam, enquanto este sistema de avaliação se basear na divisão dos professores em duas categorias e na existência de quotas para as classificações mais altas, continuará a ser apenas um instrumento administrativo para impedir que a grande maioria dos professores possa ultrapassar o meio da carreira;

Os professores da Escola/Agrupamento________________, em reunião realizada no dia___________, no seguimento da Marcha de 8 de Março, das Manifestações de 8 e 15 de Novembro e da Greve de 3 de Dezembro, (re)afirmam a decisão de suspender este processo de avaliação, não participando nos actos com ele relacionados, o que passa, neste momento, pela não entrega dos objectivos individuais e pelo não requerimento de aulas assistidas.
Local e data.
Assinaturas.


VERSÃO DA DECLARAÇÃO


TOMADA DE POSIÇÃO CONTRA O SIMPLEX 2

Considerando que:

1. o decreto – regulamentar 1-A/2009 apenas simplifica transitoriamente alguns procedimentos, mas não altera nenhum dos princípios orientadores do modelo de avaliação imposto pelo ME;

2. estas alterações provisórias mais não são do que uma manobra táctica, em ano de eleições, para implementar o modelo completo e agravado, logo após o período eleitoral;

3. por mais simplificações, remendos e correcções que se façam, enquanto este sistema de avaliação se basear na divisão dos professores em duas categorias e na existência de quotas para as classificações mais altas, continuará a ser apenas um instrumento administrativo para impedir que a grande maioria dos professores possa ultrapassar o meio da carreira;

Os professores, abaixo-assinados, da Escola/Agrupamento_____________, no seguimento da Marcha de 8 de Março, das Manifestações de 8 e 15 de Novembro e da Greve de 3 de Dezembro, (re)afirmam a sua decisão de suspender o seu processo de avaliação, não participando nos actos com ele relacionados, o que passa, neste momento, pela não entrega dos objectivos individuais e pelo não requerimento de aulas assistidas.
Local e data.
Assinaturas.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page