sábado, 31 de janeiro de 2009

VEM AÍ O VOLUNTARIADO NAS ESCOLAS

Meus amigos,

Depois do doce (OI) dado ao ME, eis que este se prepara para retribuir!

NOVO DESPACHO VEM AÍ - VOLUNTARIADO!

O governo que empurrou os professores para a reforma antecipada, espera agora que estes regressem às escolas como "voluntários"...!



Projecto de Despacho


Considerando que o voluntariado é uma actividade inerente ao exercício de cidadania que traduz uma expressão de solidariedade com a sociedade, contribuindo de forma livre e organizada para a solução dos problemas que a afectam;

Tendo presente que importa aproveitar o capital humano disponível na pessoa dos professores aposentados que percorreram um caminho de excelência e têm particular aptidão para transmitir aos seus pares conhecimentos e saberes, em harmonia com a cultura e objectivos da Escola;

Tomando em consideração que o eventual contributo dos professores aposentados, tendo subjacente um conhecimento privilegiado da realidade escolar e uma consciência global baseada numa visão multidimensional dessa realidade pode, enquadrado nos parâmetros definidos pela Lei n° 71/98, de 3 de Novembro e pelo Decreto-Lei n° 388/99, de 30 de Setembro, assumir um relevo muito significativo;

Considerando, ainda, que um tal trabalho dos docentes aposentados se constituirá como uma actividade assente no reconhecimento das suas competências científicas, pedagógicas e cívicas, exercida de livre vontade, sem remuneração, numa prática privilegiada de realização pessoal e social;

Tendo em conta que, por outro lado, resultará garantida a autonomia da Escola, na medida em que a eventual prestação dos voluntários apenas pode decorrer de urna explícita manifestação de vontade por parte daquela, consubstanciada na aprovação de um programa de voluntariado, cabendo à sua Direcção, perante a apresentação das disponibilidade, a eventual selecção do candidato que considere reunir o perfil adequado para as funções em causa.

Considerando, por fim, que o desenvolvimento da actividade em apreço pressupõe que o voluntário não substitui os recursos humanos considerados necessários à prossecução das actividades da Escola;

Assim, nos termos do n° 3 do art° 4° e do art° 9° da Lei n° 71/98, de 3 de Novembro, e do n° 2 do art° 2° do Decreto-Lei n° 389/99, de 30 de Setembro, determina-se:

1° A Escola/Agrupamento de Escolas, caso entenda manifestar o seu interesse em projectos de voluntariado, adopta para o efeito os seguintes procedimentos:

a) Publicita a oferta pelos meios que considere adequados;

b) Selecciona e procede ao recrutamento do(s) voluntário(s), através dos respectivos órgãos de gestão, de acordo com as necessidades;

c) Estabelece com os candidato(s) o respectivo(s) programa(s) de voluntariado;

d) Disponibiliza ao(s) voluntário(s) os instrumentos de autonomia em que se enquadra e desenvolve o trabalho (Projecto Educativo, Regulamento Interno, Plano de Actividades e outros);

e) Avalia periodicamente a(s) prestação(ões) do(s) voluntário(s);

f) Adapta os instrumentos da autonomia aos novos preceitos legais do trabalho voluntário;

2° Os procedimentos referidos no número anterior concretizam-se tendo em conta os seguintes aspectos:

a) No início de cada ano lectivo, a Escola/Agrupamento de Escolas publicita as suas necessidades, estabelecendo o perfil do(s) candidato(s) a recrutar;

b) O período de recrutamento pode, no entanto, face a razões excepcionais devidamente justificadas, ocorrer em qualquer outra altura do ano;

d) Apresentadas as candidaturas, a Escola/Agrupamento de Escolas selecciona o(s) candidato(s) e aprova os respectivo(s) programa(s) de voluntariado, dando, na sequência, conhecimento do(s) nome(s) seleccionado(s) e respectiva(s) área(s) de intervenção à direcção Regional de Educação.

3° a) O programa de voluntariado tem a duração de um ano lectivo, sendo renovável por iguais períodos de tempo;

b) A prestação do professor voluntário implica um mínimo de três (3) horas por semana;

c) O trabalho do voluntário pode ser dado por findo, por iniciativa do próprio ou sempre que o órgão de gestão da Escola/Agrupamento de Escolas entenda que deixaram de existir as razões subjacentes ao seu recrutamento, mediante aviso prévio, devidamente fundamentado, com antecedência mínima de 30 dias.

4° Com vista à coordenação do trabalho voluntário, a nível de cada direcção regional de Educação, é criada uma estrutura de coordenação, integrada por professores voluntários, com as seguintes funções:
a) Enquadrar, acompanhar e apoiar o trabalho voluntário;
b) Inventariar experiências de sucesso e promover a sua difusão;
c) Estabelecer a ligação com as demais estruturas de coordenação.

5° Para efeitos do presente Despacho, consideram-se áreas de eventual intervenção do professor voluntário designadamente as constantes do anexo ao mesmo, que dele faz parte integrante.

6° a) Os professores voluntários, a quem no desempenho da actividade é reconhecida a sua dignidade docente, têm acesso, com observância das disposições legais e regulamentares pertinentes, aos documentos que sirvam de referência e se tomem imprescindíveis à sua acção;

b) Os professores voluntários, no desempenho da sua actividade, respeitam e agem em conformidade com a cultura da Escola/Agrupamento, observando os respectivos Projecto Educativo, Regulamento Interno e Plano de Actividades;

c) Os professores voluntários elaboram um relatório anual da actividade que deve integrar uma autoavaliação do trabalho desenvolvido.

d) No que respeita a despesas decorrentes do cumprimento do programa de voluntariado, designadamente quanto à utilização de transportes públicos, rege o disposto no art° 19° do Decreto-Lei n° 389/99, de 30 de Setembro.

Em, Dezembro de 2008.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
(Valter Victorino Lemos)




ANEXO
Áreas de eventual intervenção do professor voluntário

- Apoio à formação de professores e pessoal não docente;

- Planeamento e realização de Acções de Formação para Encarregados de Educação;

- Apoio a professores - na programação, na construção de materiais didácticos;

- Apoio a alunos nas salas de estudo;

- Apoio e integração de alunos imigrantes - complementando o trabalho levado a cabo pelas escolas, nomeadamente através do reforço no ensino da Língua Portuguesa ou na ajuda ao estudo das disciplinas;

- Ajuda ao funcionamento das bibliotecas escolares / Centros de Recursos Educativos - através de projectos de leitura recreativa, ajuda à pesquisa bibliográfica ou electrónica, elaboração de trabalhos;

- Apoio aos Projectos Curriculares de Turma - através, nomeadamente, do apoio à interdisciplinaridade (análise e concertação de programas);

- Acompanhamento dos percursos escolares dos alunos;

- Apoio a visitas de estudo;

- Apoio burocrático-administratívo;

- Dinamização do binómio Escola / Família - através da ajuda na mediação escolar ou na recolha, criação e divulgação de materiais sobre temas de interesse dos Encarregados de Educação;

- Articulação Vertical e Horizontal dos currículos, privilegiando o contacto com as escolas e a programação vertical (ou horizontal) dos programas e de outros projectos visando o sucesso educativo dos alunos;

- Articulação de Projectos internos ou Escola / Autarquias/ Empresas visando a angariação de recursos e/ou integração profissional de alunos;

- Dinamização de Projectos de Aproximação da Escola ao Meio buscando o envolvimento da comunidade nas actividades escolares tendo em vista a consecução de objectivos específicos;

-Apoio e dinamização de actividades extracurriculares com a criação e/ou ajuda na dinamização de Clubes de Tempos Livres;

- Participação no Observatório de Qualidade da Escola/Agrupamento de Escolas;

- Elaboração da biografia da Escola / Agrupamento de Escolas;

- Criação e dinamização de um espaço de informação para professores sobre congressos, efemérides, projectos escolares, projectos sociais, publicações, boas práticas...;

- Apoios específicos em áreas de formação académica dos candidatos;

- Envolvimento em Projectos de melhoria da sociedade local;

- Desempenho de funções de tutoria;

- Apoio a programas de investigação.

38 comentários:

Carlos Nunes disse...

Li e não consigo acreditar!!! A lista constante do anexo é enorme e vem confirmar o que há anos professores e sindicatos vêm gritando: Falta de mais professores e funcionários nas escolas!!! E, em vez de integrar mais gente no mercado do trabalho vamos USAR voluntários????
Este é mesmo o país da pouca vergonha!!!
Carlos Nunes

Anónimo disse...

Isto é de loucos.
Eu li, más sinceramente não consigo acreditar.
Até quando vamos ter estes senhores a des(Governar)?
É o desânimo total.
Ana

Martins disse...

Este indivíduo deixa de certeza Satanás envergonhado tal é o seu delírio, engano e falsidade. Satanás ao pé dele é um amador! Só me mete nojo e desprezo! E quem cair nesta esparrela não tem dignidade nenhuma! Podia até ter desejo para voluntariado mas assim, nem morto!

Anónimo disse...

Abominável, como será possível que estes senhores tenham o desplante de pedir aos professores que de tudo foram apelidados, maltratados enxovalhados que voltem +para as escolas para fazer voluntariado? Este governantes se, a decência já a haviam perdido agora foi-se o respeito por aqueles que ao país tanto deram e em troca receberam insultoe e....
É preciso pôr fim a este estado de coisas, precisam-se de politicos que sirvam a sua pólis e não os seus vis interesses.

Anónimo disse...

Será que vão ter candidatos? Só se forem masoquistas! Isto é mesmo arrepiante...

Bombista suícida disse...

Vão, os colegas que se reformaram, já todos a correr oferecerem-se para serem voluntários!!!

Anónimo disse...

Não tenho palavras...já disseram tudo por mim...
Manuela

José Sampaio disse...

Depois de ter sido aposentado por invalidez, com 611 euros, e com 59 anos (menos de metade do que recebia), estarei disposto a fazer voluntariado se me pagarem tudo o que me roubaram!
Poderia ser voluntario mas era num país honesto, com governantes honestos ...
Jose Sampaio

Anónimo disse...

Não posso acreditar que isto esteja a acontecer!!!
Esta gente é louca! Primeiro "expulsa" os professores do seu local de trabalho, retira-lhes a dignidade, calunia-os, transforma-lhes a vida num inferno...agora pede-lhes trabalho gratuito?!...
Espero que nenhum dos colegas reformados se preste a mais esta humilhação.
A.P.

Anónimo disse...

"Professores reformados,
voltem porque já estão perdoados..."

Agora os professores aposentados já podem voltar à escola...

Já temos o professor titular, o não titular, o contratado, o substituto, a substituta …, agora vem aí o professor voluntário, aquele que antecipou a aposentação ou que saíu na hora H e está farto de estar em casa...
Vamos lá ver se não é como na tropa: “voluntários à força”.

E o que vão fazer com os professores recem formados, que estão sem emprego?
Se calhar vão substituir os professores aposentados que estão no banco alimentar em voluntariado...

Estes senhores devem estar loucos...

Anónimo disse...

Eu não acredito no que está a acontecer no meu País.

Caros concidadãos (já não só professores), é preciso fazer alguma coisa para acabar com a pouca vergonha.

O dinheiro que estes senhores querem poupar... todos sabemos para onde vai.

quink644 disse...

http://porquemedizem.blogspot.com/2009/02/mais-uma-mentira.html#links

Anónimo disse...

Parece impossível...Isto nem uma anedota é.Grave é, sem dúvida, porque prova que este governo não tem qualquer respeito pelos professores.ERa tempo do Presidente da República tomar uma posição perante todo este descalabro no País, particularmente na Educação, onde têm feito "gato sapato" dos docentes.Mandem os boys e girls do PS substituirem os excelentes profissionais que obrigaram praticamente, a pedir a reforma antecipada.Parece impossível...Nem ao diabo lembraria tal pouca vergonha.Que grande lata têm estes Neoliberais...

Anónimo disse...

É o cúmulo da pouca vergonha deste Ministério!!

Anónimo disse...

Começo a gozar a minha reforma neste mês, com uma penalização grande, e "vou já a correr" integrar-me na escola, como masoquista que sou,trabalhar para o ME que "tão bem nos tem tratado", "com tanta consideração"...
Francamente, se isto não é gozar connosco, então o que será???
Apelo a todos os colegas, na situação de reformados, para não fazerem uma coisa destas, a não ser que queiram contribuir para mais desemprego entre os professores: o país precisa de professores e os professores precisam de trabalhar e não é assim que se resolvem os problemas do país. O ME devia, isso sim, dignificar a nossa profissão e mostrar como realmente se trabalha e vive nas escolas. Pela minha experiência, a nenhuma outra profissão é exigido o que se exige aos professores, mesmo que o salário compensasse... em que profissão se exige que se seja professor, psicólogo, pai(mãe), "guardador" de crianças, responsável por todas as suas atitudes, vigilante, "bombo da festa", auxiliar de funcionário de secretaria, auxiliar de auxiliar de acção educativa, e que se exerçam todo o tipo de actividades que giram à volta de crianças e adolescentes, sem que haja uma fronteira sobre o que é ser professor e o que não é. Mais: os professores estão sujeitos a serem convocados para reuniões que sejam consideradas necessárias sem que, para isso, seja tomado em conta o facto de terem direito a uma vida pessoal e familiar e sem terem qualquer tipo de contrapartida. Quantos de nós estivémos em pedagógicos até altas horas da noite, ou outras reuniões que não tinham horas para acabar? E já não me estou a referir à vida escravizante que qualquer professor tem hoje me dia e só quem é professor ou seu familiar o sabe.
Penso que é preciso "chamar os bois pelo nome" e deixarmo-nos de "paninhos quentes".

Anónimo disse...

Com tanta amabilidade era de se esperar algo...

MJGDionisio disse...

Voluntariado sim, mas não por despacho e não na "escola" que praticamente me mandou embora!
Contratem professores.

Maria disse...

Fui professora durante 36 anos e estou aposentada desde Novembro. Claro que como muitos professores, adorava a minha profissão e aposentei-me por que me senti empurrada tais foram as atitudes deste governo contra os professores. Confesso, que por gostar muito do que fazia e, por adorar as crianças tenho ido algumas vezes à escola, ajudar uma colega num programa de tutoria, apoiando um aluno com algumas dificuldades. Nunca me tinha passado pela cabeça que poderia estar a roubar o lugar a colegas no desemprego, até porque uma das maiores alegrias que tive com a- posentação, apesar da forte penalização a que fui sujeita, foi que as horas que deixei tivessem contribuído para completar o horário de dois colegas com horário incompleto. Agradeço-vos muito terem-me alertado para o facto. Perante tal atrevimento do governo,que considero realmente uma ousadia sem explicação, decidi já que não voltarei a fazê-lo, compremetendo-me a esclarecerc o aluno dos meus motivos e, se conselho executivo mo permitir afixar na escola uma declaração a tal respeito. Força professores no activo, temos de vencer a nossa luta. Maria Clotilde Lobo

Anónimo disse...

O que eu digo é isto devolvam o roubo das penalizações, desde já - fiquemos nos 36 anos d serviço, independentemente da idade - e eu volto à escola pela sopinha, 12 horas por mês, cem horas por ano. Se for de outra maneira, que ardam no inferno os que querem gozar com o pobre.

Anónimo disse...

Isto nunca poderia "passar" como está. Desde quando um voluntário, portanto, sem vínculo ou remuneração, tem de obrigatoriamente dar 30 dias de pré-aviso de cessação de funções...? Isto nem na República das Bananas, ... se bem que... enfim...

Luís Carlos Martins disse...

Não estou nada espantado com a ideia. Só me espantarei se os voluntários aparecerem. Nessa altura gostaria de ser cavalo ou búfalo ou elefante para me espantar aos coices ou às marradas ou às patadas nas "luminárias"(desculpem-me o uso inadequado da palavra cujo primeiro sentido, ao contrário do que muita gente pensa, não é pejorativo.
Estou feliz. Em Julho de 2011, terei 56 anos de idade e 36 e meio de serviço docente. Daí para a frente, até pelo menos 2019, vou ser voluntário com 26 horas na escola mais 11 de trabalho individual. Como terei 14 horas lectivas (se as coisas se mantiverem!, tenho tempo para as tarefas mais indiderenciadas que um professor titular pode fazer, como já hoje acontece.

Maurício disse...

Ei, pessoau, saiam da frentche! Abram alas, quêro sê o primêro!
Viva o voluntariadooo! Todos os profes que não tiverem Excelente na avaliação p'rà rua e voluntários caquéticos p'rò lugar deles, JÁÁÁ!!!

Viva o Wally!

Anónimo disse...

E eu que já não acreditava no Diabo !

Anónimo disse...

Fui professora durante 36 anos. Aposentei-me em Novembro, com grande desgosto, pois adorava a minha profissão, mas senti-me empurrada pelas atitudes que o ministério vem tomando. Confesso que tenho ido várias vezes à escola depois disso ajudar uma colega num programa de tutoria e colaborar no projecto do PAM. Nunca me tinha passado pela cabeça que poderia estar a colaborar para que o minstério que tanto me prejudicou pudesse poupar professores com isso. A única coisa que me satisfez na minha aposentação, foi que com as horas que deixei, se completaram os horários de dois colegas. Perante o projecto de despacho de que cabo de tomar conhecimento, nunca mais lá voltarei. Já chega de afrontas! Ainda mais esta, em que depois de nos roubarem nas pensões, e no meu caso não foi pouco ainda querem que trabalhemos de borla! SE o conselho executivo mo permitir afixarei na escola uma comunicação sobre os motivos porque deixei de colaborar. Força colegas! Viva a luta dos professores! Maria Clotilde Lobo

Anónimo disse...

O que esta gente não faz para ganhar votos do povo...
O desespero é T-O-T-A-L! Ah Granda Sócrates, no dia das eleições legislativas podes contar com o meu voto NOUTRO PARTIDO! LOL

A sério que se isto não fosse cómico seria dramático!!!

jose disse...

Perante tamanha pouca vergonha e falta total de respeito pelos Professores, só posso pedir a todos os Colegas que nunca mais votem PS. Eu nunca o fiz, e cada vez mais me convenço de que não tenho estado tão errado quanto isso.

Anónimo disse...

Não percebo qual é o espanto! Não contamos já com tudo e mais alguma coisa da parte desta equipa ministerial e do governo? Ou será melhor dizer das "cabeças iluminadas" que nos (des)governam??
Está nas nossas mãos reverter tudo isto dizendo um gigantesco- mas mesmo gigantesco- NÃO - daqui a uns meses com um gesto muito simples: ir às urnas e NÂO votar PS!!
Quanto ao voluntariado... só existirá se houver voluntários! Se um não quer, dois não fazem força.

Anónimo disse...

Esta anedota foi a mais engraçada de todas que li nos últimos 20 anos ehhehehehehehehhehhhehehehhhhe

http://Anitanosupermercado.vox.com

Mário Filipe disse...

Porque não LULAS?!
Pais de (de)mentes..... brilhantes (?!), pobre e triste.

Anónimo disse...

Se já estivesse reformada, era capaz de ser voluntária sim. Ia nem que fosse para o fim do mundo, para o país mais pobre, passaria até fome e sede. Mas voluntária numa escola deste país? depois de ter sido tão maltratada (como todos os profs, Poupem-me. Isto não lembra nem ao Diabo. Colegas tenhamos dignidade, até porque este país não é nada sem nós. Politicos: sós vos queria ver a trabalhar numa escola, fosse ela a melhor do país. nem um dia aguentavam. Por favor sejam voluntários, deixem o lugar para outros, mais honestos e competentes´. Desapareçam, já destruíra o suficiente, e vão morrer longe nojentos!

Anónimo disse...

Cuidado colegas voluntários, se depois não tiverem um "bom" na vossa avaliação, ainda perdem o direito à reforma! Já estou a ver a ideia...

c disse...

São mentes dementes as que estão á frente deste ministério a começar pelo proponente de tal afronta.
Ó senhor Presidente da Républica, do que necessita mais para por esta gentalha na ordem?

Cláudia Fael disse...

Por este andar o Sr. Secretário de Estado (que de senhor nada tem...), ainda vai buscar os Professores aos cemitérios por achar que ainda fizeram pouco em vida!
Francamente!!! Não há ninguém que o leve numa viagem só de ida para a Patagónia???

Anónimo disse...

No ínico do ano lectivo e por telefone foi-me comunicado pelo C.Ex. que tinha que frequentar várias sessões sobre avaliação de professores, até altas horas, numa escola que nem sabia onde ficava,pois iria exercer as funções de coordenadora de grupo.
Fui à escola tentar esclarecer o assunto. Tenho uma filha que está em lista de espera para um transplante renal e diariamente, em casa, faz diálise peritoneal necessitando da minha ajuda, não podendo ausentar-me de casa a partir das 20 horas. De nada me valeram as explicações pormenorizadas sobre tal assunto. Sou professora titular, 38anos de serviço,assídua, cumpridora,com um profundo amor pela minha profissão e pela escola para a qual trabalhei os últimos 29 anos.
A resposta foi: tens de aceitar o cargo. Só posso nomear outra pessoa se redigires uma carta comprometendo-te que vais pedir a aposentação antecipada neste ano!
Hoje é o 2º dia da minha aposentação. Por ter tantas "qualidades" e só ter 58 anos fiquei com uma penalização de 250 euros. Vim destroçada porque fui impedida de fazer o que tanto gostava. Quando vi esta notícia pensei que era uma brincadeira de Carnaval!
Se eu tornar a entrar na minha escola, por favor levem-me ao Júlio de Matos. LS

Anónimo disse...

"SÉNHORAS É SÉNHORES, MÉNINOS É MÉNINAS, BEM-VINDOS AO CIRCO LEMOS & PÉDREIRA!!!"
Aqui estão os palhaços pobres- os professores reformados montados no exercício de voluntariado e no exercício de cidadania, aproveitando o seu capital humano!! O nosso estimado público pagou o seu ingresso mas eles... trabalham de borla para a nossa Companhia de Circo!!! Palmas para eles!!!Apreciem a sua "dignidade docente" Vêm vestidos de pijama e robe para tomarem conta dos alunos cujos pais ganham bué da massa mas precisam de ir ao cinema, à noite e às docas, que a Vida são 2 dias!
Vêm um bocadito rotos mas é porque gastam mal o dinheiro chorudo que recebem das reformas penalizadas!! Mas... temos boas notícias para eles.... ganharam um cheque-desconto para comprarem robes outlet no FREEPORT( sim, porque temos de mostrar aos ingleses que são "maluquinhos" e a JUSTIÇA, neste país de vândalos governan- tes a Justiça é célere!!!!! Mais uma oportunidade para a sua "realização pessoal e social" como diz o decreto( decretado ou talvez não???!!!)Desculpem, sou apresentador mas também professor reformado-arrumado à pressa, com um salário de miséria e... como o Português, as Línguas( de gato, não!!) e Literaturas, chamo a atenção parao nosso querido e estimado público para erros, lamentavelmente escritos no texto do tal...decreto: "URNA" explícita em vez de "UMA explícita!!!A D.Lurdes y sus muchachos não têm lá voluntários para reverem o mesmo que ainda saibam escrever e falar a Língua de Camões, mesmo com o acordo ortográfico ou a leviandade e vontade de "lixar" o bode do prof.são de tal ordem que nem dá tempo para reler??? Se calhar... são"voluntários" daque- les que ganham por 3 pópós(vulgo carrinhos) e andam sempre a verificar os saldos nas Caixas Multibanco e... para o "people" (temos que nos mordenizar na linguagem para sermos avaliados à borliú..)voluntário à força... AH!Que "seca" perder tempo com isto..
Ou será, antes, que "urna" está mesmo bem escrito e nos leva a dois homónimos- "caixãozinho" para custarem menos ao Governo ou "caixinha mágica" para votarem em qualquer Partido menos neste que partido está demais e nos partiu a todos???? "Tem pai que é cego"!!!! Os meus sentidos pêsames à família enlutada!!! Vamos fazer um 25 de Abril que não seja Carnavalesco!!!! Vivam os professores lutadores e em LUTA!!!! Abaixo este Circo"!!! Os PATOS BRAVOS do M.ED.que paguem a crise! Para este peditório já demos tudo!!!!! INDIGNADÍSSIMA

Anónimo disse...

C I R C O - PARTE II
Depois do intervalo, para pipocar e exercer alfabetização voluntária a alguns espectadores..... verifiquei que o tal decreto/pro- jecto ou publicidade enganosa.... ainda não tem o texto corrigido!! Estou a pensar que o mesmo não "publicita a oferta/necessida- de" (sic)dos seus "escribas" nem abona nada em (des)favor dos sóci- os maioritários proprietários do "nosso circo"!!! Sinto passos de cavalo!!!! Será a espia bailari-na??? OH! Hélas! Meus Deuses!!! Esta trabalha à borla ou temos de lhe dar 4,4€ para "almoçar" no "BI-CA DO SAPATO"????
Pois... para que seja publicado e exarado em ACTA PÚBLICA... os pro-fessores reformados em Janeiro ou Fevereiro, tiveram/ têm trabalhar durante 1/2 meses de 2009 mas... não recebem qualquer aumento!!! Eu explico, no voluntariado, ainda temos que ter mais paciência!!!
Como pediram a reforma antes de Dezembro, já se consideram refor-mados "virtuais" e...não têm di-reito(nem esquerdo) ao aumento para os funcionários públicos,de-cretado, democraticamente, pelo (des)Governo- esta maiúscula doeu- -me a escrever- e, como reforma- dos, também não, pois só os que se reformaram antes de 2008!!!

BOA! FIXE MEU! 'TÁS A VER???

PROF-REFORMADO NÃO PODE NADAR, oh!

E hip-popemos antes de hipopotar-mos!!!! ( Também não dá,os cênti-mos não chegam para engordar!!!! Eu já passei do size (ai que lá vêm os ingleses da FREEPORT, ou-tra vez!!! Que perseguição!!) 38, para o 34 em 2 meses!!!!!

SUGESTÃO FINAL- ouvi dizer que a "agricultura biológica" está a dar!!!! Os sócios podiam ir "ca-var" para outro lado e deixar quem estudou e sabe ensinar no seu "PODIUM" cultural, não???

Trabalhador disse...

Então os pROF foram pedir para fazer voluntáriado umas velhas que não saiam do ministerio da educação e agora vem reclamar porque já podem fazer o voluntáriado????


já agora para os professores que não sabem voluntáriado NÃO É OBRIGATÓRIO!!!!

Anónimo disse...

Li este comentário de um "Trabalhador" e não percebi nada!!! Que confusão vai nessa cabecinha!!!! Ninguém consegue perceber o que o Excelentíssimo trabalhador pretende dizer!!! Só ressai que QUER AGREDIR os profes sores, sem o conseguir!!!É que foram muitos anos de entrega aos estudos, aos debates,às actualizações pedagógico-didácticas, meu caro!!! E, acima de tudo, uma dádiva total aos nos sos QUERIDOS ALUNOS!!! Isto obriga a "ser capaz de interagir com os outros de forma clara e transparente! De modo a que eles fossem adquirindo competências pessoais, em várias vertentes"!Para atingir este objectivo primordial, é necessário sabermos passar a "mensagem" de forma a que os outros entendam o que queremos afirmar!!! "Pedir ao M.Ed???" " As velhas???" "Voluntariado não é obrigatório???"!!! Desculpe, está a ensinar a "Missa ao Papa???"
Como trabalhadora há 35 anos, sugiro-lhe que, apesar de ter todo o"direito conferido pela Constituição" a dar a sua opinião ( nem todos o têm, infelizmente!), medite, reflicta um pouco e, com mais tranquilidade, humildade, que é uma qualidade que todos devemos procurar cultivar,e menos ofensivo e agressivo, descodifique este provérbio" Nem toda a chinela chega a sapato!!!"

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page