quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

CASOS INJUSTOS, BIZARROS, OPORTUNÍSTICOS OU CORRUPTOS

Voz a casos estranhos que se vão passando pelas escolas. A não ser pedido em contrário, preservaremos sempre a identidade dos narradores.

CASO 1:
Escola: Escola EB 2 3 Ramalho Ortigão - Porto.
Síntese: um professor do antigo escalão passa de avaliado a avaliador por "passe de mágica"!

Um colega no 6º escalão (antigo, claro), consegue passar a avaliador de um dia para o outro, não se submeter à avaliação que desejava FOSSE EXCELENTE, numa primeira fase; pavoneava-se pela escola mostrando o seu excelente portefólio (cada documento tinha a sua letra e origem diferentes). Perante a inacreditável situação, os colegas deste agrupamento, onde a união não existe, nem nunca existiu, viraram-se contra este energúmeno e mostraram-lhe quão difícil seria atingir tal plataforma, além de ser motivo de chacota.
Serviu pelo menos para UNIR, pela primeira vez o que, em anos, NINGUÉM conseguiu.
Pois bem, este “videirinho”, vendo as dificuldades que iria ter para conseguir o tão ambicionado EXCELENTE, magicou, magicou, estudou muito bem a lei, mediu muito melhor os seus contornos e... EUREKA!
Descobriu que bastaria arranjar um professor contratado, convencê-lo a deixar-se avaliar por ele, assinar o respectivo compromisso e... ei-lo AVALIADOR!
Já viram este passe de mágica?
É verdade! Acreditem, isto está a passar-se na Escola EB 2 3 Ramalho Ortigão, no PORTO, nesta "Invicta e mui nobre cidade".
Agora, a parte melhor: este “querido” colega, durante o ano em que for avaliador, passará a receber como se estivesse no 10º escalão! PODE?
Será avaliado pelo CE, onde a autoridade é inexistente e o medo de tudo e todos, sobretudo de alguns colegas, impera!
Onde é que eu tenho andado?
Serei EU ou ELE o extraterrestre?
A escolinha SOCRETINA está a criar GÉNIOS…
Quando souber mais pormenores desta saga intrincada eu conto, prometo.
IUPI

O professor feliz

7 comentários:

Anónimo disse...

sim senhor isto esta bonito..

Spiritwolf disse...

há de facto alguns a quem nunca devia ser permitido ser professor, muitos destes estão até nos órgão de direcção do ministério. Por estas e por outras é que eu insisto numa avaliação formativa e numa selecção rigorosa dos candidatos a professor para poderem ingressar na carreira (única) docente. De oportunistas e chulos do ensino estamos nós cheios, mas o ministério só se preocupa, via ECD, em poupar uns cobres ao impedir que professores, por si avaliados com Bom, Muito Bom ou Excelente, cheguem ao topo da carreira (3 últimos novos escalões), mais concretamente 75%

Anónimo disse...

Depois de ler o artigo, que me enojou, não pude deixar de expressar aquilo que senti.

Os professorzecos estão a revelar-se! Não passam de «zecos». Nós, sim, somos os «PROFESSORES». A SOCIEDADE ainda nos vai tratar por «PROFESSORES». O TEMPO tudo coloca no seu devido lugar. O TEMPO... E os vis e mesquinhos, aqueles que se venderam e vendem por trinta dinheiros, ignorando e desrespeitando os ensinamentos que os seus antepassados lhes transmitiram, envergonhando-os, porque eram pessoas de PALAVRA, envergonhando-os e desrespeitando-os , porque com as suas atitudes (como as descritas) ignoram o que os seus antepassados passaram: humilhações, ameaças, frio, até fome!, ignorância - sim foi isto tudo por que passou o POVO PORTUGUÊS - esses são os «zecos». Aqueles que sobrepõem a imagem, a aparência, a vaidade, o supérfluo, às coisas mais sublimes da vida, esses são os «zecos». E o POVO e a SOCIEDADE se encarregarão de separar o TRIGO do
joio. O TEMPO...

Anónimo disse...

POIS É, como é que os outros colegas conseguem conviver com "gente" desta?
Poderemos chamar-lhe "colega"? "gente"? Qual será o título aconselhável?
Onde estão os seus valores?
Como poderá transmiti-los aos seus alunos? E aos filhos? Tê-los-á?
NÃO MERECE, DEUS NÃO HÁ-DE PERMITIR.

Anónimo disse...

Isto é mesmo verdade?
Custa a CRER!
De quem é a culpa?
De quem permite que oportunistas como estes façam o que querem e ainda ganham com isso!
A desonestidade, a falta de ética,os "bufos"continuarão a ser recompensados.
Que país.

Anónimo disse...

Ao que chegaremos!... Acredito que nessa escola que não preza o nome do seu patrono muitas coisas estranhas acontecem. Desde o presidente do conselho executivo uma personagem muito emblemática. Diz-se muita coisa dele... Já pensou em saber se esse tal "avaliador" não fará o "jeitinho" do presidente. Vá ficando pela escola depois das aulas terminarem e comprove.

Anónimo disse...

A avaliação acabou por ser entregue, com Mbom, Excelente para alguns, para quem menos trabalhou e para quem é oportunista.Assisto as notas mais aberrantes sem nada poder fazer. Penso que se o tempo é de crise, então é para todos. Ninguém devia progredir. Os professores lutaram para que este modelo fosse suspenso e afinal em que ficamos. Penso que deveriamos ir à luta.Injustiças é que não.Sinto-me triste e a pensar afinal andei a estudar para quê.Tantas injustiças. Façam alguma coisa Esta avaliação não deve contar para ninguém.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page