domingo, 8 de fevereiro de 2009

GRANDES NOVIDADES

Colegas:

É por demais evidente que, por razões que espero nunca ter de publicar num texto que estou a preparar para dedicar a alguns «senhores» professores, parece que estamos a ser vencidos aos pontos pela Ministra que, aliás, tão convencida está disso que apenas aparece raramente para dizer que tudo está normal.

Sim, é verdade que já se sente no ar o cheiro a derrota, pois esta senhora, que nos calhou em sorte, teve a genial ideia de, com uma frase, derrotar (quase) todos os professores:

«ATENÇÃO SRS. PRESIDENTES DE EXECUTIVO: VOCÊS SABEM QUE SERÃO, EM 99% DOS CASOS, FUTUROS DIRECTORES, PORTANTO, OU ESTÃO COMIGO E SERÃO AUMENTADOS 50% (é mesmo 50% não é engano) NO VENCIMENTO QUE AUFEREM POR ESSA FUNÇÃO, OU ESTÃO CONTRA MIM E PREPAREM-SE PARA SE LEVANTAREM DA CADEIRA DO GABINETE E IREM DAR AULAS!

Colegas: esta frase quase nos derrotou, pois muitos dos PCEs ao ouvirem tal ameaça e, ao mesmo tempo, tão tentadora proposta, viraram a casaca do avesso e de umas bujardas pela boca fora que por duas vezes vociferaram na Av. da Liberdade contra a Ministra, passaram a autênticos «Hitlers» escolares, com nojentos exemplos que tenho visto e ouvido, desde ameaças, coacções e intimidações aos professores que ousassem não cumprir as directivas ministeriais que, de repente, passaram a defender com unhas e dentes.

M A S A G O R A A T E N Ç Ã O:

Também há muitos Presidentes de Conselhos Executivos que, para além de não esquecerem quem os colocou na «cadeira do poder» acreditando no seu trabalho e votando neles, são Homens e Mulheres a sério, verticais nas convicções, dignos nas posições, coerentes nas opiniões e, sobretudo, professores como nós. Ao contrário dos primeiros, não têm cola na cadeira nem ganâncias hierárquicas em mente e, em última instância, não os preocuparia nada serem «despromovidos» a professores como nós! Afinal é o que quiseram sempre ser e são-no com orgulho!

Pois bem, caros colegas, mais de duzentos destes Homens e Mulheres a sério, reuniram-se ontem, dia 7, em Coimbra e, para além de solicitarem uma audiência com o Presidente da República, aprovaram uma Moção onde constam decisões tão corajosas quanto coerentes com os pricípios que sempre defenderam.

Tenho informações fidedignas que uma delas é a completa desobrigação dos professores das suas escolas entregarem os «OI» e não sofrerem qualquer consequência de tal acto. Felizmente, o meu presidente é um desses Homens, mas apelo sobretudo aos colegas que têm sido alvo de atitudes intimidatórias que resistam até à exaustão, criem grupos de resistência, façam da união a força e constituam-se como «Aliados contra os Hitlers que proliferam!»

Muito mais há de novo emanado desta reunião, pelo que apelo a que estejam atentos ás próximas horas em que será publicada a Moção final da reunião. Estes PCEs representarão entre 20000 e 25000 professores, mas sabe-se que muitos outros PCEs já se solidarizaram, mesmo estando ausentes. Agora imaginem 70 ou 80 % das Escolas tomarem esta atitude? Que vos parece?

Termino apenas dizendo isto:

Se um ME vencer 140 professores com esta estratégia de guerrilha intra - escola, com o conluio de Presidentes de Executivos e nos deixarmos levar pelo medo ou cansaço ou, pior que isso, por ambições ou competições de progressão, abre-se um precedente irreversível: a reputação da nossa classe baterá no fundo, pois está lá perto se nada fizermos, e a partir daqui qualquer bandalho de qualquer ME futuro sabe que poderá fazer de nós o que bem entender! E, parafraseando Scolari, os burros seremos nós!!!

Um abraço a todos e mantenham-se ligados nas próximas horas!

Paulo Carvalho
Agrup. Escolas de Castro Daire

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page