quinta-feira, 26 de março de 2009

OS ESTÁGIOS DE SÓCRATES

A peça da propaganda de Sócrates a ser desmontada por cá. Foi no "Nós Por Cá" da SIC. Infelizmente, parece que não passou no Jornal da Noite



122 comentários:

Teodoro disse...

É tudo uma fraude medonha, um enfado penoso, um embaraço diário... Não é admissível, não é tolerável o que se passa na nossa terra, é só mentira, ardil e astúcia.

Jorge C. Reis disse...

Pena que os portugueses não vejam estas coisas com olhos de gente.

Cristina Ribas disse...

Olá Teodoro!

É mesmo!
E nas nossas "barbas"!
Como é possível que tudo isto esteja a acontecer e que nada se faça de muito eficaz? Que tudo continue na mesma?!... lembro-me muitas vezes da consciência... Da fidelidade à nossa consciência e de como podemos intervir para o estimular...

Um abraço

Anónimo disse...

pena que a maior parte do povo não tenha magalhaes para ver isto , mas como o povo paga tudo lá vai uma vez mais votar nos mesmos porcos para comerem na mesma gamela

[M_nogueira] disse...

Penso que estranho no meio disto tudo é ver que os portugueses já começam a reagir com indiferença a estas situações gravíssimas. É patético termos um 1º ministro que se desloca a uma empresa para ver a assinatura de um protocolo para 12 estágios. Parece que tem pouco para fazer ou então o desepero é tanto que 12 estágios já são considerados um enorme progresso. Ao que isto chegou....

Aldocas disse...

Como poderão os portugueses ver esta situação ridícula, se até o Magalhães já é vendido pelos pais?
Será o nosso fado?!...

Anónimo disse...

Este tipo é um vendedor de banha da cobra sem vergonha! Pobre país que caiu nas mãos de gente sem escrúpulos e sem carácter!

MRS disse...

pois...está tudo contra ele, mas aposto que vai ganhar na mesma...falta saber se é uma perna às costas...

deixm-se de ser hipocritas e estar sempre a criticar, porque no funda vocês vão votar nele na mesma...

o tuga é cego e ainda por cima sado-masoquista...

Comigo não conte com o meu voto...

ISEP disse...

Eu nao sou PS nem voto no socrates mas vejo aquim muita ma vontade os 12 nao eram estagios, mas sim passagem para o quadro....

Onde eu estudo no ISEP existem centenas de estagios profissionais disponiveis dos quais so alguns sao utilizados, porque ninguem quer trabalhar .. parecem quase professores pela falta de vontade de trabalhar

Ferreira, Luís Manuel Silva disse...

Em Setembro ou em Outubro, e já agora a sete de Junho vão lá votar no José Sócrates que é para ele e os seus discípulos rebentarem com o resto.
De uma coisa podem ter a certeza, se o PS tiver a maioria absoluta, o que parece improvável, mas em Portugal já tudo é possível, o melhor que temos a fazer é emigrar ou então regressar às pequenas aldeias e dedicar-nos à agricultura de subsistência, porque Sócrates irá rebentar com tudo o que sejam escolas, hospitais, centros de saúde, esquadras, tribunais, e daí até às poucas empresas que restam é um passo. No entanto, quem quiser sofrer ou pensa que um dia talvez possa ser elevado a herói por resistir às investidas de Sócrates e dos seus discípulos, deve votar nele e aguentar onde está mais quatro anos, independentemente das consequências que isso tiver.

Anónimo disse...

Colegas:
Realmente não são só responsáveis por esta situação, quem votou no Estalinocrates, mas quem o apoiou na ascenção ao poder. Fui professor e tive que me reformar porque vi que com este tipo não tinha alternativa.
Vejam o curriculum dele e percurso de vida e podem avaliar como o "gang do ISCTE" tem vindo a dominar a vida deste país.

Anónimo disse...

pois, eu ainda sou professora poque tm que ser.
Nunca vivi um ambiente assim na escola.

Anónimo disse...

Caro amigo, "gang do ISCTE"? Só porque frequentou durante meses um mestrado nessa instituição? Poderia ter toda a razão do mundo naquilo que disse, mas perdeu-a ao tentar difamar (infantilmente, diga-se) a referida universidade...

tozé disse...

Até dá vontade de vomitar!

Adriano St. Aubyn disse...

"Políticos e fraldas devem ser trocados de tempos em tempos pelo mesmo motivo". Eça de Queiroz

"O problema é quando o povo se habitua ao cheiro"! Adriano St. Aubyn

Anónimo disse...

Quero referir ao prezado colega anonimo que o ISCTE não se confunde com gente desta...No entanto, é preciso dizer que esta gente tem desprestigiado a instituiçao onde obtiveram o "canudo" e essa gente tem nome: Maria de Lurdes Rodrigues, Augusto Santos Silva, José Sócrates, que devia ter acabado o mestrado por fax...e é gente desta sem caracter e arrivista, oportunista, que tem estado a destruir o país, que foi vendido ao grande capital internacional...

Anónimo disse...

O Sócrates arranjou uma reforma milionária para a maezinha, quando ele sair do governo vão investigar isso, e retirem-lha, é um escândalao, uma vergonha, um ROUBO o que esse miserável está a fazer ao país.

Anónimo disse...

O socrates pertence á maconaria, é por isso que lhe aparam as quedas, se fosse num país mais isento, ele já tinha sido deposto.

CuidaDo com as eleiçóes há estudos estatisticos que mostram irregularidades. O sócrates está lã só porque 30 % da populaça votou nele. O resto ou não votou ou votu noutra coisa qulaquer.

O povo está farto da maçonaria e de tanta mentira.

Não queremos nova ordem social imposta, cegamente á população através de palhaços.

Não keremos cartões e sistemas de controle do ser humano como se fosse um animal, não keremos a meritocracia, isso é coisa de regimes nazis para ofuscar as pessoas e para oprimir o ser humano com coisas irreais.

NÂO KEREMO SOCRATES; OS AMIGOS Q LHE APARAM AS QUEDAS NEM O INFERNO EM PORTUGAL.


toda a gente diz mal dele mas ele está lá, ABRAM OS OLHOS PARA A REALIDADE!!!!

Anónimo disse...

O Gang do Iscte, Além dos que foram referidos, falta ainda o Ferro Rodrigues, o Ferreira de Sousa do Cidec (Fechou depois de não ter Pago aos formadores, à CML, aos fornecedores, o Paulo Pedroso. Tudo boa gente.

Anónimo disse...

Bom dia a todos.

Só tenho a dizer que falar é fácil e fazer show off,... não me parece ser difícil.

O que me parece ser real e constantemente presente na nossa sociedade é o facto de que trabalhar, esforçarmo-nos por sermos melhores profissionais e tentar alcançar tudo isso com alguma dignidade e ética é praticamente ilusão e/ ou apenas inexistente...

Tenho pena que valores como humildade, lealdade, ética e respeito tenham caído em desuzo.

Com estes ou com outros, o poder dos círculos corruptos irá sempre castrar qualquer boa vontade que possa haver. Pessoalmente, acredito que todos eles não a tenham nem na fase inicial das suas carreiras políticas. A prova é simplesmente os meios como obtêm a conclusão dos cursos!...

Anónimo disse...

Este é o Sócrates que, contrariamente ao outro, nos empurra cada vez mais para o fundo da Caverna, iludindo-nos com pérfidas sombras...Quando é que nós, quais prisioneiros retratados na "Alegoria da Caverna" assumimos a nossa racionalidade e quebramos os grilhões?

Antonio Joaquim Santos Rodrigues disse...

Alô professores força com a vossa luta não desanimeis ,estes Políticos são uma fraude,carrada de oportunistas ,estamos a ser governados por famílias todos os grandes tachos deste País estão nas mãos deles .e eles têm que defender o capitalismo, ,e por tal não abrem mãos para os vossos direitos , vamos bota los abaixo. António Rodrigues

Sem Partido disse...

O problema do país não é o Sócrates, são os portugueses, habituados há muitos anos a depender do Estado para tudo e a culpar o Estado por tudo, qual criança que não é habituada a não depender dos pais para tudo, que irá ao longo da sua vida mostrar imensas dificuldades em desenvencilhar-se sozinha.

Alguém acredita que qualquer outro partido no Governo, com a actual crise internacional, faria milagres? Estariamos noutra situação? Relembro que ainda ninguem sentia a crise quando Dª Ferreira Leite e Exmo.Sr.-apoiante-de-Bush-invasor-do-Iraque-agora-presidente-da-comissão-europeia-Barroso, começaram a incutir-nos a ideia de estarmos "de tanga".

A função pública precisa é de trabalhar para gerar riqueza e deixar de ser um fardo. Progredir na carreira devido a anos de serviço em vez de mérito, esforço e trabalho? Era um insulto a quem precisa de esforçar-se diariamente para merecer o posto de trabalho.

The Bass Man disse...

O problema deste país, é que teve uma revolução com cravos!!! Olhem a vizinha Espanha... teve uma revolução com sangue e pelos vistos a classe política não goza tanto com a população. Lixem-se para o 25 de Abril... a cena do "camarada" com cravos e abraços já passou. O que estes tipos precisam é de uma E.T.A. Bombinhas nos carros de vez em quando, iam aprender a respeitar os outros. Querem Uma ideia? Nas próximas eleições não se dirijam às urnas!!! Querem Outra dica? No próximo ano não ponham o IRS. Querem outra idéia? Vamos parar o país durante 24 horas... Pode ser que resulte... Sozinho não o faço porque não tenho força, mas um pais inteiro... meus amigos, haviamos de ser os portugueses dos descobrimentos ou da reconquista cristã. À luz da tortura conquistámos meio mundo, às luz da diplomacia fomos entalados. Arranjemos um meio termo. Vamos expulsar estes corruptos do poder!!!

Shana disse...

Já aqui foi dito, e com toda a razão, que o problema não é de Sócrates mas dos portugueses! Ora é aqui (nos portugueses) que reside o problema!
O problema está em nós! O problema está no nosso proverbial comodismo, na nossa falta de cultura cívica, no tradicional "desenrascanço", no assobiar para o lado, na nossa subserviência, no nosso eterno complexo de inferioridade e, por que não dizê-lo, na nossa cobardia!
Estamos sempre à espera que alguém avance para os cornos do touro. À boa maneira portuguesa, ficamos sempre na retranca: se a coisa resultar, todos somos beneficiados mas se der para o torto, quem se f... é quem avançou! Nós nem fizemos nada!
Passamos 4 anos a falar mal do Governo mas se for necessário tomar alguma atitude mais drástica, ficamos em casa, porque está muito frio! Falamos nas pastelarias, nos cafés, nas ruas e ficamos indignadíssimos com as vigarices da banca, do Governo, do Sócrates e de toda a escumalha que nos (des)governa, mas se antes das eleições os espertalhões do Governo nos atirarem umas migalhas, imediatamente esquecemos tudo e até admitimos que os tipos afinal não eram assim tão maus! Até nos aumentaram as reformas em 2€!
Com gente desta, haverá alguma hipótese de termos um país decente?
Será difícil perceber que quem vai para o Governo, vai apenas para se "governar"? Será difícil perceber que quem quer que seja que para lá vá, nunca terá a mínima intenção de ajudar os mais pobres e prejudicar os grandes interesses financeiros?
Não há políticos honestos e se os houver, o próprio sistema se encarregará de lhes dar a volta: se for igual aos que já lá estão, tudo continuará na mesma, mas se teimarem em continuar honestos, boicotam-lhe as intenções e fazem-lhe a vida negra até que ele decida juntar-se à máfia ou abandonar o barco.
Perante este estado de coisas, nada neste país mudará enquanto não houver uma revolução de mentalidades. O nosso problema é de mentalidades: falamos, falamos, falamos mas no fundo todos gostaríamos de estar no lugar e na posição daqueles que criticamos, para podermos fazer exactamente o mesmo.
Os políticos que lá estão, vieram de onde? Do povo! Ora se o povo não consegue produzir nada melhor do que aquela canalha que vive à custa do nosso trabalho, como é que podemos esperar por governantes sérios e honestos?
Meus amigos, isto precisava de um novo 25 de Abril, mas desta vez não era com cravos...!

Olga Nunes disse...

Ao estimado estudante do ISEP:

Sou professora, tenho-me dedicado aos meus alunos e à escola. Trabalho mais horas do que as estabelecidas.O reconhecimento que tenho é dos meus alunos, dos pais, do orgão de gestão da escola, dos colegas e até da autarquia, apesar de trabalhar a 50Km de casa.
Vejo agora a minha carreira, o meu futuro hipotecado, mas não é só o meu, infelizmente. Vejo alunos com currículos brilhantes, que sairam da escola com médias elevadas e concluiram cursos que à partida tinham emprego imediato, no desespero do desemprego. Vejo-os partir para o estrangeiro e dou-lhes força, este país não os merece.
Pode ser que um dia destes lhe aconteça o mesmo, ou será que não tem qualidades para isso??

É verdade que alguns professores falharam, como falham os médicos, os juizes, os pedreiros, os engenheiros, os arquitectos, os administradores...

Falharam os seus professores, falharam os seus pais, que não lhe deram educação...

Falharam também os professores destes politicos, mas garanto-lhe, nenhum deles aufere a reforma dos politicos, dos gestores ou dos administradores que falham, que usam e abusam do dinheiro do povo e conduzem o país ao abismo!!!

febo disse...

Pois é!Eu não votei P.S. e não votarei,agora,pela certa.Pena é que muitos se vão esquecer dos danos já causados a todos nós,e irrecuperáveis alguns deles.Coitado deste país!

Antonio disse...

Perante o cenário internacional que se vive, o que poderá este governo fazer, sabendo todos nós da secular dependência do país da realidade internacional, principalmente ao nível económico. Alguém neste país conseguiria fazer melhor. Talvez. Mas evitar o aumento do desmprego ? Como ? Produzindo mais ? Para quê ? Quem comprava ? E se estivermos atentos ao que se passa por esse mundo fora, poderemos até concluir que as consequências da crise ainda não se fizeram sentir a sério no nosso cantinho habitado por cidadãos habituados a que o Estado tudo resolva, herança de 48 anos de paternalismo ? Ou do poder do Estado desde o século XVI ? Esperemos que mesmo com os erros cometidos no passado e os actuais, a nossa realidade continue como está. Porque se tivermos de viver a realidade observada noutros países bem mais ricos que Portugal, chegaremos ao final do ano com mais de 11% ou 12% de desempregados (que corresponderá a mais ou menos 600.000 desempregados) e aí sim, estaremos todos a sofrer um perído amargo da nossa vida.
Por outro lado se pudessemos ser mais interventivos e não aceitar que o amigo ou familiar seja mais esperto e fuja aos impostos, se denunciarmos o escândalo dos ordenados e reformas milionárias, os subsídios de reintegração, a acumulação de tachos numa mesma pessoa, as reformas aos 44, as jantaradas, as luvas, etc., por certo sobraria mais para apoiar os mais necessitados. Mas parece que anda meio mundo a ver se consegue salvar ou arranjar um pequeno tachinho, por isso nos calamos. Mesmo aquels que grutam alto, parece que é para ver se alguém se lembra deles. Observemos com atenção.
Esta realidade aplica-se a todos os políticos de todas as cores ou aspirantes a isso.
Trabalhemos mais - valos que parece estar a perder-se - sejamos mais cidadãos, não aceitemos os chico espertos, intervenhamos mais na sociedade e talvez possamos minimizar o que se está a passar.

Anónimo disse...

Eu votei no Sr. Zé.
PEÇO DESCULPA A TODOS POR ESTE IRREPARÁVEL CRIME.
Amen!

Anónimo disse...

Oh pessoal, e se em vez de andarmos a perder tempo a escrever nos juntarmos, pegarmos neles e os atirarmos ao rio?
Ou melhor: os incinerarmos? (numa cimenteira bem longe, claro!)

Prof. disse...

É só falsidades a tentar moldar as mentes dos portugueses.
Pena que um do que postou já tenha a mente moldada ao referir "..... parecem quase professores pela falta de vontade de trabalhar...". Caro ISEP deve ser mais algum frustrado com os professores que teve. Se soubesse das condições que temos nas escolas e das pressões a que somos sujeitos não escrevia o que escreveu.
De volta à campanha política, é com tristeza que vejo a população mais idosa e menos esclarecida a favor do nosso actual primeiro ministro, ao que parece consegue enganar alguns...

Anónimo disse...

Eu votei no "bicho", mas bem me comeu.

Neste PS, "jamé".

Anónimo disse...

Está provado que o Poder e os Poderosos que estão por traz estão empenhados na destruição do nosso Sistema Educativo. Tal como na Ditadura em que Salazar mandou fechar as Esclas Normais ( Escolas do Magistério Primário ) Quem está no poder na impossibilade de o fazer enveredou por este caminho. Destabilisar as Escolas, difamar os professores, voltar ao velho Reitor em vez de uma direcção democratica e de colectivo como até agora ... enfim conseguir uma escola que produza anafabetos , porque um povo ignorante é facilmente MANOBRADO.

Respeitem os nossos jovens
Respeitem quem ensina e deixem
ENSINAR !

Por um PORTUGAL CULTO E HUMANO

Viva o ENSINO PUBLICO

Não à ROBOTIZAÇÃO do Ensino

Anónimo disse...

Não é óbvio que isto é uma manipulação descarada dos factos e uma ridicularização de uma pessoa, que apesar de tudo o que se diga, de tudo o que faz, merece respeito? Afinal, mais de metade dos portugueses que votaram nas últimas eleições legitimam o Primeiro Ministro. Se não concordam com o que ele faz ou diz, se acham que existe alguém que faria melhor, ou se vós próprios fariam melhor, só têm que votar noutra pessoa, ou candidatarem-se, nas próximas eleições. Chamar-lhe nomes e dizer mal de tudo o que ele faz e diz não adianta de nada e só mostra falta de civismo!

É triste, mas é típico de nós portugueses, dizermos mal dos outros, quando nós não faríamos nem fazemos melhor nas nossas próprias vidas!

Há que ver por detrás dos interesses dos outros, mesmo quando eles dizem aquilo que queremos ouvir!!

Anónimo disse...

Caros Portugueses!
Vocês já deram conta que essa corja legisla, impunemente, em causa própria e isso legitimado pelo voto popular? E chamam isso democracia. Eu chamo de 'proxenocracia'! Ou seja, uma 'ditadura-burocratica-fiscal', que legaliza o saque ao bolso dos cidadãos, com parcas contrapartidas.
Sómemte os 'proxenacratas', seus lacaios, asseclas e familiares "vivem a grande e a francesa". O povo, nessa sociedade, é um mal necessário: a) "mal": lá está para reclamar, clamar por jusitiça, por trabalho, ensino, saúde, etc.; b) "necessário": lá está para trabalhar e pagar impostos.
Pensem nisso:
1. "Democracia não existe, as eleições são para satisfazer as estatísticas...", Jorge Luis Borges.
2. "Para que o mal triunfe basta que os bons não nada façam.", Edmund Burke.
3. "...Crime is the necessary condition of the very existence of the State, and it therefore constitutes its exclusive monopoly, from which it follows that the individual who dares commit a crime is guilty in a two-fold sense: first, he is guilty against human conscience, and, above all, he is guilty against the State in arrogating to himself one of its most precious privileges."
M. Bakunin.

Carlos Ruhe.

Anónimo disse...

The Bass Man tem toda a razão. Há muito que vejo que só umas bombinhas e uns balázios nos sítios certos é que mudam isto. Começavam a pensar duas vezes antes de fazerem as suas trapaças e roubalheiras.

Cecilia disse...

Ao observar tantos comentários...efectivamente só me resta comentar: TODOS SOMOS CULPADOS !!, uns porque se importam e tentam fazer algo, não conseguindo, porque obviamente a maioria nem se esforça para pensar no assunto. Ainda assim não nos devemos render às evidências...e se quisermos mesmo que algo mude,talvez seja melhor, nas próximas eleições, apostar no desconhecido.

joeleao@gmail.com disse...

No meio de tanta palavras que o nosso primeiro disse, já só falta acrescentar:" PUTA QUE PARIU".
Os outro tugas não sei, mas eu nunca votei nem nunca hei-de votar no ps-

Anónimo disse...

Há quem defenda que não se devem chamar nomes à pessoas (leia-se chamar Pinoquio a Socrates).
Porem eu admiro a SABEDORIA POPULAR que diz " quem não se sente nâo é filho de boa gente "
Tal como Hoje no tempo do Fascismo quem se enarregava da propaganda do REGIME era o S.N.I cujo digente maximo era Ant. Ferro. Até se contava a anedota sobre a malhor cientista em Quimica ! Era a Exposa do dito FERRO , ela conseguio transformar o ferro em CORNO .
No actual Regime o LIDER quer fazer muito melhor na area da Biologia ,quer tranasformar o POVO Português. num rebanho de Carneiros, mas nós não vamos deixar ,do mesmo modo que os professores não vão deixar que continuem a insulta-los e denegri-los.
Flavio

Anónimo disse...

Qual a alternativa para 1º Ministro? Porquê que culpam tanto o estado e politicos? Se o estado somos todos nós. Nós em Portugal temos é mesmo um grande problema cultural. Gostamos de dizer mal, ver telenovelas e ver sensacionalimos.Eu penso que apesar de tudo o que tem sido dito do nosso 1º Ministro nas noticias este merecia um pouco mais de respeito e se nós não o respeitamos não nos respeitamos enquanto Portugueses. Existe tb ainda a famosa cultura do «bota a baixo» não seria mais positivo e desejável apresentar ideias e alternativas para toda esta crise. Façam criticas construtivas e não se limitem a dizer mal. Vejam nas entrelinhas e certamente que tb acharam estranha toda esta «campanha negra» que fazem ao homem. Para finalizar gostaria de dizer que não sou PS e nunca fui e que por isso estou à vontade para falar. Este país é certo que não se deixa governar mas tb temos um problema de liderança.Quem o substitui??

Anónimo disse...

Caros concidadãos 'lesados pela proxenocracia'.

Não creio que com bombas isso se resolva. O que observamos hoje em dia, é o resultado de uma perversão do conceito de Democracia, que vem de há muito. Se vocês pensarem que o Mundo se desenvolveu a custa do trabalho e da genialidade de muito poucos, tais como Arquimedes, Da Vinci, Newton, Leibnitz, Mozart, Curie, Max Planck, Einstein, o "Circulo de Viena" e outros; O que dizer da grande maioria? Nada! Esses nunca lá chegaram e nunca lá chegarão... Mas, dentre estes, há pessoas de boa vontade e boa fé, os que tentam, os que trabalham, se dedicam, os que contribuem naquilo que podem, os pensam nas gerações futuras, etc. E, há os que nem isso estão em condições de pensar e perceber, esses são os 'moinas dos contribuintes', os 'proxenocratas', que andam por ai a enganar os cidadãos mais incautos, com discursos sobre "Democracia", "justiça", etc.
Mas não só em Portugal... Ao meu ver, o problema é: a politica passou a ser um 'repositório de gentalha sem qualquer competência ou escrupulos', com a mais forte necessidade de se afirmar como pessoa na sociedade. São os 'pequenos' sem qualquer personalidade ou caracter. De um modo geral, aqueles que, nos raros momentos de 'lucidez', se vêem expostos a própria estupidez. Isso deve causar grande sofrimento... Dai, e por isso, essa gente tem que 'comprar' um diploma de Eng., ou mesmo um Mestrado, Doutoramento ou mesmo uma Agregação. É a 'afirmação de pequeno homem' pelo Poder. Eu conheci pessoas com títulos destes, que, de facto, de inteligentes não tem nada. Mas, lá estão, arrogantes como se fossem 'os donos da Verdade', no Poder, sem o qual essas pessoas 'não existiriam'.
Alguns não votam mais PS... Brilhante! Votam em que partido? Será que seria diferente? Ou lá encontrar-se-á o mesmo tipo de gente, com outros 'vicios', mas como o mesmo discurso e a mesma necessidade se 'afirmar pelo Poder', de 'moinar o contribuinte', etc. Já há muito não tenho mais ilusões quanto a isso. P. ex., no Brasil, a fortuna do "presidente" Lula foi considerada pela Forbes como mais de US$ 2 mil milhões (com tendência a crescer...!). Como um ex-electrecista de fábrica de automóveis do interior de São Paulo, tido como um bêbado, burro e ignorante, podia chegar a uma fortuna destas? E o que dizer do "Eng." José Eduardo dos Santos? Há qualquer coisa em comum com o caso do "Eng." José Sócrates? O caso Freeport? Ou com as "derrapagens orçamentais" da Casa da Música, Expo 98, off-shores,..., e outras em Portugal?
Bombas ...? Quantos teriam que desaparecer?
Creio que mais vale votar em branco, tal como sugeriu José Saramago, ou votar em quem parece ser "dos males, o menor", no BE, nos Verdes... Há quem diga que eles não saberiam governar, que são uns "teóricos", etc. Mas será que seriam piores que essa gente que lá está?
Eu vejo, hoje em dia, uma certa anlogia entre os crentes e eleitores: “You can't convince a believer of anything; for their belief is not based on evidence, it's based on a deep seated need to believe...”. Uns são enganados pelas ceitas religiosas, outros pelos 'proxenocratas'... Mas, continuam a acreditar nos "profetas", na "lei", na "justiça", na "Democracia", que a rigor, já há muito, não é mais.

Bom dia.

Carlos Ruhe

Anónimo disse...

Votar em branco NÃO!

Votar em branco é dar um voto ao partido mais votado... e neste caso deve ser infelizmente este PS pinocrático.

Vota à DIREITA ou à ESQUERDA!

Anónimo disse...

PS...

JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! JAMAIS! ......

cka disse...

Votar em branco:
Com 50% de votos brancos + 1, o governo cai e o sistema político tem que revisto...

Anónimo disse...

Caro CKA,

Como? Julgo que está enganado.

O que conta são os votos válidos entrados.

Os brancos e os nulos entram na mesma contabilidade: não servem para nada.

Votar à direita ou à esquerda, em qualquer partido... Nunca neste PS.


PS JAMÉ!

Cesar de Oliveira disse...

Onde estão os valores e os principios dos portugueses? O futuro está hipotecado e o país na banca rota. Continua-se a entregar o dinheiro dos nossos impostos todos os dias aos oportunistas sem escrupulos. Será que é possivel adquirir seja o que for sem pagar impostos? Façam a experiência durante um mês sobre o que pagam e vejam só onde estão metidos. Os portugueses estão a ser cozidos em lume brando e continuam apáticos. Será que querem continuar a alimentar incompetentes e corruptos. Vamos todos dizer basta e exigir do Presidente da Republica medidas que ponham cobro a estas situações.
César de Oliveira

Leonor Caetano disse...

É curioso o número de professores que aqui se queixam
deste governo e das "regras" impostas por este! Será a vossa classe a mais penalizada com estas políticas? Professores e enfermeiros, volta e meia meia volta, lá andam em greve, mas infelizemente quem mais sofre com todas estas politiquices são aqueles que todos os dias (5 dias por semana e não 4) durante no mínimo 8 horas por dias (e não 7 hrs com tempinho p o part time na clinica) "esfolam-se" para que no fim do mês chega à mesa o mísero salário mínimo, que será metade, quiçá, um terço dos vossos salário de 4 dígitos... Mas esses infelizmente não podem fazer greves nem tão pouco mostrar o seu descontentamento, caso contrário vão receber o mesmo salário, mas para o instituto de emprego. A classe média/baixa essa sim é a mais prejudicada por este governo que sofre todos os dias silenciosamente na corda bamba do desemprego.

Anónimo disse...

Aos 140 000 Professores de PORTUGAL

A DERROTA DAS MAIORIAS

Assim chegará aos 140 000 mil Professores e educadores...

O governo governa com a maioria e não com as manifestações da Rua, diz o Sr. Primeiro Ministro.

É verdade, se o PS não tivesse a maioria, o Governo nunca teria tido a coragem de insultar os professores, nem de aprovar o novo estatuto da carreira docente, que é um insulto a quem presta tão nobre serviço à Nação.

Já foi votada no Parlamente por três vezes a suspensão do novo estatuto da carreira docente e das três o PS votou contra suspensão.
As maiorias só favorecem os poderosos, as classes trabalhadoras que produzem riqueza saem sempre a perder. É fácil para quem tem vencimentos chorudos vir à televisão pedir para que apertemos o cinto.

Chegou o momento de ajustar contas com o PS. Se este partido tivesse menos de 1% dos votos expressos nas últimas eleições, não teria a maioria e nunca teria tido a coragem de promover esta enorme afronta aos professores. Somos 150.000, o equivalente a 3% dos votos nacionais expressos. Se nas próximas eleições, que são dentro de um ano, todos os professores votarem em massa em todos os partidos excepto no PS, este partido nunca mais volta a ter a maioria e será a oportunidade soberana de devolver ao Sr. Sócrates as amêndoas amargas que ofereceu aos professores.

Colegas, quem foi capaz de ir do Minho, Trás-os-Montes, Algarve, Madeira e Açores a Lisboa, também consegue nas próximas legislativas dirigir-se à sua assembleia de voto e votar a derrota do PS.
Em Portugal há partidos para todos os gostos, quer à direita quer à esquerda do PS, é só escolher, maiorias nunca mais.
Os professores, para além de terem a capacidade de retirarem a maioria ao PS, têm a capacidade de o derrotar, basta para isso que os professores convençam metade dos maridos ou mulheres, metade dos seus filhos maiores, metade dos seus pais e um vizinho a não votar PS, e já são mais de 500.000, foram os votos que o PS teve a mais que a oposição.

Os professores estão pela primeira vez unidos, esta união é para continuar, e têm uma ferramenta poderosa ao seu alcance, a Internet, que nos põe em
contacto permanente uns com os outros.

Façamos contas:

Esta mensagem vai ser enviada a cinco colegas. Se cada um dos colegas enviar a mais cinco dá 25.

Se estes enviarem a mais cinco dá 125.
Se estes enviarem a mais cinco dá 625.
Se estes enviarem a mais cinco dá 3.125.
Se estes enviarem a mais cinco dá 15.625.
Se estes enviarem a mais cinco dá 78.125. se estes enviarem a mais cinco dá 390.625... isto é, o dobro dos professores que há em Portugal.
À sétima vez que esta mensagem for reenviada todos os colegas ficarão a saber a informação que ela contém.

Começou oficialmente a campanha eleitoral dos Professores contra o PS.

Não votes PS!

Nuno Ribeiro disse...

O problema deste país continua a ser o estigma de 40 anos de ditadura. Mesmo achando que este governo é o pior desde o 25 de Abril, liderado por um primeiro ministro que distribui arrogância e aparece envolvido em constantes suspeitas de corrupção, o povo mesmo assim é burro e vai voltar a votar nesta gente que tem prejudicado tudo e todos, com especial brutalidade sobre a classe dos professores. Talvez devido às "facilidades" que o P.M. teve no Ensino durante toda a sua vida como estudante, é daí certamente que estão a sair todas estas iniciativas contra os Professores. No entanto, aos Professores não engana ele, apesar desta classe estar repleta de cobardes que assim que foram esticados partiram como esparguete....

Professor Nuno Ribeiro

Nuno disse...

Vomitei 3 vezes durante o vídeo. A quem peço uma indemnização???

Anónimo disse...

Ainda vão dizer que é mais uma cabala contra o PS

Anónimo disse...

Um anónimo escreve aqui que o Sócrates pertence à Maçonaria...
Santa ignorância !
Julga o anónimo, que qualquer monte de esterco pode estar na Maçonaria?
Quer comparar o Estalinocrates com Fernando Pessoa, ou mais recentemente o Dr. Arnault, ex-Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, SOCIALISTA e "Pai" do Serviço Nacional de Saúde, que este Governo tem estado a estrangular?
Santa ignorância...

Kurcudilo disse...

Boa noite Colegas & Companhia !

Então agora parece que é moda em Portugal, falar-se só de porcaria !
Falem de coisas sérias e agradáveis.
Querem um mote?
"Técnicas de Compostagem de um Governo pseudo-socialista."

Anónimo disse...

Padre Melícias com pensão de 7450 euros

O padre Vítor Melícias, ex-alto comissário para Timor-Leste e ex-presidente do Montepio Geral, declarou ao Tribunal Constitucional, como membro do Conselho Económico e Social (CES), um rendimento anual de pensões de 104 301 euros. Em 14 meses, o sacerdote, que prestou um voto de obediência à Ordem dos Franciscanos, tem uma pensão mensal de 7450 euros. O valor desta aposentação resulta, segundo disse ao CM Vítor Melícias, da "remuneração acima da média" auferida em vários cargos.
Vítor Melícias entregou a declaração de rendimentos no Tribunal Constitucional em 2 de Fevereiro de 2009, mais de um ano após a instituição presidida por Rui Moura Ramos ter clarificado a interpretação da lei que controla a riqueza dos titulares de cargos políticos. A 15 de Janeiro de 2008, o Tribunal Constitucional deixou claro que, ao abrigo da lei 25/95, 'de entre os membros que compõem o CES, se encontram vinculados ao referido dever [de entrega da declaração de rendimentos] aqueles que integrem o Conselho Coordenador e a Comissão Permanente de Concertação Social, bem como o secretário-geral'.
Com 71 anos, Vítor Melícias declarou, em 2007, ao Tribunal Constitucional um rendimento total de 111 491 euros, dos quais 104 301 euros de pensões e 7190 euros de trabalho dependente. 'Eu tenho uma pensão aceitável mas não sou rico', diz o sacerdote.
Melícias frisa que exerceu funções com 'remuneração acima da média, que corresponde a uma responsabilidade acima de director-geral', no Montepio Geral, na Misericórdia de Lisboa, no Serviço Nacional de Bombeiros e noutros organismos.
PERFIL
Vítor José Melícias nasceu em 25 de Julho de 1938 no Ramalhal, Torres Vedras. Exerceu funções em inúmeras entidades, muitas vezes de forma voluntária e gratuita. Tem uma forte ligação à União das Misericórdias.

Anónimo disse...

Acção paradigmática da mesquinhez lusitana e do reles povo que neste canto habita. Perante tanta evidência, não tosse nem muge.

vitor disse...

QUE MISÉRIA QUE POBREZA E É ISTO QUE ESCOLHE O POVO PORTUGUÊS. SÓ ESPERO É QUE O PROVERBIO NÃO SE APLIQUE MAIS UMA VEZ.....
"CADA UM TEM O QUE MEREÇE"

Monique HLS "La Bomba" disse...

Que vergonha! Quando é que todo o povo saí à rua?
Estamos a entrar numa ditadura, a ser roubados pelo governo, pelas grandes empresas, empresas estas que têm todo o apoio do nosso estado!
De que vale ser-mos um país cheio de estágios profissionais e "novas oportunidades", se estamos a ficar sem pão para comer!

Ricardo disse...

Há um anos em Buenos Aires falava com um taxista acerca da crise e currupção na Argentina.

A única coisa que ele me disse foi: "Isto só vai melhorar quando matarem um desses que está no poder"

Jorge M. Lopes disse...

Não é de surpreender.... Vai na linha que o governo nos tem habituado...
Vivemos numa democracia ditatorial...
O governo não tem respeito pelo povo, em parte somos culpados porque não nos damos ao respeito. O grande problema foi que o 25 de Abril foi feito com cravos e não com tiros.
Talvez uma ameaça de golpe de estado resolvesse algumas coisas... digo eu...

Anónimo disse...

Compreendo que muitas pessoas, legitimamente, estejam decepcionados com os politicos e as politicas neste país.Temos a obrigação, já que o dever por vezes parece não bastar, de intervir dentro das nossas possibilidades para alterar esta situação.O voto livre foi uma conquista que devemos, sobretudo aos nossos pais e avós, não desperdicemos este instrumento de que dispomos.A abstenção devia ser uma arma de contestação mas os politicos defenderam-se do seu impacto de forma que uma abstenção elevada só é comentada na noite de eleições.Como já foi dito por muitos aqui, interessa é votar noutros partidos para que não se volte a cair em maiorias absolutas seja de que partido for.Os nossos politicos têm um défice democrático que se manifesta pela incapacidade de ouvir e reconhecer mérito às opiniões dissonantes, então pedem a maioria para poder governar.Já por mais que uma vez pagamos um preço elevado por estas maiorias absolutas, há que aprender!
Partilho ainda uma suspeita / esperança que,apesar do que os media fazem crer, a votação no PS seja significativamente baixa.
caso isso aconteça identificar-me-ão facilmente pois serei aquele que na noite de eleições andarei, pela primeira vez, a buzinar pelas ruas.
Votem, não deixem o boletim em branco nem se abstenham.

Anónimo disse...

Meus caros concidadãos, afinal tantos desejam a volta do saudoso Salazar é olhar com atenção ele já voltou.
É verdade que podemos falar mas já quase não podemos comer, é verdade que podemos fazer, que não há PIDE mas sempre temos a ASAE, é verdade que temos um Portugal que parece um jardim à beira mar plantado mas… parece que já não é bem nosso, se olharem bem foi vendido aos bocados.
Como os outros só me resta dizer… viva Salazar viva.
(Afinal no final deste ano devemos estar todos a viver na rua e os que poderem trabalharão em call centers a ganhar 300€ para alimentar as suas familias).

Anónimo disse...

Eu também votei no animal
Vou votar e heide levar mais pessoas a votar, mas PS jamais!

Anónimo disse...

Acho que a próxima "acção" dos trabalhadores é correr com este governo o mais depressa possível, para o senhor primeiro-ministro tenha ainda a possibilidade de fazer um estágio...noutro local!

Anónimo disse...

Todos aqueles q votaram no artista deviam agora ser acusados de traição ao país, eu tenho garrafas de champagne (não espumante) para a qdo a morte de alguns estadistas (soares, almeida santos e + 1 ou outro) q ainda se encontram entre nós, e este fdp do sócrates (letra pequena a condizer c a pessoa em si)ganhou o direito a entrar para a minha garrafeira á mto tempo atrás, o povo esse é manso.

Luís disse...

Votem tudo menos PS.
Este partido já nada tem a ver com o verdadeiro PS. É agora uma máquina de fazer propaganda, cara e não barata, à custa dos nossos impostos. O chefe do governo falta constantemente à verdade. A desculpa de não haver alternativa não serve. Sigam o exemplo de Espanha: Aznar mentiu e os espanhóis não lhe perdoaram. Aqui Sócrates mente e torna a mentir e o povo parece que gosta...Vamos expulsá-lo do governo, ele está a dar cabo de tudo com as suas mentiras. Vivemos neste momento uma ditadura camuflada. Nunca votem neste PS, votem noutro qualquer partido, mas nestes mentirosos NÃO!

Anónimo disse...

O verdadeiro País da Tanga.
Parabéns aos trabalhos dos jornalistas.

Anónimo disse...

Quero só responder ao anónimo que dizia que honestidade, valor e ética no trabalho já não existem e dizer que existem sim senhora, mas não são reconhecidos neste país - eu sou exemplo disso. Sou de famílias humildes, tirei a minha licenciatura numa prestigiada faculdade pública com 16 valores e agora estou a terminar a minha tese de doutoramento. O problema é que eu que labuto todos os dias da minha vida para crescer e ser cada vez melhor profissionalmente mas não tenho emprego, enquanto os senhores sócrates deste país que compraram canudos na independente já têm. O primeiro-ministro e alguma da sua equipa são o mau exemplo de como a falta de formação compensa e quem quer crescer tem de sair do país. É o país das novas oportunidades que deixa fugir quem poderia dar contributos válidos ao país, se me derem uma só oportunidade.

Anónimo disse...

Portugal está em estado de sítio e o sócrates anda a gastar o nosso dinheiro para "anunciar" o que não vai cumprir.... Isto é vergonhoso e é, antes de mais, um insulto à inteligência dos portugueses.
Mas quem ri por último ri melhor...

Anónimo disse...

No momento presente em que a dívida externa portuguesa é de 2 milhões de euros por hora!!!!Sócrates o Agente Técnico de Engenharia em vez de melhorar a estrutura das escolas, algumas sem condições nenhumas ( energia eléctrica, telhados a ter que ser arranjados,etc., continua a falar em TGV aeroportos e energias renováveis, tal como a das marés que foi abandonada pela França desde 1967 porque não é rentável. Muitas zonas do País não tem acesso à banda larga para os alunos usarem o "seu Magalhães". É fazer de nós gente estúpida. Os seus acólitos não tem classe nenhuma desde a Ministra da Educação que só sabe é perseguir os Professores até ao Ex- Trotskista Santos Silva, fiel servidor do seu Chefe.
Só espero é que nunca mais os portugueses votem no P.S.
A.S.Dias (médico).

Anónimo disse...

Socrates é um corrupto só não vê quem não quer ver. Os seus rendimentos n lhe permitem compRAR palacetes para ele e para a mae dele. A mae dle tem reforma milionária ainda ninguem sabe como é que ela teve direito a isso, e por aí a diante. Até no estrangeito afirmam q ele é um corrupto, só não vê quem não quer ver.
O homem que se dizia Doutor, afinal nem licenciatura tem, e a prova ? basta ver ele a falar inglês até os estrangeiros se riem, isto é uma pouca vergonha, os estrangeiros perderam-lhe o respeito. A representante de Cabo verde disse-lhe que os hospitais portugueses eram uma vergonha, depois de alguem ter coragem para lhe dizer isto nas trombas, o que é que querem mais?, só começarem a ser tratados como IDIOTAS que são todos os que lhe dao coberturam porque mamam tb do governo que lhe aparam as quedas. O POVO È PARVO:

A culpa é dos portugueses que votaram nele, dos IDIOTAS QUE ARRUINAM CADA VEZ MAIS ESTE PAÍS.

Depois disto basta dizer que o homem é maçon, ora aí está explicado porque esta pouca vergonha continua.

Porcaria de país, cada vez pior, lixo de gente socialista, são na verdade ditadores fascistas perigosos, pedofilos, qu até consguiram ter uma idmenização do estado e mentirosos.

O país cada vez mais está mal,está instalada a confusão e ninguem consegue trabalhar, porque o socrtates em vez de dar condições, e mesmo que n desse, ao menos deixasse trabalhar, n é ter um estado meritocratico, isso são coisas de nazis.

Deixem trabalhar!!!!

Só há uma solução: LUTA DURA, ESSES PORCOS DEVEM SER levados a tribunal a responder pelo que fizeram. Então o socrates e a sua comitiva de chulos não vão ver a sua gestão avaliada? Que nunca mais metam os cornos nem em governos nem em assembleias da republica, n são dignos de lá entrarem.

PARA GRANDES MALES GRANDES REMEDIOS:

Anónimo disse...

Se fosse nos estados unidos, o corrupto do Socrates já estava preso.!! mas estamos no país dos tristes, que se deixam governar por xicos espertos-parvos.

O socrates n tem lugar no parlamento europeu porque os estrangeiros riem-se dele, acham-no uma anedota, espero que a maçonaria n o ponha lá á força.

Esse mentiroso, e corrupto, deve estar é a trabalhar no sério, não brincar aos discursos e inaugurações ficticias.
Basta de mentiras, que até um cego vê.

TENHO VERGONHA DE SER GOVERNADO POR UM IDIOTA, IDIOTA PORQUE SE ACHA MUITO BONITO E ALEM DO POVO N GOSTAR DELE, OS ESTRANGEIROS ACHAM-NO UM PALHAÇO, SE N ACREDITAM VÃO VER OS SUS DISCURSOS E ELES A RIREM, SÃO OS EUROPEUS E DEPOIS OS AMERICANOS, ESPERO QUE N ACONTEÇA MAIS NENHUMA VEZ, PORQUE ISTO... JÁ FOI LONGE DEMAIS!!!!!!!!!!

A unica coisa que o socrates sabe fazer é aplicar meritocracia, caso ele n saiba, já ficou provado na historia, é tudo um entretem para enganar os incautos, e uma justificação para pagar favores a amigos do partido.

não sei como é que possível todo os dias andar noticias sobre casos SOCRATES, e agora sr. presidente da republica, isto não é um caso grave em que causa desconfiança para as instituições, ahhh..pois percebo só quand lá estava o santana Lopes é que a coisa era grave, AGORA NÂO È! AAAHHA::POIS ESTÀ TUDO BEM E CADA VEZ MELHOR; FRANCAMENTE BASTA DE MAÇONARIA.

Anónimo disse...

O ISEP gostaria era de estar na Faculdade de Engenharia e agora culpa os professores.
É por causa de broncos como tu que este país é o que é. Gente que dispara bitates sobre o trabalho dos outros como quem fala do futebol.Provavelmente não estão ocupados esses estágios porque são é uma exploração laboral, um aproveitamento da falta de alternativas neste país de mer....
Estágios que não servem para nada, ou só para te manter ocupado por uns meses enquanto outros enchem os bolsos ou trabalham as estastísticas, faz TU!

Anónimo disse...

Os jornalistas são os únicos que ainda fazem alguma coisa, porque os outros têm medo.

Bem o último jornalista que andou atrás DO DOUTORAMENTO (IMAGINE-SE LOL)do socrates, levou uns belos apertões, com o seu carro destruido e a sua casa destruida, só é pena que essas coisa não passe na televisão.


O PS é uma fraude, senão vejam:
O seu representante era doutor, depois descobriu-se afinal não era!!!
Afinal até tinha mestrado!!!, afinal não tinha, bem porque lhe faltava qq coisa, depois...
Era licenciado, isso eu nem kero saber, para mim é um aldrabão apenas, basta ver os discursos em iNgles que o socrates faz, o homem n sabe NADA os estrangeiros até se riem, é uma anedota.Aindam acreditam que o Socrates tem uma licenciatura a serio?, LOLL BURROS
e o que acontece quando começam á procura da verdade??

1- O tal jornalista quase morreu..

2- Fecharam a Universidade, para apagar provas, só é pena é que milhares de estudantes ficaram prejudicados por causa disto, mas o Socrates também não se preocupa.

3 Claro que não se preocupa, o país está quase na falência e vejam lá se ele se preocupa preocupa-se é com os Bancos e sabem porque?

BASTA DE TANTA SUSPEIÇÃO, BASTA DE CORRUPÇÃO A OLHOS VISTOS.

GOSTARIA DE FAZER UMA PERGUNTA AO SOCRATES:
Voçê que fala tanto em rigor nas finanças e anda atras dos contribuintes que nem um cão, diga-me se é normal um primeiro ministro fazer compras de casas através de off-shores?..olha nem me responda porque voçê é uma FRAUDE.

Anónimo disse...

QUEM DIZ QUE MAIS DE METADE DOS PORTUGUESES VOTOU SOCRATES ESTÁ A DORMIR, N TEM CAPACIDADE DE VER A REALIDADE, MAS JÁ ESTAMOS HABITUADOS, PARECE QUE GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO SOFRE DE PERTURBAÇÕES PSIQUICAS!! A VERDADE.!!CRUA E NUA.

QUEM QUIZER SABER A VERDADE, EU CONTO E EXPLICO A VERDADE QUE É SÓ UMA.

SOMOS GOVERNADO POR UMA MINORIA, SÓ UMA PEQUENA PARTE DA POPULAÇÃO É QUE VOTOU SOCRATES!!!.ESTA É A VERDADE E A RELAIDADE:

NÃO ACREDITEM? CLARO IDIOTA NÃO ACREDITA MESMO, E ESTE PAÍS AINDA TEM MUITOS.

FAÇAM QUANDO ANDAVAM NO SECUNDÁRIO, SAIAM Á RUA E ELABOREM UM INQUERITO E VEJAM QUANTOS É QUE ESTÃO CONTENTES COM ELE OU VOTARAM NELE, DEPOIS VÃO FICAR SUPREENDIDOS COM A REALIDADE.(SIMPLES) MAS A REALIDADE NÃO PODE SER VISTA POR IDIOTAS, POIS UMA DAS CARACTERISTICAS DO IDIOTA É MESMO ESSA , NÃO CONSEGUIR EXERGAR A VERDADE, MAS SE MESMO ASSIM NÃO PERCEBEREM EU EXPLICO MELHOR.

SOBRE A EDUCAÇÃO E O ENSINO EM PORTUGAL:

CUIDADO QUE ESTA VERDADE É BOMBÁSTICA. ESTÃO PREPARADOS PARA A VERDADE E NADA MAIS QUE A VERDADE??

ai VAI:

ALUNOS NÃO CHUMBAM, ASSIM ESTE É O EXEMPLO QUE UNS DÃO AOS OUTROS, RESULTADO, VAI TUDO NO MESMO BARCO E NO FIM É O CAOS, PROFESSORES ESTÃO A FORMAR INCOMPETENTES PORQUE SÃO OBRIGADOS A ISSO.OS ALUNOS JÁ N KEREM FAZER NADA E Q FAZ O PROF ??CHUMBA TODOS??, A SITUAÇÃO ESTÁ A ENTRAR NO CAOS.A CULPA É DA LEGISLAÇÃO E DAS ORIENTAÇÕES QUE A SR. MINISTRA MARIA DE LURDES RODRIGUES MADA PARA AS ESCOLAS E PROFS. SÓ TÊM QUE AS CUMPRIR.

O QUE MANDA O MINSITERIO FAZER??
UM ALUNO TEM EXCESSO DE FALTAS, O QUE ACONTECE?
TEM QUE FAZER UM TESTE.
SE PASSAR NO TESTE AS FALTAS DEIXAM DE CONTAR.
ENTÃO O QUE É QUE FAZ O ALUNO, CONTINUA A FALTAR.
AGORA IMAGINEM NEM DIGO TODOS, MAS METADE DOS ALUNOS DE UMA TURMA FAZEREM ISTO, .. É O CAOS, EXACTAMENTE NA SITUAÇÃO QUE ESTE PAÍS SE ENCONTRA.

ALEM DO PROF. TER QUE FAZER TESTES E FICHAS NORMAIS, AINDA TEM QUE FAZER ESTES TESTES ESPECIAIS PARA OS TAIS QUE SÓ VEM AS AULAS QUNDO KEREM.SÓ N PERCEBO É COMO É QUE VÃO FAZER ISSO NAS AULAS ENQUANTO ESTão A DAR A MATERIA A OUTROS, É FACILMENTE PERCEPTIVEL QUE ISTO VAI DAR NO KAOS!!!!!
MAS COMO OS ALUNOS ATE SE ORIENTAM PELOS CADERNOS DOS OUTROS LÁ VÃO FAZENDO, ASSIM SE PREMEIA A ESPERTEZA E O DESLEIXO.

MAS ATENÇÃO PROFESSOR TB NÃO PODE CHUMBAR, PORQUE SE ALUNO N KER ESTUDAR OU VIR AS AULAS, O PREFESSOR É SEMPRE O CULPADO E TEM A AVALIAÇÃO que pode ser prejudicada POR CAUSA DISTO, o que lhe prejudica também a sua carreira.

A AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES É SÓ PARA A MINISTRA OBRIGAR OS PROFS A PASSAR OS ALUNOS, QUEM N VÊ ISTO É BURRO.E ASSIM IR AS ESTATISTICAS PARA A Ue, PORQUE É DE LÁ QUE VÃO ENVIAR O DINHEIRO, ALÉM DISSO ELA QUER MAIS CURSOS PROFISSIONAIS, PORQUE ASSIM RECEBE MAIS DINHEIRO POR ALUNO. É TUDO UMA QUESTÃO DE DINHEIRO, EDUCAÇÃO JÁ ACABOU..

PORTANTO ISTO É SÓ A PONTA DO ICEBERGUE, DÁ PARA VER QUE O ENSINO JÁ ACABOU..POREM SOCRATES E A SRA. MINISTRA
...QUANDO CONFRONTADA COM OS FACTOS E A REALIDADE E COMO NÃO A PODEM NEGAR, DIZ QUE OS PROFS N SABEM INTERPRETAR A LEI, CLARO QUE SÃO TODOS BURROS, A SR. MINISTRA É QUE É ESPERTA..ENTÃO É MELHOR COMEÇAR A ELUCIDAR, MAS ISSO TB NÃO PARECE SER O PONTO FORTE DESTA INCOMPETENTE.

OS PAIS CHATEIAM OS PROFS. POR CAUSA DO MAGALHES, ACHO QUE PORFS, N TÊM NADA Q ANDAR A MEXER NO SOFTWARE DO MAGALHAES, NEM SEQUER SÃO TECNICOS AO SERVIÇO DA jp SÁCOUTO.

AGORA JUNTE-SE OS CASOS TODOS PORQUE HÁ MAIS UMAS BOAS DUZIAS PARA CONTAR E VEJA-SE A SITUAÇÃO QUE SOCRATES CAUSOU AO PAIS!!!pais sem educação, pais condenado!!! Façam o que quiserem esta é a reAlidade que está a implantar-se, vamos esperar mais uns anos para ver a ruina e o caos!!!! DEPOIS NÃO DIGAM QUE EU NÃO AVISEI!!!!


NO OUTRO DIA PASSSEI POR UMA ESCOLA PRIMÁRIA E ESTAVA MIUDOS COM OS MAGALHAES, ESPREITEI E SABEM O QUE FAZIAM??, JOGAVAM JOGOS... VÃO VER O QUE OS MÉDICOS DIZEM SOBRE AS CRIANÇAS JOGAR MUITOS JOGOS NOS COMPUTADORES,

COMECEM A PENSAR E USEM A CABECINHA,
PORTUGUÊS TÁ NA HORA DE ACORDAR E LUTAR.

ACORDEM PARA A REALIDADE!!!

ACORDEM PARA A VIDA!!!


A VIDA NÃO É SO STRESS, E ACORDAR ÁS 7 DA MANHA E CHEGAR A NOITE EM CASA SEM TEMPO PARA MULHER NEM FILHOS, ISTO TODOS OS DIAS, SEMANAS SEGUIDAS,

ACORDEM
LUTEM
SEJA HUMANOS

DEEM ALGUMA DIGNIDADE A VOÇÊS PRÓPRIOS!!

OU NÃO MERECEM???

O TRABALHO NÃO É ESCRAVIDÃO, O TRABALHO SÓ É ESCRAVIDÃO QUANDO VOÇÊ TRABALHA PARA DAR DE COMER A QUEM NÃO QUER TRABALHAR.

ESTÁ NA HORA DE LUTAR POR AQUILO EM QUE ACREDITAM!!!
SEM LUTA - OS HIPOCRITAS E OS CHULOS CONTINUAM A GOZAR.

NÃO SE AMEDROTEM COM AS PALAVRAS FALTA DE CIVISMO, OS HIPOCRITAS, VIGARISTAS E MENTIROSOS É QUE NÃO TEM NENHUM CIVISMO.

ESTÁ NA HORA DE LUTAR FORTE E FEIO, ESTÁ NA HORA DE PARALISAR O PAIS, PARA QUE NÃO PIORE.

Anónimo disse...

UM socrates suspeito de corrupção??!!, desculpem lá, abram os olhos isto já não é suspeita é certeza. È normal um primeiro ministro que só fala em impostos e ataca os contribuintes , depois comprar casa e palacetes para ele e para a mãe através de off-shores, ISTO È NORMAL???

È normal ele dar uma reforma milionária á mãe, quando a mãe nunca teve um ordenado sequer parecido a essa quantia milionária, é normal?? ainda dizem que há suspeita??

Quem se dizia doutor, afinal nem licenciatura tem, é normal??? E se ele diz que tem licenciatura, então ainda é mais grave porque o homem não sabe de nada de inglês, claro agora ja fecharama universidade ninguem pode fazer nada, provas apagadas,
por favor abram os olhos, estas coisa só acontecem porque alguem apara estas quedas e eu já disse que as aparava, só cego é que não vê.

Santa paciencia que povo mais inculto.

Quanto á ignorãncia , lá por voçê andar morto, não quer dizer que os outros são ignorantes, existem várias lojas, mas o objectivo é sempre o mesmo e oculto a quase todos os membros.
Excpeções não fazem regra.Há peças necessárias para a credibilidade, embora falsa.

O objectivo a nível mundial é bastate real e objectivo.
também não sabe que o obama é maçon, n me diga agora que tb não sabe.

Não sabe que o presidente frqncês tb é ?? n me diga q tb não sabe.

E é melhor não falar no resto....porque assim está escrito. Não há verdade que permaneça sempre em oculto nem mentira qu não venha á luz.

Ignorante é quem não sabe...
n sabe o que anda lá a fazer é apenas uma peça num xadrex ao serviço do oculto e como jesus disse, a salvação só é conseguida através de mim, o resto é ignorãncia, homem de cerviz dura, a si não é permitido sentir nem ver porque lhe trespassaram o coração e lhe quebraram as linhas.

Porque tu te intitulas iluminado os outros são ignorantes?, que luz tu vês que tu ofusca? Que olho especial te permite ver o que os outros não veêm, ó escolhido.
Não entrarás no paraíso enquanto não fores uma criancinha,é pena é essa tua luz não te mostrar isso.

Anónimo disse...

TANTA ignorãncia:
qUEM APARA AS QUEDAS DO SOCRATES?
Grandes vultos da história e da política mundial foram maçons notáveis como Voltaire, Mozart, Göethe, Mark Twain, Benjamim Franklin, e George Washington dentre outros. No Brasil, grandes nomes da nossa história pertenciam à Maçonaria como Frei Caneca, Tiradentes, Aleijadinho, Castro Alves, Dom Pedro I, José Bonifácio, Padre Diogo Feijó, José Garibaldi, Duque de Caxias, Bento Gonçalves, Marechal Deodoro da Fonseca, Marechal Floriano, Rui Barbosa, Campos Sales, o Senador Vergueiro e atualmente temos como maior exemplo o presidente Fernando Henrique Cardoso ou simplesmente F.H.C. e muitos outros. Muito bom.

De todos os movimentos libertários, foi na Revolução Francesa que a maçonaria teve uma participação mais forte, e que resultou no MASSACRE de milhares de pessoas e na ANULAÇÃO do conceito de religião, quando a França "aboliu" a existência de Deus e entronizou em seu lugar uma PROSTITUTA como a deusa "Razão"; passando à PERSIGUIÇÃO dos religiosos e à DESTRUIÇÃO de todos exemplares das Escrituras Sagradas, o que resultou em CAOS e TREVAS morais. Após três anos e meio, a situação política e social da França chegou a um estágio de DEGRADAÇÃO tal que os franceses se viram obrigados a permitir novamente as práticas religiosas abolidas.

Na história contemporânea recente, grandes personalidades do mundo, políticos de expressão internacional e presidentes dos EUA foram e são membros da Maçonaria. Franklin Roosevelt, Harry Truman, Lyndon Johnson, Gerald Ford, Ronald Reagan e Geoge Bush são apenas alguns exemplos de maçons que chagaram ao topo da pirâmide.

Dentro dos rituais maçônicos predominam os símbolos ocultistas e as coisas profundas de SATANÁS ( Apocalipse 2:24). A numerologia está intimamente ligada à geometria que, por força da profissão dos antigos franco-maçons ( pedreiros-livres) era utilizada na construção de catedrais, palácios e outros prédios. Na base dessa numerologia esotérica estão os números 3 e 5 como pontos de partida para a construção de figuras geométricas como o triângulo e o pentágono.

ORA AQUI ESTÁ A VERDADEIRA CAMPANHA NEGRA DO SOCRATES, AFINAL ATÉ O PROTEGE.

Anónimo disse...

Os portugueses realmente ou são pouco informados ou não sei... Se aprendessem qualquer coisa com o "gang do ISCTE" (que é só a melhor faculdade de gestão do país) que só há criação de emprego quando o país cresce a 2% e que para tal é necessário q as pessoas invistam, eram mais inteligentes. Numa crise MUNDIAL como a que vivemos não há condições ao investimento e como tal NÃO PODE HAVER CRIAÇÃO DE EMPREGO. a Senhora Olga Nunes, com todo o respeito pelo seu trabalho, faz o que muitos portugueses fazem. A diferença é que tem direito a fazer greve e recebe para tal. Vá perguntar à minha mãe se ela podia fazer greve qd trabalhava a 50km de casa, sem comparticipação de despesas de viagem, a ganhar 500€ e a ter de pagar a ida da filha para a faculdade. Ah sim... e a fazer uma media de 10 a 12h de trabalho por dia fora as viagens.
Ganhem vergonha. O mau ambiente das escolas é provocado pelos professores não pelo Governo.
Para finalizar só vou rematar: quem quer ser respeitado da-se ao respeito, e os professores cada vez mais se pautam pela mediocridade dando notas altas a quem é "menos mal", ou então dizem como eu já ouvi de uma professora de matemática "se tiverem menos de 9 no 1o período podem anular a disciplina que não a vão fazer". EMPENHO? DEDICAÇÃO? Os bons professores que ainda andam por ai são os que admitem que o 1o problema está nos muitos colegas que continuam a ser professores mesmo quando não deveriam se-lo.

Anónimo disse...

A classe politica já não faz parte da solução há muito tempo mas sim parte do problema.

Anónimo disse...

O problema é que os "portugas" ainda não viram que isto já só tem emenda à bofetada !

Anónimo disse...

O Sócrates é o político mais inculto, impreparado, autoritário e ditador e na minha opinião corrupto de todos os políticos que já tivémos. Mas como há portugueses que vão mais pelas aparências...deram-lhe a maioria absoluta.

Anónimo disse...

Vergonhoso, escandaloso
Como é possível uma pessoa só conseguir mentir tanto e dar cabo do nosso País.

Devia viver como muitíssimos portugueses vivem, sem uma migalha de pão para poder dar aos filhos. Repugnante

Carlos disse...

De facto parece que a cultura, a inteligencia, a educação, o bom senso não abundam por este rectangulo à beira mar plantado.
A meu ver há umproblema grave na nossa sociedade, uma grade parte dos portugueses reclama do estado mais dinheiro mais apoios e menos taxas e impostos.
Como o estado não faz dinheiro terá que ser a sociedade a pagar...sabem quem paga, não sabem? São aqueles, tal como eu, que se preocupam em trabalhar, produzir e pagar os impostos que são devidos.
Ao que parece somos cerca de #10.000.000 a residir por cá.
#500.000 estarão desempregados
#2.250.000 serão estudantes ou ainda nem isso.
#2.000.000 serão reformados
#750.000serão funcionários publicos que levam mais de 15% daquilo que produzimos.
Depois sobram uns 5.000.000 para pagar as contas de toda esta gente que, ainda por cima, passa a vida a reclamar e não fazem a ponta dum corno para que a vida das pessoas melhore.
Se a educação está uma vergonha a cupla será.....do Socrates?
Se as reformas são de miséria a culpa será .......do Socrates?
Se a justiça está pelas ruas da amargura a culpa será........ do Socrates?
Se os salários são baixos a culpa será ........do Socrates.
Bom solução é fácil corrasse com o homem e teremos todos os nossos problemas resolvidos!
Teremos?
Talvez fosse mais avisado cada um olhar para si e descobriri o que pode fazer para que o pais melhor. Pode ser só um pouqinho de cada vez e de cada um, mas que ficariamos melhores lá isso ficariamos.

Anónimo disse...

Pobre País que está a ir para o fundo e ninguem faz nada. Chega a repugnar como a bajulice e a corrupção estão instaladas em todos os sectores da vida pública, como se esbanja o dinheiro do povo em coisas supérfluas, quando já há portugueses a passar fome.

Anónimo disse...

Pobre país...
Lamento que os portugas estejam cada vez mais "AMORFOS" (professores incluídos)!!
Todos se lamentam e eu também, mas uma coisa vos digo enquanto cada um puxar para seu lado, não vamos a lado nenhum...
Pergunto: porquê os professores não se manifestaram no dia em que os restantes trabalhadores se manifestaram?????? São de uma "classe social" diferente dos varredores de ruas, dos homens do lixo, dos administrativos, dos fun. públicos, dos bate-chapa, dos carteiros, dos corticeiros, estivadores, pedreiros etc. etc. ????
Professores, médicos, enfermeiros e licenciados com emprego, são uma classe social sim! Até nas formas de luta e reividicações. A diferença entre vós e eu, é que sou func. pública com formação técnica e muitos anos de serviço e o meu ordenado não passa de uns reles 800 Eur. que levo para casa 730... Vocês levam ordenados com 4 digitos e podem ter mais do que um local de trabalho...
Enfim... não voto PS, nunca votarei PS!! MAS VOTO SEMPRE UTIL!!
Por favor acabem com a hipocrisia e já agora deixem todos de ser AMORFOS E ACORDEM ESTE PAÍS!!
SÓ A UNIÃO FAZ A FORÇA!!!

NOTA:O socrates é o que nós portugas merecemos!!! É mais fácil ficar agarrado a um teclado a criticar do sair à rua em união de esforços...
Eu tenho a minha consciência tranquila, faço todos os dias a minha parte, e vocês??? falam, falam............

Anónimo disse...

“Todos” os Portugueses se lamentam e apontam o dedo aos outros… e com razão, (uns mais outros menos), mas ainda temos os meios e uns minutos e para aqui estar (no blog)… será que hoje faz fizemos ALGO por aqueles que estão a perder tudo? Emprego, família, saúde, etc….
È certo que não devemos cruzar os braços aos políticos (relembro que TODOS eles estão lá porque nós exercemos o nosso direito, conscientemente), à crise (que é mundial) devemos sim é contribuir para que “todos” possam superar as DIFICULDADES (…de várias ordens…)
Permitam-me:

“Chorei por não ter sapatos até ao dia em que vi uma criança sem pés”
(Autor: desconheço!)

2002ti disse...

Todos os políticos deste País, fundidos numa só peça, não davam uma peça de jeito, saia certamente com defeito....

O que faz falta aqui neste País há muito tempo é uma ETA, para limpar alguns destes parasitas de vez em quando...

E tenho dito !

Vidal Castro disse...

Que vergonha,nem palaras tem para dizer,simplesmente uma vergonha.
Sem mais comentarios.
Vidal Castro-France

lourinhodeca disse...

Eh Grande Bass Man, até que enfim alguém com tomates, como vamos fazer isso, pois temos que ter em conta a quantidade de bufos que por este país buscam e trama qq um, garanto que estão pior que a PIDE,mas depois de ver o seguinte:

* Certa vez, quatro meninos foram ao campo e, por €100 compraram o burro de um velho camponês.
* O homem combinou entregar-lhes o animal no dia seguinte.
* Mas, quando eles voltaram para levar o burro, o camponês disse-lhes:
* Sinto muito, amigos, mas tenho uma má notícia. O burro morreu.
* Então devolva-nos o dinheiro!
* Não posso, já o gastei todo.
* Então, de qualquer forma, queremos o burro.
* E para que o querem? O que vão fazer com ele?
* Nós vamos rifá-lo.
* Estão loucos? Como vão rifar um burro morto?
* Obviamente, não vamos dizer a ninguém que ele está morto.
* Um mês depois, o camponês encontrou-se novamente com os quatro garotos e perguntou-lhes:
* E então, o que aconteceu com o burro?
* Como lhe dissemos, nós rifámo-lo. Vendemos 500 rifas a €2 cada uma e arrecadamos €1.000.
* E ninguém se queixou?
* Só o ganhador, porém devolvemos-lhe os €2, e pronto!
*O IMORAL DA HISTÓRIA*
Os quatro meninos cresceram, e:
Um fundou um banco chamado **BPN**
Outro uma empresa chamada **SONAE**
Outro uma igreja chamada **Universal**
E o último está num partido político chamado **PS**
E agora estão a governar Portugal!!!!

mas tem mais, temos de ter atenção à corja:
A corja

O actual sistema político português tem sido desolador. Pela improdutividade, pelo descontrole do seu próprio funcionamento e pelos abusos a que tem dado origem.
Aproveitando-se da índole pacífica dum povo inculto, adormecido por 40 anos de ditadura e exausto por uma prolongada guerra colonial, os chamados "democratas" apoderaram-se das instituições políticas do país, manipulando-as a seu belo prazer e cometendo os mesmos abusos, senão mais e maiores, dos que foram cometidos durante a ditadura e que tão criticados foram enquanto eram oposição. Criaram-se Ministros, não só sem pasta, mas sem conta, Secretários de Estado "a granel", centenas de lugares de deputados, pagos a peso de ouro, inúmeros lugares de assessores, secretárias, motoristas, etc.
Se isso se sente ao nível do país que dizer dos governos regionais. Criou-se uma pesadíssima máquina administrativa que absorve grande parte dos orçamentos regionais, para satisfação duma classe política voraz. O que dantes se resolvia com três Governadores Civis, três Presidentes de Juntas Gerais e meia dúzia de funcionários, necessita agora de inúmeros Secretários Regionais, um sem número Directores Regionais, assessores, secretárias, motoristas a perder de vista, e automóveis. Muitos e bons automóveis. Também se criou um exagerado número de deputados que reúnem pouco e que são completamente desnecessários, pelo menos da maneira que funcionam, mas cujos lugares são necessários para eles mesmos.
Todas as vezes que muda um governo mudam-se centenas de administradores de empresas públicas que outra qualificação não têm do que o cartão do partido no poder. E, dada a desafogada situação económica, renovam-se também, os Directores-Gerais, os assessores, as secretárias e a frota automóvel dos diferentes departamentos governamentais, com a desculpa de que são lugares de «confiança política»!
Creio que o vulgar cidadão tem dificuldade em entender o que são lugares de «confiança política».Poderão ser da «conveniência dos políticos», mas seguramente não por razões técnicas. Não será o melhor gestor duma determinada empresa aquele que a desconhece por completo e que como curriculum só apresenta as credenciais partidárias. Percebe-se a intenção das nomeações para as empresas públicas dos políticos dispensados de funções governativas e que nada têm a ver com as referidas empresas. Por certo que não no interesse das empresas nem do país. Não seria lógico que houvesse nessas empresas uma carreira a que se teria acesso por concurso público e quem fosse tecnicamente melhor ocupasse os lugares? Assim seria num país civilizado e sério, mas em Portugal, com um regime afro-sul-americano, será nomeado o que for o mais subserviente ao PS, ao PPD ou ao CDS ou familiar dos seus dirigentes.
Quando o governo PSD substituiu o do PS e o acusou de delapidar erário quase levando o pais à bancarrota e obrigando a renovados sacrifícios, ouvimos um coro de protestos do PS acusando o Governo de irresponsabilidade porque isso iria diminuir a confiança do povo e de eventuais investidores nacionais e estrangeiros. Agora, invertido o cenário, assistimos ao PS a acusar o PSD de "delapidar erário quase levando o país à bancarrota e obrigando a renovados sacrifícios" mas já não se fala no prejuízo de "diminuir a confiança do povo e de eventuais investidores nacionais e estrangeiros".
Nunca vemos, da parte de qualquer governo, a vontade de aproveitar uma ideia que lhe seja sugerida por um opositor. São invariavelmente chumbadas na Assembleia, quantas vezes com prejuízo do país, só porque não partiram da bancada da maioria!
Assistimos frequentemente a longos e inúteis debates, por questões quantas vezes fúteis, em que uma bancada ou o governo propõe determinada lei que já tinha sido proposta pela agora oposição e que esta longamente debate a inconveniência de tal legislação que, num passado recente, tinha ela própria proposto aos deputados!!!
As lutas partidárias tornaram-se tão estéreis e ridículas como as partidas de futebol, onde impera o clubismo, o dinheiro, obscuros interesses económicos e não o interesse desportivo. A Assembleia transformou-se também num campo desportivo, onde imperam os interesses pessoais e partidários em detrimento dos interesses do país.
O deputado pode matar, roubar, ser pedófilo, etc., que está protegido pela tutelar Assembleia! Tem direito à impunidade!
Ao deputado é permitido, dada a situação de desafogo económico do país, viajar em 1ª classe e subdividir as passagens para levar a família, a amiga e o gatinho. E ter ajudas de custo! Já não é ilegal porque o Dr. Mota Amaral propôs e permitiu a legalização da trafulhice.
Aos políticos e aos administradores das empresas públicas são concedidas benesses que ao comum dos portugueses são negadas. Basta-lhes estarem sentados durante doze anos – e às vezes nem isso – sem produzir rigorosamente nada, para ter direito a uma choruda pensão vitalícia!
Os ministros permitem-se o gozo de férias, quatro meses após o início de funções!!! O que não é permitido ao comum dos portugueses. Mas falam em acabar nos privilégios dos políticos…
Assistimos, já com indiferença, aos políticos prometerem a lua durante as campanhas eleitorais para depois de eleitos esquecerem as promessas que fizeram e com as quais conquistaram o eleitorado. Na vida civil chama-se a isso "publicidade enganosa" e os prevaricadores, se não tiverem "cunhas", são habitualmente punidos. Ao político, como não é responsável, tudo é permitido. É inimputável! O que para o comum dos cidadãos não é um adjectivo lisonjeiro.
Já ninguém acredita nos benefícios da subida dos impostos e do aumento dos investimentos públicos. Sabe-se, por experiência, que o aumento dos impostos vai servir para aumentar a classe política e alimentar as benesses que ela se atribui. Sabe-se, também por experiência, que os custos dos investimentos públicos "derrapam" sempre para benefício de quem os promove e não para benefício dos seus destinatários.
No Orçamento Regional de 2008 a verba atribuída à ALRA é de 10.412.606 €. Esta enorme despesa significa 200.242 €uros por deputado que no próximo ano aumentará ainda!! São 40.500 contos por cada um destes inúteis, fora seguramente as chorudas pensões de reforma conseguidas, não pelo seu mérito mas pela subserviência ao seu chefe partidário, em apenas doze anos de preguiça!
Recentemente foi eleito um jovem deputado, creio que ainda estudante universitário, cujo único mérito conhecido é o de ser filho do Presidente do Governo. Assim aos trinta e poucos anos terá direito a uma choruda pensão de reforma sem necessidade de trabalhar ou de ter preocupações! Seguramente que lá está para defender os interesses do povo…
Ser-se deputado deixou de ser uma função. Passou a ser uma profissão. Numerosa, bem paga e com direito a chorudas pensões vitalícias. Os deputados nos Açores são 52 para uma população de 241.763 habitantes. A manter-se uma proporção Lisboa deveria ter 2.150, os Estados Unidos 63.026 e a China 276.811 deputados. Alguns puristas, ainda assim, acham que temos poucos deputados.
As despesas da Assembleia da República foram de 109.818.630 €uros (22 milhões de contos) !!!!!! Dividindo pelos 230 vorazes e inúteis deputados temos uma despesa de 477.472 € (95.724 contos!!!) por cada um dos elementos desta corja.
A inacreditável reabilitação de Salazar e do Estado Novo, 40 anos após a sua morte, deve-se unicamente à conduta política e podridão destes "democratas" que se apoderaram do poder para se servirem a si e aos seus, transformando o próprio Estado no maior ladrão e caloteiro que o país conhece, muitas vezes a coberto da lei que eles próprios inventaram. Salazar, com todos os seus reconhecidos defeitos, nunca beneficiou a família ou a si próprio com benesses e privilégios monetários escandalosos. Sendo um ditador quem o impediria de o ter feito? Não o fez simplesmente porque era honesto. Não era democrata e não o escondia. Talvez menos pelo sistema em si, mas porque conhecia demasiado bem os nossos "democratas". Encobriu escândalos? Seguramente. Mas hoje a transparência democrática também o faz, quando não consegue através da inoperante justiça ilibar os criminosos.
São os casos de óbvio enriquecimento dos detentores de cargos políticos sem que ninguém cuide de investigar como e porquê. São os casos dos faxes de Macau, da Casa Pia, dos McCann, das viagens fantasmas dos deputados, dos Isaltinos, dos Valentins, das Fátimas Felgueiras, das derrapagens nas obras públicas, etc, etc, etc,.
A negligência demonstrada enquanto detentores de cargos de responsabilidade, pagos a peso de ouro pelos miseráveis contribuintes, é premiada com o encobrimento quando não com a promoção. São disso exemplo os casos recentes dos gestores da CGD e do Banco de Portugal.
A Democracia deixou de ser um objectivo e uma atitude perante a vida, para se tornar num álibi. Para se ser democrata não é só preciso ser-se eleito. É imprescindível ter uma mentalidade e comportamento democrático, que definitivamente não encontramos nos nossos políticos. Tudo é permitido porque afinal são democratas e dizem defender o povo e o país. Como é óbvio…
Para um país miserável, falido, sem indústria e sem agricultura, com 500.000 desempregados, tecnicamente em recessão e com 334 mil pessoas recebem rendimento social de inserção, fonte de inaceitáveis e injustificáveis abusos, é escandaloso este estado de coisas.
Antigamente obrigavam-nos a pertencer à Mocidade Portuguesa. Agora obrigam-nos a subvencionar os partidos políticos, quer queiramos quer não, quer acreditemos neles ou não, quando numa verdadeira democracia deveriam ser os seus militantes a fazê-lo voluntariamente. Mal estaremos nós se tivermos de subsidiar todas as agremiações e empresas que se revelem improdutivas e não rentáveis, só para benefício dos insaciáveis que vorazmente se alimentam da política.
Já não surpreende ninguém, nem os próprios políticos, a cada vez mais elevada abstenção nos actos eleitorais. A meteorologia tem servido como explicação encontrada para justificar o desinteresse. Se há chuva é essa a razão porque os eleitores ficam em casa. Se faz sol é porque foram para a praia. Se está ameno será porque foram passear. Nunca pelo desencantamento, desinteresse e até revolta.
Votar em quem? E para quê? Só pelo simples prazer de mudar de embusteiro e colaborar com esta corja? Não vale a pena…

Anónimo disse...

não percebo o que é querem:
é pouco o que o Governo faz?
sempre é melhor que nada ...
mas acautelem-se os srs Funcionários Públicos ... não se deixem manipular ... não entrem em jogadas ...
é que os tempos não estão para reivindicar alterações, melhorias ... mas para lutar por resistir à crise ...conservar o posto de trabalho ... não vá o agravamento da situação exigir-nos solidariedade com os milhares (sempre em crecendo)de desempregados ... não nos podemos esquecer que o Funcionalismo Público, os políticos, os parlamentares e todos os seus acólitos e apaniguados, consomem muito do que não produzimos e, neste aspecto, não produzimos mesmo nada.
aproveitemos para, com calma, meditarmos um bocadinho ...até dá calafrios, não é?...

L, M:.M:. disse...

E há muito mais: Os delírios do ambientalista "new-age" José Sócrates não têm qualquer
possibilidade de encontrarem sustentação, a curto ou mesmo médio prazo, na realidade em que vivemos.

Há alguns dias, escutei uma conversa entre um jovem pai, trabalhador da construção
civil, morador numa pequena aldeia de mil e poucos habitantes do nosso interior, e a proprietária de uma loja, a quem ele pedia que lhe
fiasse uma garrafa de gás até ao final da semana, quando receberia o
vencimento. A proprietária negou o pedido, alegando que ela própria estaria
em grandes dificuldades para honrar os seus compromissos. O rapaz abandonou
a loja sem a garrafa de gás. Presumo que nessa noite não terá tido gás para
cozinhar ou para aquecer a água para a sua higiene pessoal. Nem ele, nem a sua família. Tem um filho de 10 anos e uma bébé de poucos meses.

Nessa mesma noite o nosso inenarrável José Sócrates apelava aos Portugueses
para "investirem na energia solar" e comprarem os "modernos" painéis solares...

Acho que não é preciso comentar o desfasamento, já sintomático de uma qualquer patologia, entre a visão do
1º Ministro e a realidade do País.

Menos emissão de gases com efeito de estufa e mais carros a entrarem nas
cidades, por força da inadequação dos transportes públicos (veja-se a situação aberrante do serviço ferroviário regional e interurbano...), não são
realidades que se apliquem ao mesmo País.

Erménio disse...

Os portugueses têm aquilo que merecem.

Anónimo disse...

Se a educação está uma vergonha a cupla será.....do Socrates?

Claro!!! de quem é?, será culpa dos milhares funcionários pub.s? pense bem?, se é que sabe pensar....

1-Quem é que impõe uma politica de director de escola, em que deixa de haver democracia e passa a haver um director tirano que pode tudo? Um director de escola obrigou profs a passarem um aluno que nada fazia nas aulas e já tinha ultrapassado o limite de faltas. E por quê?? Para cumprir a politica dq ministra: alunos não chumbam, passam todos. (Caso real)

2-Quem é que impôs uma politica de os alunos não reprovam, mudando as leis, e promovendo o desleixismo e a irresponsabilidade dos alunos? Os alunos agora já não chumbam por faltas mesmo injustificadas. Eles não aparecem na escola mas passam, lindo!!!. Quem é que impos esta politica? Deve ter sido o pai Natal. Depois admirem-se que futuros cidadõs não queiram trabalhar e não conheçam a palavra responsabilidade, mas pior os outros que até têm uma boa educação veêm isto, e desaprendem. Então de que é a culpa do futuro deste paìs estar comprometido?, do sócrates não é,... é do pai natal.


Vão impondo culpas aos outros sim, mas uma coisa é certa, a educação só tem tendência para piorar...e o resto.

3_ Quem é que impôs uma politica de certificação dos alunos, os alunos não vão á escola aprender, vão para lhes certificar, para o mais ignorante distraído, certificar é dar um diploma. O interesse é que por cada "aluno" certificado a ministra Maria de Lurdes Rodrigues recebe um grande financiamento da União Europeia.


Perguntem aos alunos o que acham desses cursos, ou têm medo da televisão lá ir e ver a realidade? Sabe o que eles dizem, eu transcrevo,"estes cursos são uma palhaçada não têm qualquer interesse, e não aprendemos quase nada"
Será a culpa dos profs. que cumprem escrupulosamente o que o ministerio manda fazer?portofolios, + fichas+n sei o que...é só burocracia para certificar, mas o aluno aprender já não interessa.A culpa n é do socrates..mas do pai natal.


3-Quem não vê que o ensino passou de uma obrigação do estado em formar cidadôes para um negócio??

4-Quem é que impoe uma politica de recuperação falsa dos alunos. A ministra da educação OBRIGA os profs. a recuperar alunos que já chumbaram. Então se um aluno andou 4 meses na escola, faltou montes de vezes não quiz saber da matéria nem das aulas, reprovou, os profs têm que andar a fazer testinhos de recuperação e planos de recuperação para estes alunos, ao mesmo tempo que dão aulas aos outros????
Fazer isto tudo ao mesmo tempo= caos. E os alunos não aprenderam em 4 meses vão aprender numa semana com um planozeco de reuperação que a minstra impôs.??

È este o desleixoismo e irresponsabilidade e o facilitismo que se promove aos futuros ciadãos deste pais, tudo em prol das bonitas estatitisticas.

Então de quem é a culpa se não é da ministra ou do socrates, deste governo PS que impões esta pouca vergonha.

NUMA ESCOLA DESTAS, NEM ALUNO APRENDE, NEM PROFESSOR CONSEGUE TRABALHAR. ESTa É A REALIDADE E A CULPA É SÓ DUMA PESSOA, MARIA DE LURDES RODRIGUES E SOCRATES. ESTA É A ÚNICA REALIDADE. ESTA É A ÚNICA VERDADE.

Perguntem lá á ministra da educação se isto é assim.
promove o facilitismo?
Não, isso não é verdade não tenho conhecimento de casos desses.

promove a iresponsabiloidade?

Não, isso não é verdade não tenho conhecimento de casos desses.

Os professores recuperam alunos já chumbados?

Não, isso não é verdade não tenho conhecimento de casos desses.

ESTE PAÍS DEVIA EXPULSAR 30 % DA POPULAÇÃO QUE VOTARAM SOCRATES. 30% É UMA MINORIA E COMO ESTAMOS EM DEMOCRACIA ...ESSES 30% SÓ ESTRAGAM O PAÌS.

VEJAM A REALIDADE QUEM QUER VER.
ACHO QUE ESTÁ NA ALTURA DE DIZER BASTA, NÃO SEREMOS MAIS GOVERNADOS POR TIRANOS, COM O APOIO DE MINORIAS!!!

Anónimo disse...

O socrates fez compras de casa através de uma off-shore. Se fosse nos EUA já estava no desemprego.

Cá em Portugal esta acção do Socrates só mostra o seu desrespeito pelo povo, afinal ele também participa nos meandros mais escuros da corrupção.

Anónimo disse...

As finaNças andam atrás das pessoas, mas só peÇOo uma coisa.

Não há poder neste paìs ou isto é uma ditadura?

Não há poder neste paìs que investigue donde veio os ESRONDOSOS RENDIMENTOS DO SOCRATES, que não foram deClarados nas finanças, donde vieram esses rendimentos?

Desculpem, mas ISTO não me parece uma democracia, isto na relidade é uma DITADURA.

EIS O FACTO: SOCRATES NÃO CONSEGUE JUSTIFICAR DONDE VEIO O DINHEIRO PARA FAZER AS COMPRAS IMOBILIÁRIAS QUE EFECTUOU, O QUE FAZ O PAIS, ..NADA, ESTÁ Á MERCÊ DUM TIRANO.

TRISTE PAÍS ESTE SEM FUTURO.!!!

NÃO ACREDITO NUM PAÍS ASSIM.
NÃO ACREDITO EM FUTURO.

ASSIM NÃO É POSSÍVEL.

Anónimo disse...

O PALHAÇO, ESTE NOJO, VAI PARA A ESCOLA PAHH (BEM AGORA TB NÃO HÁ ESCOLA A SERIO DESTE CABO DE TUDO) A DAR CABO DA IMAGEM DO PAÌS.

EIS A VERDADE PURA, NUA E DURA.

http://www.youtube.com/watch?v=frw4KMrynD0

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=frw4KMrynD0

É TRISTE SERMOS GOVERNADOS POR QUEM NÃO SABE O QUE É FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO.
POR QUEM PENSA QUE UM CURSO É SÓ CANUDO PARA ASSINAR PAPEIS E GANHAR DINHEIRO.

POR QUEM DEU CABO DA EDUCAÇÃO DESTE PAÍS.

EIS A VITIMA DO SEU PRÓPRIO ÓDIO!

http://www.youtube.com/watch?v=frw4KMrynD0

Anónimo disse...

onde estão os revolucionários, como aqueles que fizeram o 25 de Abril ?? não entendo este "laisser aller" ..., porque ainda há muito BOA GENTE capaz de parar tudo isto ! À espera de quê ? De um aval da UE, de um partido ?? AVANTE, camaradas ! AVANTE !

Anónimo disse...

Olá ao comentador que se auto entitula ISEP... pense 2x antes de afirmar que os professores não têm vontade de trabalhar. Cada pessoa deve afirmar a sua opinião e julgo que a generalização de opiniões nunca beneficiou ninguém... pois se os professores não querem trabalhar consequentemente os alunos não aprendem e não se gera conhecimento. Assim sendo, no seu caso não se terá gerado aprendizagem... espero realmente que não tenha sido esse o caso!

margarida disse...

Toda a gente tem uma opinião acerca dos estágios profissionais, que agora são até jovens de trinta e quatro anos, mas ninguém ainda se deve ter apercebido que o centro de emprego só paga 55% do vencimento e que a empresa ou empress têm que pagar 45%. e para além disto não se tem mais nenhum subsidio. E é o interessado que tem que ir fazer-se a vida o centro de emprego limita-se a aprova-lo ou não.
Agora digam-me qual a empresa que me vai aceitar, estão com a corda na garganta, todas as empresas, apesar de todos os incentivos que recebem. Eu pessoalmente por esta via desisti, e uma palhaçada.
Esta medida é para tapar o sol com a peneira...

humberto disse...

Humberto diz: o mal dos portugueses é votarem descuidadamente no primeiro sujeito que lhes aparece a vender Magalhaes a 50 euros, para depois os irem vender na feira da ladra pelo dobro! Esquecendo que depois o têm que gramar mais quatro anos a mandar. Mas entretanto já ganharam também uns euros! E quantos dos que disseram aqui Jamais, não acabam por votar nele em Outubro? Também não é por causa dos 50 anos de ditadura. A maior parte dos activos já se não lembra dessa época! É porque gostam de criticar sem responsabilidades políticas ou profissionais. Somos os Portugueses Suaves, sacrificados mas alegres!

João Ambrosio disse...

Isto é vergonhoso como é possível um pm
anda a fazer de palhaços toda uma população.
Se o elegerem novamente, este país é de
facto habitado por atrasados mentais e
pertence ao 499º mundo.
Este tipo de política já nem em África é possível.

agemito disse...

Até parece que todo o problema de desemprego é só deste PM.. nenhum de vós votou nos anteriores PM's?? Querem que ele invente empregos quando este país tem milhares de DESEMPREGADOS.. é uma realidade!! Mas.. quantos deles abdicam do subsidio de desemprego e vão trabalhar por um ordenado mais baixo??
O mal nisto tudo é que quando este sair um pior há-de vir!

F. Freitas disse...

Se o Primeiro Ministro arranja tantos estágios porquê os professores, dos cursos profissionais e de educação e formação, ministrados nas escolas públicas terem que mendigar junto das empresas para arranjar estágios para os seus alunos????

Olivia disse...

Como é possivel um primeiro Ministro falar em estágios, de certeza que ele não fez nenhum, isso é trabalho escravo,de borla, é o lançamento para o desemprego, é verdade, porque deixam o trabalho todo para os estagiários e quando estão feitos dão-lhes um pontapé e nada de ficar na empresa. Estes são os verdadeiros estágios no nosso País.Espero que os Portugueses se lembrem disto quando forem votar.

Anónimo disse...

Não entendo nada...
Classe média baixa com ordenados de três digitos? - Isso é ser pobre.
Bombas... - Só conversa!...
Terei de ser eu a despoletar a primeira?
Não, eu até gosto do senhor...
Magalhães? - Ninguém foi obrigado a ficar com eles...
Greves e obrigatoriedade de passar alunos? - Mas afinal medo de quê? Do lugarzinho individual mantido e talvêz melhorado?
Funcionários públicos? - Pensei que já tinham acabado todos com a aplicação na nova lei que rege o trabalhdor para o estado. Se me não engano já não há funcionários públicos, passaram todos automáticamente a contratados como funcionários do estado.
Finalmente a utilização da lingua de forma escrita deixa muito a desejar em todos os comentários, mesmo neste. A formação já andava mal antes.
............
Manuel Português

A RELAXING PLACE disse...

Falaram atrás que o povo português é cego e vai votar outra vez no Socrates. É verdade que até o são, mas há gente, como eu, que vê estas coisas e não fica indiferente. Ao votar no PS não estou a votar no melhor mas sim no menos mau. São duas coisas completamente diferentes e que eu acho importante esclarecer. Votar em partidos que apenas falam, mas que nunca apresentam medidas, ou votar em partidos que se fossem eleitos a maior parte das nossas empresas eram nacionalizadas? Para quê? Mais vale ficar com o que estamos que assim não nos arriscamos a ficar com um muito pior...

Anónimo disse...

Não votei P.S.
Acho que o 1º ministro está a ser cruxificado, pelos erros de muitos que lá estiveram, ou até consequência da globalização que em tanto nos beneficia. Que ele tem feito coisas ridiculas, também é verdade, mas a mim parece que tem-se esforçado. Qualquer outro faria melhor? até pode ser verdade, mas neste momento, não sei que outro lá poria. Não me agrada a Ferreira Leite, e os outros partidos não me parecem consistentes o suficiente para assumir a governação do pais sem cometer erros mais graves do que os que Socrates tem cometido. A solução não a tenho, mas creio que ela passa pelos nossos deveres de cidadão:
-votar (sempre!);
-reclamar sempre que temos razão pra isso, fazendo valer os nossos direitos de cidadão ou consumidores;
-criticar construtivamente apresentando alternativas, em vez de ofender e rebaixar;
-cumprir as nossas obrigações fiscais! se a maioria nao fugisse ao fisco, estariamos todos a pagar muito menos impostos;
- aos pais, apliquem-se na educação dos vossos filhos, ensinem-lhe valores morais basicos como respeitar os mais velhos e saber poupar para o futuro, educar é vossa função, os professores servem para ensinar a ler e escrever e tudo mais do que ai advem;
- sejamos criticos de nós mesmo... será que os nossos lares estão a ser bem governados? Se a resposta é não ou talvez, como podemos enxuvalhar quem tem que governar milhões.
Não estou a favor do Socrates, apenas creio que fazer das suas atitudes umas "noite da má lingua" constante nao ajuda em nada.

Uma mae, esposa, cristã e cidadã

Anónimo disse...

estes omentários mostram gente triste amarguarada, que perante as dificuldades só querem pendurar alguém no pelourinho. deu-vos para o Sócrates. Fiquem contentes, pobres diabos...

Anónimo disse...

13 de Abril de 2009 8:46, de lourinhodeca:
Li com atenção esse comentário, e, para mim foi o mais claro e sentido desabafo, e manifestação de revolta para com um série de situações e acontecimentos politicos absolutamente inaceitáveis.
De facto, o que essa pessoa relatou é apenas a ponta do iceberg. Faltou a declaração de Sócrates na TV (salvo erro, na SIC-Internacional), que ganhava € 5 mil/mes e pagava mais de 30% de IRS, e com isso andou a comprar casas em Lisboa. Faltou o caso de Manuel Fino, que, "fino", especulou com dinheiro emprestado, se lixou, e as dívidas de € 62 milhões foram assumidas pelo Estado, ou seja, pelo contribuinte. Já para não falar no caso Free Port, que tem levado jornalista a tribunal, por relatarem os factos. A que ponto chegamos?
Sim, porque não falar dos "diplomas" da UNI, de Sócrates e Armando Vara (que alegadamente tinha o 4º ano quando ingressou na UNI. Hoje é Dr. ...).
E esse é o fruto da Revolução dos Cravos, para instaurar a democracia? Estamos nas "garras" de um bando de proxenocratas, criminosos, chulos da democracia. "Que morra Dantas..."

Ana disse...

Compreendo e por vezes partilho de toda essa revolta, em que se deseja a luta armada e a tomada de vez do "poder" pelo povo. Mas não menosprezem o 25 Abril. Considero que o Estado é mal utilizado e é deliberadamente esquecido o seu verdadeiro propósito. Ele deve apenas "organizar" os diferentes planos como são o social, o ambiental e económico, rumando à sustentabilidade. Deve dirigir o seu trabalho no sentido em que o povo o propõe, isto é, a democracia participativa. E há diferentes sistemas com diferentes visões do mundo. A que temos é a capitalista (PS e PSD) desde o 25 Abril. O capitalismo apenas se apoia na democracia para ser melhor aceite, ainda que os seus propósitos sejam outros. Pois o que faz é apenas "governar" para os grandes poderes económicos. Vivemos numa democracia profundamente corrompida e manipulada. O que não significa necessariamente que esta não possa vir a funcionar e que o papel do Estado não possa vir a ser outro, num diferente sistema. Porém não se iludam, o capitalismo nunca mudará o seus objectivos e tudo o que fará pelo povo é por pura caridade, pois ele não governa para o povo. E também não devemos confundir Estado com poder. É com o intuito do poder que estes usam o Estado, mas não é para isso que ele existe. Pergunto-me:
- O que querem do Estado enquanto regulador do sistema de um país?
- Porque é que não apostamos de vez no socialismo?

Saúdo alegremente a luta duradoura e construtiva dos professores. Não deixem de discutir e evoluir na vosso movimento. Não recuem agora. Porque são vocês uma das bases mais importantes de uma sociedade, e devem ser respeitados e reconhecidos. Porque têm nas mãos o futuro. Bem hajam!

Ana
(estudante universitária)

Área de Projecto 8º Anos A e B - EB 2/3 S de Mêda disse...

Uma vergonha :P
Deus queria que ele não vá no meu trabalho... apertar a mão dele seria a morte para mim.
Porreiro. para quem pá? Tô fora :)

Jorge Mendes disse...

"Pena que os portugueses não vejam estas coisas com olhos de gente." Concordo inteiramente com o Jorge Reis. A corja dos prof's deste país conseguiu parir este estado de alma que por aqui vai. Temos de educar os nossos jovens a não esperar do estado o que não são obrigações do estado.
Não inventemos, copiemos o que de melhor se faz. Vamos ver onde está bem feito e transporte-se para aqui. Os israelitas assim fizeram com o ensina da matemática e copiaram o sistema de Singapura. Copiemos o estatuto da carreira docente sueco e implantemo-lo por cá. Até podemos pagar o mesmo que por lá (obviamente em valores relativos do PIB).....há muito para fazer além de dizer mal. Abraços para quem ama Portugal, acima das corporações.

Fernanda Ribeiro disse...

Os portugueses têm o que merecem.
Fizeram um 25 de Abril para quê?
Eu digo-vos.
Para haver liberdade para termos hoje toda a m.... que essa dita liberdade nos trouxe.
droga, despudor, roubos e tantas coisas mais.
Houvi muitas vezes dizerem os mais velhos que no tempo do Salazar que muita gente passava fome.
E hoje não passam?
Hojealém de muita gente estar a pssar fome temos tudo aquilo que antigamnete não tinhamos, nomeadamente criminalidade que se farta, droga que se farta, endividamentos que se farta, desemprego que se farta etc etc.
Evoluimos é certo. Mas atrás da evolução veio tanta, mas tanta porcaria, que acreditem que tenho saudades dos tempos antes do 25 de Abril.
Portugueses pelo andar da carruagem, este país está se a tornar um paraíso para os bandidos começando pelos próprios governantes que nos roubam à descarada. Para que eles tenham uma boa vida, (carros pagos, despesas pagas casas pagas, telefones pagos etc etc.. Nós o povo temos que andar de transpotes, passar fome, parcas pensões, baixos ordenados e tantas outras coisas que só o povinho sabe pelo que passa.
É tanta a miséria neste país que a té já cansa comentar.

anabela disse...

o Sócrates tem muito que aprender com alguns professores das escolas secundárias. Os directores dos cursos profissionais conseguem protocolos de estágio para turmas de cerca de 20 alunos (se tiver 3 turmas são 60 estágios)...
DEVIA ERA TER VERGONHA!!!

JotaP disse...

solução para os nossos problemas diários, não passa só por não votar PS. Passa por uma conscientalização do povo português. E quando digo povo, não falo só de quem vive nas grandes cidades. Falo do povo de Portugal. Os jovens crescem sem objectivos, sem esperanças. Vivem no pleno materialismo que nós adultos criámos. Este é o futuro que criamos e entregamos aos nossos filhos. Sócrates foi mais um erro que os eleitores portugueses fizeram,assim como fizeram noutras legislativas. Todo e qualquer político, só chega ao topo sendo corrupto, ou ter que acabar por vender um pouco a sua alma ao "diabo". A solução passa pela educação dos nossos jovens, quer na escola e nos lares. Passa pela conscientalização de como viver em sociedade, algo que muitos jovens não sabem fazer. A criminilidade juvenil aumentou. Jovens de 12, 14 16 anos aparecem nas notícias recentes como autores de crimes graves. E nós o que fazemos??? Abanamos a cabeça e queixa-mo-nos de como a vida vai mal. BASTA. Nós, povo, contamos com a força dos professores. Voçês podem mudar estes jovens. Apresentar alternativas de vida, que não a deliquência.
Apoio a vosso luta, mas também temos que ser realistas. Pois à muitos entre voçês que não têm a minima vocação para ensinar criânças. Digo por experiência própria, pois tenho uma filha e pertenço a uma comissão de pais, e vejo como alguns professores pouco ou nada se preocupam pelas crianças. Fazem de tiranos, dando ordens como militares fossem. Poucos são aqueles que vejo, e troco ideias, sobre como lidar com os jovens. Esses não se furtam a falar com os pais, e a conviver. Outros passam por nós no portão, e nem respondem aos "Bons Dias" que nós (Ass. Pais) dizemos. Sejam lideres, pois quem é lider, tem jovens que os seguem, com amor e alegria. Com sede de aprender. Sejam lideres e ensinem as crianças a pensar. A ver + ler, a analisar, e por fim capazes de tomar uma decisão. Seja errada ou não, pois temos que ensinar que errar faz parte da condição humana. Mas também é atravês do erro que as crianças vão evoluir no seu processo de aprendizagem.

Não sou professor, nem andei em nenhuma universidade ou faculdade dos Istec ou outros I qualquer coisa. Andei numa escola, onde se ensinava o SENSO COMUM, algo que já anda muito perto da extinção....

Anónimo disse...

Só agora é que vi esta fantochada! Admirado? Nem pensar, dos políticos que temos não é de esperar outra coisa... Sobram dedos de uma mão se contarmos os POLITICOS correctos, os outros coitaditos, nem sabem sequer o que é servir o país ou os seus compatriotas...para não falar de outras coisas piores.
FD

Anónimo disse...

Sou professora e com muito orgulho! Não aceito que me digam que sou corja ou vadia ou preguiçosa porque não o sou! Trabalho de segunda a sexta, não com um horario das 9 as 19 mas o meu trabalho não é só dentro das pequenas salas(para 15 alunos mas com o dobro dos mesmos lá dentro), todos os dias levo trabalho para casa e la trabalho por vezes até à meia noite ou à uma, desde corrigir fichas, trabalhos em livros ou cadernos que levo dos meus alunos, planear aulas, preparar material( cartazes, jogos, videos, fichas, desenhos, graficos, etc) realizar relatórios de todas as actividades, actualizar Projecto Curricular de turma,actas de reuniões, avaliações, planos de recuperação etc, etc, etc... e depois disto ainda chego à escola e me deparo com crianças que praguejam, batem, estragam as coisas da escola e dos colegas, sem poder olhar para eles e repreendê-los porque essa não é a minha função, nem tenho esse poder!!!!!Não quero ser uma professora com poderes militares mas se houvesse mais educação haveria mais espaço para ensinar tanto que há por aí para aprender!A escola está formando adultos sem cultura porque perdemos tanto tempo com burocracias, ensinar valores e maneiras que pouco sobra para ensinarmos realmente o que deveriam aprender numa escola! Sim porque agora vejo-me a ensinar como se fala, como se come de garfo e faca, a que horas se devem deitar, o que devem comer, como devem agir perante o próximo,como devem amar o proximo,dando sermões sobre o que não se deve fazer....será que esta não é a função dos pais ou agora passamos a ter tambem essa tarefa!Para além de que muitas vezes ao tentarmos comunicar com os pais informando os feitos ou as asneiras de seus filhos estes limitam-se a não aparecer e não se importarem sequer!!! Realmente eu tenho um ordenado de 3 ou 4 digitos e se calhar muitos acham que é demais mas sei que pago duas casas( a da minha familia e aquela que vivo a centenas de km da minha terra, o carro ou o transporte publico que me leva ao local de trabalho, a alimentação diária e ainda o material escolar(folhas, cartlinas, cores, papel vegetal, plasticina,tintas, etc) que tenho de comprar do meu bolso porque a escola não tem condições para pagar o que utilizo para motivar os alunos. E depois de isto tudo vem alguém do ministério que nunca trabalhou numa sala de aulas com crianças ou adolescentes nas condições que trabalhamos e nos dizem que somos preguiçosos e que os resultados escolares negativos que o país apresenta é culpa do professor!!!! Obrigada por deitar em terra todos os sacrificios que eu e milhares de outros professores fazemos TODOS OS DIAS!!!!

Anónimo disse...

PORTUGUESES, NESTAS ELEIÇÕES VOTEM NUM SÓ PARTIDO, O DA ABSTENÇÃO. NÓS TEMOS O PODER DE ACABAR COM ESTA PALHAÇADA!
SE VOTARMOS TODOS EM BRANCO, OU SEJA NÃO MARCARMOS NENHUMA CRUZ, E ENTREGARMOS O NOSSO VOTO NAS URNAS EM MAIORIA NACIONAL...NÃO SÓ OS PARTIDOS TEM QUE MUDAR TODOS OS CANDIDATOS BEM COMO A U.E. VAI ANDAR EM CIMA DO GOVERNO CORRUPTO ACTUALMENTE A GOVERNAR O NOSSO PAÍS. SEJAM RADICAIS! "O POVO TEM O PODER, SÓ NÃO SABE COMO O USAR"

Anónimo disse...

Eu cá não tenho memoria curta e deixem que vos diga desde o 25 de Abril que PS/PSD com ou sem CDS têm feito ataques ao povo e seus direitos. Votem em quem vos defende e merece o vosso voto chega deste vira que vira que nada muda a abstenção só favorece o PS e PSD esse é o erro que eles querem que o povo faça assim continuamos no mesmo. VOTEM EM QUEM MERECE E VOS DEFENDE NÃO EM PAPAGAIOS

Vitor disse...

Pois não é que depois dos 150000 empregos prometidos temos agora a promessa de 12 Estagiários?
Só que esta "visita pastoral" a uma unidade fabril não se quaduna com a "quase" impossibilidade de tais "estágios profissionais" se efectuarem no sector público, e porquê, porque foi emanado acerca de 3 anos um Diploma que restringe fortemente a entrada de tais estagiários na função pública, bem carênciada de "sangue novo" e com habilitação superior.
Não percebo como não entende porque perdeu as "europeias", e vai perder as restantes eleições, apesar do "new look", do "mise en scéne" - pseudo-humilde - "pecador-me-confesso" por alguma atitude menos apropriada (ah, a CULTURA)- a desconformidade, os acto-precipitados, as falha de comunicação, "and so on..." com que nos presenteou na recente entrevista televisiva.
Talvez a culpa seja do "mancha-negra" que anda por aí a atomentá-lo, eu diria antes - se houver ainda algum resquício de consciência política - ("não é a mesma coisa que escrupulo democrático"), que pare, escute e olhe - com toda a humildade democrática digo, "estamos fartos, cansa-nos de tanta verborreia, de tanta inconsistência política, de tanta desesperança." Nós não somos estúpidos, masoquistas ou débeis, a memória não é tão curta como se apregoa e os erros de uma má governação vão ser bem pagos. O PS entregou definitivamente o poder de bandeja à Direita, da forma mais gratuíta e mais triste de que há memória. Vai certamente ficar na memória de todos nós!

Vítor Gomes

Anónimo disse...

O problema é que as pessoas não deram conta que isto não começou em 2008,mas sim em 2005 e agora só há 1 opcção"rua com estes palhaços".
O déficit, vai se outra história, quando sairem, vai ser pior do que em 2001, no famoso governo do pantano vai deixar um valor incalculável e vamos ver se a "comissão Constâncio" vai conseguir avaliar.
Meus amigos, estes srs. que nos estão a governar, mais de 80% deles foram do governo do Tonecas, portanto está tudo dito, repetentes e burros, foram e continuam a ser, com uma agravante, mentirosos, falsificadores, incompetentes,etc.,etc.etc.,...........

Tonecas Melga disse...

O Sócrates & Pandilha Lda já se foram, tarde, mas foram !
Agora chegou o tempo do Coelho & Pandilha Lda!
Não haverá volta a dar a este circulo vicioso de interesseiros, de proxenetas, a viverem á custa do Zé Povinho?
Então dizia o Passos Coelho:
- Comigo não há job for boys , nem favores nem chulices,nem outras merdas...
Começou a já a contrariar tudo o que disse.
Vejam quem foi nomeado para a Caixa Geral de Depósitos.
Vão á merda !
MENTIROSOS !

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page