sexta-feira, 13 de março de 2009

A PALAVRA AOS PROFESSORES APOSENTADOS

Nome: Maria Hercília Agarez de Campos Marques
Disciplinas: Português e Francês
Vila Real

Exerceu vários cargos nas escolas por onde passou; dinamizou inúmeras actividades culturais; colabora regularmente na imprensa escolar e regional; escreve regularmente, sob os géneros de crónica, ensaio e conto; a sua investigação tem se centrado em Camilo Castelo Branco e, sobretudo, em Miguel Torga; a partir de inúmeros estudos e muitas conferências feitas em 2007, ano do centenário do nascimento do autor de Reino Maravilhoso…, M. Hercília Agarez publicou a obra Miguel Torga. A Força das Raízes. Um itinerário transmontano (papiro).

- Que reforma do ensino seria necessária?
‐ Restituir aos docentes a dignidade e a autoridade que lhes vêm sendo retiradas. Exigir deles competência científica e pedagógica através de uma avaliação estruturada com base no bom senso. Acabar com o facilitismo e com medidas demagogicamente populares como é o caso das Novas Oportunidades.

‐ Momentos gratificantes da sua vida docente?
‐ Além da satisfação pessoal sentida no fim de aulas consideradas bem sucedidas, o sucesso de acções de dinamização cultural em que estive envolvida.

- Ponto alto da carreira?
‐ Numa carreira de 37 anos não é possível, felizmente, responder no singular.

- Fale-nos dos seus mestres ou figuras de relevo?
- Marcou‐me, pela positiva, a minha professora de Ciências que tomei como modelo da minha prática pedagógica e que foi ser profissional, mantendo uma boa relação com os alunos e criando um clima de trabalho propício à eficácia da aprendizagem.

- Qual o livro que mais a marcou na vida? E na sua profissão?
‐ O livro que, na vida, mais me marcou foi "Um Homem não Chora" de Sttau Monteiro. Profissionalmente "Os Maias" de Eça e "Le Silence de la Mer" de Vercors.

- O corpo docente reformado de uma escola não poderia constituir um “Conselho de Homens Bons”, como nas cidades antigas?
‐ Nos tempos que correm duvido que algum professor aposentado ache aliciante voltar a assuntos relacionados com a Escola.

- De que é que lhe deixa mais saudades a profissão?
‐ Deixou‐me saudades o carinho recebido de alunos e colegas. Deixaram‐me muitas saudades as aulas de Literatura Portuguesa.

- Que mensagem deixaria aos professores?
‐ Que invistam no seu papel de professores/educadores e que não percam a esperança de verem revertida a insustentável situação criada pelo actual Ministério da Educação.


1 comentário:

Anónimo disse...

Aimda há reformados lúcidos...
Muitos parabéns...

Tenho encontrado alguns comentadores, que se apresentam como professores reformados, que deixam muito a desejar.
Eu até penso que é mais uma aldrabice dos inimigos dos professores...
Antes seja!

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page