quinta-feira, 2 de abril de 2009

COMENTÁRIO: NÃO VOTEM EM BRANCO NEM SE ABSTENHAM

A entrada OS ESTÁGIOS DE SÓCRATES tem suscitado um conjunto de comentários interessantes, alguns dos quais em textos e reflexões que merecem destaque.

Porque nem todos se dão ao trabalho de ler na íntegra todas essas reflexões, passaremos a colocar aqui diariamente alguns desses textos.


Compreendo que muitas pessoas, legitimamente, estejam decepcionadas com os políticos e as políticas neste país. Temos a obrigação, já que o dever por vezes parece não bastar, de intervir dentro das nossas possibilidades para alterar esta situação. O voto livre foi uma conquista, que devemos sobretudo aos nossos pais e avós. Não desperdicemos este instrumento de que dispomos. A abstenção deveria ser uma arma de contestação, mas os políticos defenderam-se do seu impacto de forma que uma abstenção elevada só é comentada na noite de eleições.
Como já foi dito por muitos, interessa é votar noutros partidos para que não se volte a cair em maiorias absolutas, seja de que partido for.
Os nossos políticos têm um défice democrático que se manifesta pela incapacidade de ouvir e reconhecer mérito às opiniões dissonantes. Então pedem a maioria para poder governar!
Já por mais do que uma vez pagámos um preço elevado por estas maiorias absolutas. Há que aprender!
Partilho ainda a suspeita/esperança de que, apesar do que os media fazem crer, a votação no PS seja significativamente baixa.
Caso isso aconteça identificar-me-ão facilmente, pois serei aquele que na noite de eleições andará, pela primeira vez, a buzinar pelas ruas.
Votem! Não deixem o boletim em branco nem se abstenham.

Comentário de Anónimo, em 2 de Abril de 2009 12:21 (com título, destaques e alterações/correcções da nossa responsabilidade)

6 comentários:

Anónimo disse...

seremos dois, tb irei pela 1ª vez

Anónimo disse...

Exactamente: Votem! Votem com intenção! Deixar de votar é premiar quem não merece.
O voto é a derradeira arma, em democracia, e deve ser usado ou para sancionar a política do governo, ou para condenar essa mesma política.
Um cidadão eleitor interessado, como deviam ser todos, não pode deixar de se manifestar deste modo. De outro, a abstenção é coisa de somenos para os políticos.
Quem ainda duvida, ponha os olhos nos níveis estrondosos da abstenção nas eleições americanas, por exemplo. Lá como cá, os políticos conseguem conviver bem com a abstenção. Pouca ou nenhuma mossa lhes faz. Só o voto expresso os incomoda.
Saudações
Elias

Anónimo disse...

Acrescentem mais um à festa. Já somos três a ir para a rua pela primeira vez.

Anónimo disse...

É preciso votar, mas contra o PS. Eu e minha família votaremos contra dando o voto ao BE ou PCP. É preciso dar o lugar a outros pois estes não prestam, nem têm vergonha alguma, nem respeitam os outros, nem respeitam a lei. São um autêntico gang de mafiosos.

carlos freitas disse...

chega de passividade, vamos votar em força, e mandar este pessoal para as galés, de onde nunca deveriam ter saído.

Fernando Jorge disse...

claro que irei.A não ser que os detentores da consciência achem mal que aqueles contorcionistas que entregaram os objectivos por motivos pessoais,puxem o tapete aos contabilistas do regime.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page