quarta-feira, 29 de abril de 2009

ERRADICAR A VIOLÊNCIA

Erradicar a indisciplina e a violência nos estabelecimentos de ensino

São vários os casos noticiados ultimamente nos Media acerca de indisciplina e violência perpetuados nas escolas portuguesas. Em Abril de 2008, um aluno de 16 anos agrediu com um murro na cara uma cozinheira numa escola secundária, em Almada; uma professora no Barreiro foi igualmente agredida, a pontapé por uma aluna de 11 anos; uma outra educadora em Celorico da Beira foi espancada pela mãe de uma criança de 6 anos; anteriormente, uma aluna de uma escola do Porto exaltara-se e envolvera-se em confronto físico/verbal com uma professora, em plena sala-de-aula, por causa de um telemóvel; agora, mais recentemente, foi a vez de um grupo de alunos, de uma outra escola do Porto, ter apontado uma arma de plástico à professora da turma, exigindo-lhe uma nota positiva na disciplina…
No início do 2º período lectivo aconteceu (in)directamente comigo o caso que passo a transcrever e que denunciei ao PCE do Agrupamento a que pertenço: um aluno (vindo de uma família desestruturada) agrediu física/verbalmente duas AAE da minha escola e uma professa das AEC em dias alternados. Como tenho de supervisionar as ditas cujas, abordei directamente o encarregado de educação. Em primeiro lugar informei-o e adverti-o verbalmente do comportamento reincidente/desviante do seu educando menor, mas consciente dos actos praticados. Não caiu nem foi aceite lá muito bem a reprimenda! Posteriormente, fiz prova dos episódios ocorridos, através de ofício e com testemunhos oculares do sucedido; dando conhecimento à CPCJ e ao MP da situação por via hierárquica. Não me parece que até à presente data algo tenha sido feito de significativo e em prol de resolução do(s) episódio(s)! E só com a minha persistência e poder de intervenção junto do aluno vou resolvendo os conflitos por forma a não descambar em violência sistemática e generalizada para com os restantes alunos da turma, com quem por vezes também é problemático. Só penso quando e a quem caberá ser a próxima vítima! Mas adiante...
Agora, acabo de tomar conhecimento pela comunicação social do caso de três alunos pertencentes ao Agrupamento Vertical de Escolas de Penacova que foram sancionados e obrigados a trabalho comunitário por defenderem os seus direitos, ao protestarem contra o Estatuto do Aluno, por terem participado numa manifestação pacífica! Tudo isto é VERGONHA NACIONAL e merece ser divulgado para que toda a gente saiba um bocadinho daquilo que se vai passando nas nossas escolas, no ensino e num Portugal onde há crise… de valores, de autoridade e cujos responsáveis governamentais teimam em ignorar. Até quando? Isto sim deve provocar a nossa indignação.
É preciso consciencializarmo-nos de uma vez por todas que não se pode nem se deve menosprezar e desvalorizar os sinais dos tempos, pois não estamos livres, nem sequer seguros que um dia destes não possa vir a acontecer em Portugal o mesmo que aconteceu num passado recente na América ou na Finlândia, uma vez que não é com acontecimentos dramáticos que se deve dar valor à intervenção que deveria ter existido previamente e nunca depois! E quantos mais casos serão precisos acontecer para as autoridades responsáveis despertarem e perceberem ser necessário devolver a autoridade perdida aos professores em nome do modernismo? E para quando legislação eficaz que faça cumprir as leis na hora, como resultado causa-efeito? É que não basta falar somente de autonomia, de descentralização, de falhas de interpretação dos decretos, de mediadores de conflitos e sei lá o que mais!...
Quanto às famílias, é preciso e urgente que assumam com frontalidade, com objectividade, com empenho a Educação dos mais jovens; incutindo-lhes desde cedo competências como: a disciplina, a responsabilidade e o civismo. Não esquecer que a educação deve começar em casa, no ambiente familiar próximo. Como alguém vaticinou: “ a educação é a única coisa que poderá evitar que as novas gerações mergulhem na pobreza”… na anarquia e, consequentemente, no abismo - acrescento eu.


ZECA
(zeca.abt@hotmail.com)

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page