sexta-feira, 17 de abril de 2009

PROFESSORES NÃO TITULARES VÃO GANHAR MENOS 800 EUROS

O conteúdo do último parágrafo (sublinhado) tem o condão de poder fazer rir e chorar!


Nacional

Professores titulares vão ganhar mais 800 euros

ALEXANDRA INÁCIO

O Governo confirmou esta quinta-feira a criação de mais um escalão na carreira docente. Em reacção, o líder da Fenprof alerta que um professor que atinja o topo ganhará menos 800 euros que outro que consiga chegar a titular.

A criação do 7º escalão era previsível depois da revisão na Administração Pública. Ontem, após nova ronda negocial com os sindicatos sobre a revisão do Estatuto da Carreira Docente, o secretário de Estado Adjunto da Educação, Jorge Pedreira, sublinhou essa "nova possibilidade de progressão para os professores que não consigam chegar a titular por falta de vaga".

Já de acordo com o secretário-geral da Fenprof os professores que atingirem esse 7º escalão, serão os "que fizeram a prova de acesso e se candidataram a titular" e que por não conseguirem vaga ficarão no índice (remuneratório) 272 enquanto os "que tiverem vaga" de titular atingirão o índice 370: ou seja, receberão mais 800 euros ao final do mês, "contas redondas", calculou. O pior, frisou, é que tanto uns como outros "revelaram o mesmo mérito e competência" e só são divididos "por uma sorte [existência de vagas] que lhes é alheia. Depois não me venham dizer que reforma não é economicista".

Mário Nogueira classificou a ronda negocial de "fraudulenta" por o ME, acusa, só "pretender aperfeiçoar mecanismos" como a prova de ingresso, a avaliação ou as quotas e não "rever" o ECD.

"O ME apenas aceita que haja um processo de ajustamento, de retoques ou aperfeiçoamentos num mau estatuto que impôs aos professores. É por isso que digo que este processo de revisão é uma fraude, porque não se trata de um verdadeiro processo de revisão", insistiu o líder da Fenprof. Na próxima semana, a Plataforma Sindical vai promover uma semana de consulta aos docentes e "se a apreciação das propostas do Governo for negativa voltamos a avançar para a Luta", assegurou.

O Governo admitiu prescindir do número limitado de vagas de acesso a titular se os sindicatos acabassem com a contestação.

In Jornal de Notícias (sublinhado nosso).

2 comentários:

Anónimo disse...

800 euros significa comprar alguns professores, espero que a ganância não divida uma classe...isto é o jogo deste desgoverno. Fico para ver os opoRtunistas a esfregarem as mãos como Barabás!

SINDICATOS E OUTRAS FORÇAS VIVAS DA CLASSE, LUTEM PELA NÃO ACEITAÇÃO DE DINHEIROS, NÃO SOMOS JUDAS ..... SOMOS PESSOAS DE RESPEITO

Ana disse...

Não só isto mas também a proposta de revisão do ECD que o ME está a enviar aos CE’s deve SER divulgado todos os dias. Deve ser “agarrada” PELOS MOVIMENTOS E SINDICATOS na tentativa de recuperar alguns daqueles que se deixam cair na armadilha da avaliação.
Devemos agradecer e co-responsabilizar os colegas que entregaram os objectivos individuais e pediram aulas assistidas pelo “bem” que fizeram a toda uma classe.
Talvez agora percebam que apenas foram usados pelo ME.
ESTÁ NA HORA DE ACORDAREM e RENOVAR A LUTA.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page