sexta-feira, 15 de maio de 2009

ESTRATÉGIAS TECNOCRATAS

A desfiguração da escola pública e o Governo PS

Miguel Tiago, deputado do PCP

A doutrina tecnocrata que tem presidido à prática política do Governo do Partido Socialista, orientado o seu rumo neo-liberal e justificado toda a sua intervenção para o desmantelamento do Estado assenta precisamente nos pilares de uma sociedade que agora se revela em ruínas. É a política da gestão, do Estado cada vez menor, da privatização, da sacralização do "mercado", da subordinação do público ao privado e da política à economia. Seria por isso mesmo de esperar que, numa altura como a que vivemos, toda essa estratégia de vassalagem aos interesses privados, fosse questionada e merecesse do Governo uma ponderação. E no entanto o que se verifica é que o Governo prossegue, completamente alheado da crise mundial do capitalismo, a sua estratégia de desfiguração do Estado.

É nessa estratégia de desfiguração do Estado que assenta toda a política do Governo, sem excepção da sua política educativa de subversão do sistema educativo público. Sob a orientação do Partido Socialista - sem vestígios de uma política de esquerda - a Escola da República converte-se na Escola do "mercado de trabalho". É exactamente dessa subversão da Escola Pública, do seu papel para suporte e aprofundamento da democracia, que parte uma a acção do Governo, convertendo a escola num mero espeaço de reprodução de assimetrias sociais e económicas. A Escola deixa de ter como objectivo a supressão das assimetrias e a formação da cultura integral do indivíduo e converte-se num espaço de mera formação profissional, sujeita e obediente a um processo de encaminhamento para a vida activa que se baseia quase exclusivamente nas necessidades efémeras do "mercado de trabalho" - que o mesmo é dizer: sujeita aos caprichos do poder económico. E o grande problema surge exactamente no facto de os interesses económicos não serem correspondentes aos interesses nacionais.

A estratégia de desfiguração da Escola Pública que agora presenciamos não é mais do que a aplicação pura e dura da doutrina neo-liberal da direita mais retrógrada à política educativa. A privatização, o fim da democracia nas escolas, a submissão da escola aos interesses privados, a prioridade à formação de jovens trabalhadores desprotegidos para ingressar rapidamente no mundo da exploração e da precariedade laboral, o ataque aos direitos dos professores e dos auxiliares de acção educativa, são apenas expressões dessa política.

Por isso mesmo, é cada vez mais importante convocar a comunidade educativa, os estudantes, os professores, os auxiliares e outros funcionários, os pais e as famílias para a defesa da Escola Pública. Que todos nos empenhemos na defesa de um valor republicano, democrático e de Abril, que é a Escola Pública, pois esse valor é um bem comum, um poderoso instrumento social e colectivo para o desenvolvimento nacional. É a peça fundamental para a formação dos nossos operários, quadros intermédios, dos nossos quadros superiores, mas também dos homens e mulheres que constroem e construirão o país que se quer cada vez mais justo, mais desenvolvido, mais fraterno.

Aproveito as últimas linhas para denunciar a estratégia de ameaça que o Governo continua a conduzir sobre os professores, agora materializando o ataque dirigido sobre quem não entregou os chamados objectivos individuais, porque entendeu que a sua dignidade e a da sua missão não colapsam perante o autoritarismo e a obsessão tecnocrata de um Ministério, felizmente, passageiro. Por isso mesmo, e porque a lei (os dois decretos regulamentares e o Estatuto da Carreira Docente) não obrigam a essa entrega, nem estabelecem os efeitos da sua não realização, o PCP apresenta no dia 13 de Maio um Projecto de Resolução na Assembleia da República para que o Governo tome medidas no sentido de não permitir que os professores que não entregaram os objectivos sejam penalizados no seu processo de avaliação ou na sua progressão na carreira.

In Expresso.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page