quarta-feira, 17 de junho de 2009

CASA DO PROFESSOR EM BRAGA

Com pedido de divulgação, por ordem de chegada:





Caros colegas e amigos,

Venho solicitar a todos, a divulgação da LISTA B e do seu Programa de Acção, candidata aos órgãos Sociais da Casa do Professor, em Braga, em alternativa à Lista da continuidade, que se apresenta apenas com a mudança de lugares de dirigentes actuais e com alguns novos rostos.

As eleições terão lugar no próximo dia 27 de Junho (Sábado) das 10h30 às 19h30.

Na impossibilidade de poderem exercer o vosso direito de voto, presencialmente, poderão fazê-lo por correspondência (via CTT ou em mão) . Cada associado apenas pode ser portador de um voto por correspondência.

Só poderão votar, os sócios em pleno gozo dos seus direitos, isto é, com as quotas em dia e aqueles constantes nas listas já entregues aos candidatos das listas concorrentes.Para tal, deverão consultar o regulamento eleitoral, em anexo, que define as regras a seguir no exercício do direito de voto por correspondência, bem como presencialmente.
O boletim de voto ENCONTRA-SE EM ANEXO.

Votem LISTA B , O ROSTO DA MUDANÇA!

Nota:
Tudo faremos para reconquistar os muitos sócios que, por qualquer razão, se afastaram da NOSSA CASA, pois de 8900 (exceptuando as baixas por falecimento) apenas continuam como sócios efectivos, i.e. em pleno gozo dos seus direitos, 3689 (Braga) e 217 (Famalicão).


SÃO NOSSO LEMA:

A lealdade
A verdade
A transparência
A humildade
O respeito por todos
A abertura a sugestões ou críticas construtivas.
O voluntariado
A solidariedade.
SERVIR



SOMOS O ROSTO DA MUDANÇA!





LISTA B




CASA DO PROFESSOR fundada há trinta anos.
• Viveremos na CASA, porque é um lar, um aconchego, uma família: a dos Professores.
• Salvaguardaremos os valores de um grupo de professores fundadores que se identificam connosco. Partiremos para esta aposta. Efectivamente, esta lista é apoiada pela maioria dos professores fundadores da NOSSA CASA. NOSSA, porque é de TODOS.
• Pugnaremos para que esses valores não sejam desvirtuados nem sofram sequer desgaste.
CASA DO PROFESSOR: um “lar” onde todos se sintam felizes e cultivem a fraternidade, solidariedade, o são convívio, uma casa onde tudo nos una e nada nos divida – valores que uniformizaram a sua formação.
• Lutaremos para que a nossa Associação se cimente nestes princípios que os Associados, desde a primeira hora, sentiram e viveram.
• Poremos à prova, sem lirismos, a nossa capacidade organizativa, o nosso espírito de serviço, a nossa perseverança, a força do nosso querer e do nosso amor à CASA DO PROFESSOR. Temos consciência da grandiosidade que é, neste momento, esta Associação graças ao labor e dedicação das sucessivas Direcções, a quem a nossa CASA muito deve.
• Não seremos donos de nada, mas sim leais servidores. O grande pilar de suporte
será o espírito de servir. É esta a nossa caminhada.
A CASA DO PROFESSOR nasceu para SERVIR e nunca para que dela se sirvam.
• Exigiremos apenas uma condição: Ser Professor. A CASA DO PROFESSOR é de todos os Professores que a ela queiram associar-se, seja qual for a sua religião, a sua raça ou a sua cor política, sem selecções e sem elitismos.
• Tudo faremos para que ninguém se sinta não desejado e, ainda menos, rejeitado. Procuraremos ser realistas e, ao mesmo tempo optimistas, sem autoritarismos, abertos a sugestões de todos.
• Daremos continuidade a todas as actividades e valências, e estamos decididos a dirigir a CASA DO PROFESSOR com coragem e com esperança, com uma metodologia renovada, com novos empreendimentos, mantendo sempre o desejo de fazer ressuscitar as metas de altruísmo que estruturam os seus alicerces.
• Respiraremos um clima de confraternização entre todos os professores e seus familiares. Serão matrizes imperiosas, a união e apoio aos docentes desempregados, aos do activo e aos aposentados. Serão servidos, todos por igual, nunca perdendo de vista o apoio aos docentes mais carenciados.
• Pretendemos desempenhar um trabalho de valores, de dignidade, de transparência, de solidariedade, proporcionando bem-estar e conforto físico, psicológico e pedagógico.
• Ambicionamos uma reformulação do Centro de Formação, procurando ir ao encontro das novas necessidades dos docentes, decorrentes das alterações do Novo Estatuto da Carreira Docente, promovendo Sábados de Reflexão com temáticas de interesse para a classe, criando acções específicas para as diferentes áreas disciplinares, sempre com preços ajustados para os formandos.
• Daremos maior dinâmica ao Centro de Recursos e Multimédia. Todos os Professores poderão frequentá-lo para trabalhar.
• Promoveremos a existência de delegados nas escolas, para que divulguem toda a dinâmica da Casa, a fim de que os professores, mantendo-se informados, possam participar activamente ou estabelecer qualquer tipo de intercâmbio institucional.
• Merecerá a nossa maior atenção, o Lar da CASA DO PROFESSOR. Tudo faremos para que os residentes personalizem o seu espaço, sentindo-se “em sua casa,” felizes. Assim, todos os seus direitos prescritos nos seus Estatutos serão integralmente respeitados. Temos consciência de todos os compromissos assumidos pela associação para com os Associados, nomeadamente, as candidaturas dos futuros utentes do Lar, não esquecendo a lista de inscrições existente.
• Manteremos uma estreita, consistente e respeitosa relação com o Director do Lar, que deverá ser sempre uma pessoa humana e academicamente habilitada para o gerir.
• Reestruturaremos o funcionamento dos serviços de Restauração, tornando-os mais acessíveis a todos os associados e residentes, atribuindo o exercício do cargo a um colaborador com formação específica na área.
• Daremos todo o apoio e colaboraremos com iniciativas várias na dinâmica da Associação Ser e Saber. Promoveremos actividades pedagógicas, desportivas e culturais. Recorreremos, sempre que possível, a peças de teatro infantil, dando vida ao guarda-roupa existente na CASA DO PROFESSOR.
• Manteremos os Seguros de Saúde Lusitânia e Soliditas, a fim de satisfazer as necessidades dos segurados.
• Humanizaremos o Auditório ao serviço dos sócios. Este estará aberto, sempre que possível, a espectáculos e outras actividades lúdico-pedagógicas, privilegiando os residentes do Lar como espectadores, para além da restante assembleia.
• Consagrando um verdadeiro trabalho democrático, estamos convictos do papel primordial das Assembleias Gerais, considerando a soberania dos Associados na resolução de problemas e tomada de decisões.
• Merecerão todo o nosso respeito, apoio e motivação os funcionários da CASA DO PROFESSOR, que desejamos continuem COLABORADORES infatigáveis e dedicados a esta “família”.
• Porque não há presente sem passado, estamos cientes de que a CASA DO PROFESSOR possui um património genético de uma classe que tem sabido realizar com sangue as suas directrizes. Tal merecerá sempre o nosso respeito.
• Pretendemos fortalecer o Espírito de Classe e continuar o esforço de fazer da CASA DO PROFESSOR um lugar de Valorização Profissional, mantendo e renovando todas as actividades de carácter social e artístico, fazendo ressurgir actividades culturais que já são glória e motivo de união. Salientam-se:
- Festa de Natal do Filho do Professor;
- Comemoração do Dia Internacional da Criança;
- Orfeão Infantil (filhos dos professores);
- Grupo de jovens da Casa do Professor;
- Exposição de trabalhos dos professores;
- Jornal da Casa do Professor;
- Abertura às mais diversas manifestações artísticas dos nossos associados;
- Apoio incondicional à delegação da Casa do Professor de Famalicão e grande abertura e colaboração com as iniciativas dos associados aí residentes;
- Abertura a outras delegações que se verifiquem necessárias, pelo elevado
número de associados;
• Fomentaremos outras actividades exequíveis tais como:
- Reestruturação/enriquecimento da Biblioteca;
- Criação/apoio de grupos desportivos/culturais;
- Visitas culturais/temáticas, aos Sábados (excursões de um dia);
- Implementação de novos cursos para ocupação de tempos livres;
- Dinamização de momentos de lazer e convívio, passeios;
- Aproveitamento do auditório com sessões de filmes infantis, juvenis e outros;
- Organização de jantares com animação para os residentes e demais associados;
- Acompanhamento dos residentes nas saídas pessoais, tais como: teatro, cinema, praia, passeatas pelas zonas pedonais da cidade;
- Actividades físicas, recreativas e culturais tendo, como primeiros destinatários, os residentes do Lar, sendo também abertas aos demais associados.
• Tudo faremos para reconquistar os muitos sócios que, por qualquer razão, se afastaram da NOSSA CASA, pois de 8900 (exceptuando as baixas por falecimento) apenas continuam como sócios efectivos, i.é. em pleno gozo dos seus direitos, 3689 (Braga) e 217 (Famalicão).


SÃO NOSSO LEMA:

A lealdade
A verdade
A transparência
A humildade
O respeito por todos
A abertura a sugestões ou críticas construtivas.
O voluntariado
A solidariedade.
SERVIR


SOMOS O ROSTO DA MUDANÇA!






1 comentário:

Anónimo disse...

Não há dúvida que quem tem rabos de palha é capaz de tudo para os encobrir. Fernando Almeida, o Padrinho II em Braga, faz de tudo para se manter no poleiro, nem que para isso mude de poiso, ai não!
Donde surgiu este grupo de inocentes que se atravessou no caminho dos sabidos. É de coragem, sim senhor. Os meus aplausos, vou torcer para que consigam limpar a casa e abrir aquelas PORTAS À luz!
bem hajam, LISTA B de "Bitoriosos".

Antero Simões G. P. O. e Costa de S.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page