domingo, 26 de julho de 2009

BOAS E MÁS ESCOLAS

Se o Presidente/Director da Escola Joaquim de Carvalho ainda for o mesmo, não espanta! Afinal o Sr. é um militante do PS, defensor das estatísticas e das políticas educativas deste governo... Rosário Gama não há muitas...

Interessante carta de um pai.

Não quero julgar a missiva que se anexa (recebida por e-mail), mas que não deixa de ser interessante... curiosa... intrigante...


________________________________

Exmos. Senhores

Chamo-me Joaquim Fonseca e moro no Paião, Concelho da Figueira da Foz, sou casado e tenho dois filhos.

Embora haja uma Escola no Paião até ao 9º ano, uma vez que trabalho na Figueira da Foz, para poder acompanhar mais de perto os meus filhos, optei por leva-los todos os dias comigo para frequentarem uma Escola mais perto do meu local de trabalho, em virtude de não ter a quem os deixar após as actividades lectivas.

Os meus filhos frequentaram a Primária das Abadias, foram encaminhados para a Escola Básica 2,3 Dr. João de Barros.

No final do 2º Ciclo, ao matricular o meu filho no 7º ano coloquei como primeira preferência a Escola Sec. Bernardino Machado por ser a que ficava mais em caminho e por esta Escola ser frequentada por muitos filhos de meus vizinhos e amigos dos meus filhos. Foi aqui que surgiu a primeira dificuldade no percurso escolar dos meus filhos.

Como tive a sorte de ter dois filhos trabalhadores que têm bons resultados escolares, a professora que fez a matricula do meu filho ao tomar conhecimento da minha vontade em o matricular na Bernardino Machado dissuadiu-me de o matricular nessa Escola dizendo que os bons alunos iam todos para a Joaquim de Carvalho, por mais argumentos que apresentasse, não me restou outra alternativa que não fosse matricular o meu filho na Joaquim de Carvalho. Não estou arrependido, mais tarde também matriculei na Joaquim de Carvalho a minha filha para os ter juntos na mesma Escola.

No entanto, ao ver e ler tantas notícias sobre Escolas e rankings, e sabendo eu o que se passa neste Concelho, os rankings não passam de uma farsa que só lhe dão importância os tolos.

A Escola Joaquim de Carvalho situa-se no centro da cidade onde moram as famílias com maior formação académica o que se reflecte no aproveitamento dos filhos. Mas não é só isso, o problema toma contornos de um requinte que merece ser divulgado.

Durante os 2º Ciclo à medida que os alunos se vão revelando como bons ou maus alunos vão sendo instruídos para frequentar esta ou aquela Escola. Se o aluno é bom é-lhe dito para frequentar a Joaquim de Carvalho porque é a escola dos bons, se ao aluno é fraco e não estuda os professores fazem chantagem dizendo-lhe se não Estudares e não fores bom aluno não conseguirás entrar na Joaquim de Carvalho que é a Escola dos craques, terás que ir para a Escolas dos aleijados; como és fraco o melhor é ires para a escolas dos burros pois na Joaquim de Carvalho só tem bons alunos e lá não têm hipótese de competir com eles. Isto é, ao fim de dois anos o alunos sem darem por ela acabam por escolher a Escola para a qual foram sendo encaminhados pelos seus professores.

O próprio Presidente da Escola 2º Ciclo Dr João de Barros ameaça os alunos que se portam mal dizendo-lhes: tu portaste mal, não te queres
corrigir, eu garanto-te que nunca te deixarei entrar na Escola Joaquim de Carvalho.

No final do 2º Ciclo há hipóteses de os alunos continuarem a frequentar a Escola João de Barros até ao 9º ano ou passarem para uma das 3 secundárias que há na cidade. Os alunos que se portam mal são perseguidos no final do 6ºano para que abandonem a Escola e vão para a Bernardino Machado. O próprio Presidente da Escola chama os alunos mal comportados ao seu gabinete e mete-lhes medo para que no 7º ano vão para a Bernardino Machado. O Presidente diz-lhes se não forem embora que lhes vai fazer a vida num inferno e os alunos com medo de represálias vão-se embora. Se quiserem confirmar o que eu digo, dêem-se ao trabalho de averiguar quantos alunos com processos disciplinares no 2º Ciclo se encontram a frequentar o 3º Ciclo na Escola João de Barros e Joaquim de Carvalho, vejam se não foram todos encaminhados para a Bernardino Manchado.

É do conhecimento de todos que os Presidentes das Escolas João de Barros e Joaquim de Carvalho se reúnem para distribuírem entre eles os alunos melhores que irão frequentar o 7ºano. Os mais fracos e irreverentes são encaminhados para as outras Secundárias. Mesmo que a vontade de um pai de um aluno fraco seja de frequentar a Joaquim de Carvalho é-lhe negado esse direito dizendo que não há vaga, se o pai de um bom aluno pretender uma das outras Escolas é instrumentalizado para que não faça essa opção porque se vai arrepender.

Se quiserem provar a veracidade das minhas afirmações, basta ver o processo dos alunos que vão para cada uma das Escolas e aí está preto no branco, alunos com negativas não entram na Joaquim de Carvalho. Isto não é segredo para ninguém, é do conhecimento público.

Mas as coisas não ficam por aqui, como as Escolas competem para ficarem bem posicionadas nos rankings, o Presidente da Escola Joaquim de Carvalho não aceita transferência de matrícula de alunos fracos que pretendam frequentar o Secundário nessa Escola, mas há sempre vaga para alunos bons que pretendam pedir transferência de matrícula, os bons alunos ajudam a subir a média. Para provar o que digo analisem os processos dos alunos que pediram transferência para a Escola Joaquim de Carvalho e vejam se há entre eles algum mau aluno...

O Presidente desta Escola alicia os pais dos bons alunos para que levem para a sua Escola os filhos. Por norma os bons alunos têm mais dificuldade a Educação Física, então aos bons alunos os professores de Educação Física atribuem uma nota no mínimo igual à pior nota das outras disciplinas, como não têm exame o professor nunca é posto em cheque; mas o mesmo já não é feito em relação às outras disciplinas.

Outro fenómeno que se nota na Escola Joaquim de Carvalho é a diferença entre as notas das disciplinas com exame e sem exame. As disciplinas sem exame têm médias mais elevadas e apresentam sucesso de 100%.

Quando fui ver as notas da minha filha os alunos riam-se das notas que os professores lhe tinham atribuído. Alguns alunos nem queriam acreditar, havia turmas em que a nota mais baixa a educação física era 16 valores, são todos bons atletas...

Nesta Escola, os professores dão notas baixas no 1º período para obrigar os pais a pagar explicações aos filhos, para que estes ajudem no sucesso dos filhos. No 3º período o sucesso dispara.

A minha filha diz que alguns professores atribuíram 2 valores, em média, acima da auto avaliação do próprio aluno. Eu vi alunos a dizerem que os professores lhes tinham dado mais do que eles tinham pedido. Um aluno disse: para o próximo ano peço 20 para ver ser o professor me dá 21. Isto é um descalabro, a minha filha fartou-se de estudar porque quer entrar em medicina, e vê colegas que sem esforço tiveram a mesma nota.

Diz a minha filha que é o próprio presidente que pressiona os professores para darem boas notas. Aqueles que não derem boas notas são impedidos de darem aulas ao Secundário, apenas leccionam no 3º Ciclo pois ai a média não conta. Mas também há professores que dão boas notas para terem uma boa avaliação.

Agora começo a compreender como têm aumentado o sucesso nas Escolas em Portugal, é um sucesso forjado de todas as maneiras.

Os pais dos bons alunos na Figueira da Foz andam de Escola em Escola a negociar a matrícula dos filhos em troca de uma boa nota a educação
física, pois para medicina as centésimas contam.

Quando o meu filho, que já está na faculdade, frequentou a Escola Joaquim de Carvalho a média da classificação interna era em média para cada aluno dois valores abaixo das classificações obtidas nos exames, os professores vangloriavam-se que os alunos subiam nos exames porque estavam bem preparados. Este ano as classificações internas ficaram 2 valores acima das classificações dos exames, os professores dizem que é para ajudar os alunos. Em quatro anos as classificações dos professores subiram 4 valores, não posso crer...

Afinal as notas dos professores são uma farsa, as notas dos exames são uma mentira, e os pais correm para as Escolas que lhes garantam a entrada nos cursos de maior média.

Mas a coisa não acaba aqui, dei-me ao trabalho de ver as pautas de Biologia, Química e Física do 12º ano e Biologia e Geologia e Físico-Químicas de 11ºano; as primeiras que eram disciplinas de muito insucesso quando havia exames, nas pautas todos os alunos estavam passados, nas disciplinas de 11ºano um grande número de alunos chumbou no exame embora tenha passado na disciplina. Ou seja os alunos do 11º ano para o 12º ano viraram a inteligentes! O que aconteceu foi que deixou de haver exames...

Mas ainda há mais, tenho vizinhos que optaram por matricular os filhos no Instituto D João V do Louriçal, perto do Paião, nas disciplinas com exame o Director exige aos professores que dêem uma classificação interna de tal maneira elevada que mesmo que o aluno tenha zero no exame passem à disciplina. Esta é a estratégia utilizada pelos colégios convencionados com o Estado, quantos mais alunos mais recebem os patrões, e os pais têm a garantia que os filhos saem depressa da Escola.

Outro fenómeno que se começa assistir-se é os pais evitarem Escolas com cursos profissionais, por serem frequentadas por alunos perigosos e os pais por questões de segurança evitam que os filhos vão para essas Escolas. As Escolas vão passar a ser rotuladas por terem ou não cursos profissionais, as que não têm são as boas, as que têm são as más...

Se me dissessem que um dia a Escola se iria tornar nesta bandalheira não queria acreditar... Afinal os rankings não passam de propaganda barata ... em que país eu vim nascer...

Joaquim Fonseca

1 comentário:

Anónimo disse...

Penso que esta carta devia ser publicada e até transformada em panfleto para que todos os portugueses( os que ainda têm massa cinzenta independentemente das suas habilitações académicas) possam reflectir sobre a farsa em que se tornou a educação em Portugal, farsa esta suportada por diplomas e leis decoradas de " extremo rigor". Lamentavelmente não iremos conseguir lavar estas feridas em pouco tempo e isso sim preocupa-me muito...

Ana
Cartaxo

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page