quarta-feira, 29 de julho de 2009

NA SENDA DA HABITUAL MENTIRA

José Sócrates foi confrontado pelos números num encontro com blogersJosé Sócrates foi confrontado pelos números num encontro com blogers

Caso: Governo inclui professores nos funcionários avaliados em 2008

Governo inflaciona números

O Governo incluiu mais de 100 mil professores nos funcionários públicos avaliados em 2008, inflacionando os números: só em Dezembro ficará concluído o ciclo avaliativo e o ‘Simplex’ que definiu as regras da avaliação docente só foi publicado em Janeiro. O caso embaraçou o primeiro-ministro, quando anteontem foi confrontado numa conferência com bloggers. O Ministério das Finanças (MF) anunciou sexta-feira que 90 por cento dos trabalhadores do Estado foram avaliados em 2008 (298369). Na educação teriam sido avaliados 160174 dos 185228 trabalhadores. Confrontado pelo CM, o MF disse que nos números estão incluídos os docentes avaliados no ano escolar 2008/09. Sem professores, só metade dos funcionários teria sido avaliado e não 90%.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro foi confrontado numa conferência de bloggers com os números anunciados pelo seu Governo e respondeu assim. 'Esses dados... isso não pode ser. Não posso responder a algo que não conheço', afirmou. José Sócrates lembrou depois que os dados revelados pelo executivo diziam respeito ao Sistema Integrado de Avaliação de Desempenho da Administração Pública (SIADAP), o qual não se aplica aos professores. Mas a verdade é que os professores foram incluídos nos números.O primeiro-ministro revelou ainda 'números fresquinhos'. 'Dos 150 mil professores em avaliação, 60 mil estão em processo final e 18 mil já tiveram nota. Até Dezembro serão avaliados os restantes', disse Sócrates. Refira-se que todo este caso foi denunciado primeiro pelo professor Paulo Guinote, que no blogue A Educação do Meu Umbigo acusa o Governo de apresentar dados 'manipulados' e construir 'uma realidade virtual para efeitos de propaganda eleitoral'. O CM tentou ainda saber se foi o Ministério da Educação que forneceu ao Ministério das Finanças o número de trabalhadores avaliados mas não obteve resposta.

O grosso dos funcionários do Ministério da Educação (ME) são professores (150 mil), enquanto os trabalhadores não docentes andam pelos 40 mil. Ou seja, dos 160 mil trabalhadores do ME que o Governo anunciou terem sido avaliados, mais de 100 mil seriam professores.

In Correio da Manhã

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page