domingo, 5 de julho de 2009

OPINIÃO: EDUCAÇÃO SEXUAL

PASSA PALAVRA

Acabo de saber recentemente (lendo) que um recém-movimento apelidado de Plataforma Resistência Nacional está a convidar directo ou indirectamente os pais a entregarem uma carta aos órgãos de gestão dos Agrupamentos, dizendo que não autorizam os filhos a frequentar as aulas de educação sexual no próximo ano-lectivo! Pois eu, como pai/encarregado de educação/ docente, devo dizer que discordo plenamente de tal atitude e não hesito em acrescentar (para que se saiba) que os jovens são o grupo que mais tem contribuído para as novas infecções de sida ( HIV) e Portugal mantém-se com a 2º maior taxa de gravidez na adolescência de toda a Europa. Eu tenho uma filha no secundário e defendo convictamente que a educação sexual deverá constar nos currículos escolares. E acreditem que isto nada tem de promíscuo ou convida à anarquia! Por isso considero ser necessário implementar a Educação Sexual nos horários como área obrigatória, com profissionais formados e contratados para o efeito e onde se discuta tudo sem medos nem preconceitos. Não deixemos que a ignorância (desconhecimento do conhecido) e o preconceito (conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou razoável) persistam/ prevaleçam. Basta de esconder a cabeça na areia.


José Carlos Jacinto
( zeca.abt@hotmail.com)

5 comentários:

Maria do Rosário disse...

Sou professora e mãe de 3 filhas e estou, ao invés do colega, plenamente de acordo com o movimento. Nas disciplinas de Ciências Naturais e de Biologia devem ser dados ( e são) os conteúdos relativos à dimensão fisiológica da reprodução, assim como os princípios da contracepção. Contudo, a educação sexual implica outros domínios, nomeadamente de natureza ética e moral, e os pais não podem e não devem colocar nas mãos da escola uma das suas responsabilidades mais importantes! Não posso concordar com mais esta imposição de um governo que pretende criar uma sociedade " à imagem e semelhança" dos seus princípios ideológicos! O ser humano é algo mais do que um mero mecanismo físico!

zeca disse...

Os princípios da lei são bons e nada têm a ver com beliscos nas convicções ou direitos da família ou nos príncipios / fundamentações mais abrangentes num sentido mais coerente e lógico das relações inter-pessoais,mas sim numa prespectiva de cultura e cuidados de saúde pública.

ZCarlos

Anónimo disse...

CONHEÇA OS PRINCÍPIOS DA LEI E VERÁ CARA COLEGA QUE NADA TEM DE TRANSCENDENTE OU INFAME.

ZCARLOS

Anónimo disse...

CONHECA OS PRINCIPIOS DA LEI E CERTAMENTE VERÁ QUE NADA TÊM DE TRANSCENDENTE OU DE INFAME COMO PROVOCATORIA À MORAL E BONS COSTUMES.

ZCARLOS

Anónimo disse...

Os princípios da lei são bons e em nada atentam à integridade e bons costumes.Trata-se de uma questão cultural mais abrangente e não obtusa de correntes filosóficas/ moralistas, sendo necessária à vida em sociedade e aos menores não emancipados mas a todos em geral incluíndo os pais que se preocupam com os cuidados de saude dos filhos.

ZCARLOS

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page