quarta-feira, 5 de agosto de 2009

CUMPRIDO O SONHO?

Não fosse o caso recente e polémico PT/Moniz/Sócrates e este vídeo (que se encontra nesta entrada), a saída de J. E. Moniz até poderia ser a coisa mais natural do mundo. Os desabafos de "coração triste" e "consciência tranquila" podem ser mais do que simples palavras de circunstância.


Bernardo Bairrão substitui Moniz
Moniz sai da TVI, mas Moura Guedes fica

José Eduardo Moniz entrou na TVI em 1998O director-geral da TVI, José Eduardo Moniz anunciou esta manhã a saída da estação de Queluz, segundo um comunicado divulgado no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários. A saída tem efeito a partir de hoje, de acordo com o mesmo texto. Manuela Moura Guedes já garantiu que vai continuar como subdirectora de informação.
[...]

Media
Moniz sai da TVI

José Eduardo Moniz vai deixar a Media Capital, grupo que detém a TVI. A decisão foi hoje comunicada à CMVM. Segundo o mesmo documento, a decisão foi alcançada «por mútuo acordo». Num comunicado aos funcionários e colaboradores da estação de Queluz, José Eduardo Moniz diz sair «de coração triste» e «de consciência tranquila»

Luís Cunha Velho substitui Moniz na Coordenação de Programas

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Media Capital informa que Moniz «cessa hoje as suas funções de Director-Geral e de Coordenação de Informação e Programas da TVI».

Segundo o mesmo documento, a decisão foi tomada «por mútuo acordo» e, a partir de hoje, o ex-Director-Geral deixa de ter «qualquer vínculo profissional em relação às empresas que compõem o Grupo Média Capital».

José Eduardo Moniz desempenhava essas funções desde 1998, quando entrou para a TVI, e o grupo de comunicação destaca o papel que teve para que a estação atingisse a «liderança indiscutível em audiências e no reconhecimento pelo público português».

Num comunicado aos funcionários e colaboradores da estação de Queluz, onde manifesta gratidão para com todos, Moniz fala no fim de «onze anos de colaboração intensa, militante, incondicional e apaixonada».

Nesse texto, José Eduardo Moniz destaca a informação e a ficção da TVI e, dirigindo-se aos colegas, e diz ter sido «uma enorme honra fazer parte desta equipa».

«Longe vão os dias, dos quais não me esqueço, em que a sua sobrevivência estava em risco», recorda.

No momento da saída, o ex-Director-Geral da TVI diz-se «de coração triste», «de consciência tranquila» e convicto de se ter orientado «por princípios de honestidade e isenção, não aceitando pactuar com orientações ou pressupostos susceptíveis de contaminarem o pacto de seriedade e de verdade» com o público.

In SOL.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page