sábado, 29 de agosto de 2009

PROFESSORES DE LEIRIA TEMEM REPRESÁLIAS

Professores da escola de Leiria temem represálias
Novo director gera clima de mal-estar na Domingos Sequeira

O novo director da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, está a ser alvo de contestação da arte de vários professores e representantes da associação de pais do estabelecimento de ensino, que se manifestam indignados, sobretudo, com o facto de ter reconduzido os elementos da Comissão Administrativa Provisória. Joaquim Silva é acusado de ter instalado um clima de mal-estar e desconfiança na escola, devido às suas “reacções intempestivas” quando confrontado com críticas.

O JORNAL DE LEIRIA teve acesso a duas actas onde essa insatisfação está expressa e ouviu várias pessoas sobre o assunto, que preferiram manter o anonimato, com receio de represálias.

Na reunião do Conselho Geral Transitório (CGT), de 15 de Julho, José Monteiro, elemento representativo dos professores, acusou o director de ter “defraudado as expectativas” ao reconduzir a equipa que estava em funções anteriormente.

“No seu programa, o então candidato Joaquim Silva propôs-se implementar uma gestão de mudança e escolher uma equipa dotada de capacidade de relacionamento humano. No decurso da entrevista realizada pela comissão especializada do CGT, o Joaquim fartou-se de criticar, e em termos vigorosos, a gestão da professora Guida Alves”, lê-se na acta a que o JORNAL DE LEIRIA teve acesso.

Uma posição que contou com a solidariedade de outros docentes com representação no CGT e em que outros professores se revêem, embora prefirem não ser identificados por temerem ser prejudicados no processo de avaliação de desempenho, nos horários e na distribuição de serviço. Face às críticas de José Monteiro, o director reagiu de forma “intempestiva”, o que motivou uma intervenção de Domingos Carvalho, presidente da associação de pais, na reunião seguinte.

“Cada conselheiro tem de poder expressar a sua opinião livremente, sendo que qualquer análise feita, mesmo que discordante da opinião expressa, não dá o direito a comportamentos menos correctos. Referiu que o bem comum da escola deve ser sempre preservado com base no diálogo, não sendo aceitável que comportamentos agressivos interfiram na forma e na qualidade do relacionamento que sempre existiu neste órgão”, refere a acta.

CONSELHEIROS CHOCADOS

Em resposta às observações de diversos elementos do CGT, Joaquim Silva “lamentou a forma, na sua opinião, incorrecta como o assunto foi colocado” na reunião anterior e “terminou dizendo que essa comunicação ainda poderia ser motivo de instauração de um processo disciplinar”, o que foi contestado por alguns conselheiros, que se manifestaram “chocados”.
Domingos Carvalho considerou a situação “muito grave” e “ficou preocupado e chocado por a intervenção de um conselheiro poder vir a ser alvo de um procedimento deste tipo”. “Acrescentou ainda que os membros do CGT têm o dever de criticar o director sempre que ele não proceda correctamente.”

Confrontado pelo JORNAL DE LEIRIA, Joaquim Silva preferiu não se pronunciar por considerar que esse assunto é do foro interno da escola. “Não estou para alimentar polémicas. As pessoas têm todo o direito de dizerem o que quiserem. Vivemos num País democrático.” Mantém, contudo, a convicção que de fez bem em reconduzir a equipa anterior. Aliás, em declarações anteriores ao JORNAL DE LEIRIA, Joaquim Silva justificou essa decisão com a expressão “em equipa vencedora não se mexe”.

Alexandra Barata

In Jornal de Leiria, edição de 27 de Agosto de 2009

2 comentários:

Hurtiga disse...

O José Luiz Sarmento, do blogue As minhas leituras, atribuíu ao "Vade Retro"o prémio representado por este selo.

As regras que o prémio acarreta são as seguintes:
1- Colocar o selo no blogue;
2- Indicar 10 blogues que considero viciantes;
3- Informar os indicados;
4- Publicar no blogue três coisas que pretendo fazer no futuro.

Três coisas que pretendo fazer no futuro:
1) continuar a malhar na malta porque é o que faz falta;
2) continuar a divertir-me com este espaço;
3) dedicar um poema à sinistra ministra quando chegar a hora do adeus, o qual será aqui publicado.

Os blogues que nomeio são os seguintes:

A Educação do meu Umbigo
Anarca constipado
Anterozóide
A sinistra ministra
Blogue dos marretas
Cantigueiro
MUP - Movimento Mobilização e Unidade dos Professores

Portugal dos Piqueninos
The Braganza Mothers
WEHAVEKAOSINTHEGARDEN

celeste caleiro disse...

Na minha escola, com nova direcção,eu também começo a temer não sei bem o quê...o painel dos sindicatos, e não só, já desapareceu da sala de professores!

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page