terça-feira, 15 de setembro de 2009

CNIPE DENUNCIA PROBLEMAS

CNIPE denuncia problemas
na abertura do novo ano escolar

Neste inicio do ano lectivo, a Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação vem alertar para o facto de nem tudo estar a decorrer dentro da normalidade como o Ministério da Educação tem feito crer.
Constatamos, por exemplo, que os problemas na Educação Especial estão mais uma vez a provocar um clima de insegurança e de ansiedade nas famílias.
De acordo com testemunhos e denúncias que chegaram à CNIPE, no dia da abertura das aulas, houve pais que foram confrontados com o facto dos filhos e educandos se encontrarem nas escolas sem professores da educação especial, tendo sido colocados no seu lugar professores do quadro sem qualquer especialização.
Na verdade, e ao contrário do que tem dito o Ministério, encontram-se muitos professores com especialização ainda por colocar.
Atendendo à aplicação da CIF (Classificação Internacional de Funcionalidade) e à fórmula de cálculo para a atribuição dos professores de apoio (número de horas/número de alunos) encontram-se muitos alunos sem apoio, muitos deles inseridos em turmas numerosas e com vários anos de escolaridade.
A CNIPE reafirma a necessidade de serem constituídas as equipas multidisciplinares que muita falta fazem nas escolas.
Embora o Ministério não valorize, há escolas em Territórios Educativos de Intervenção Prioritária, situadas em contextos mais desfavorecidos, que estão em dificuldades para abrir portas porque não têm ainda todos os professores colocados.
A CNIPE alerta também para o facto da aplicação dos planos de contingência para a Gripe A estar em risco sobretudo nas escolas que se encontram em requalificação. Na verdade muitas escolas estão a funcionar em monoblocos (vulgo contentores) cujas condições perante um ou dois casos de gripe, facilitam o contágio.
Outras escolas estão de tal maneira sobrelotadas que será impossível concretizar uma das principais medidas dos planos de contingência que é a obrigatoriedade de existir uma sala destinada ao isolamento.
Verificam-se também casos em que os planos de contingência elaborados pelas escolas-sede dos agrupamentos, normalmente as EB 2/3 ou secundárias, não são aplicáveis nas restantes escolas ou jardins de infância do mesmo agrupamento que ficam a distâncias significativas.
Apesar destas situações, a CNIPE formula votos para que o novo ano lectivo decorra num clima de estabilidade, de diálogo, de exigência e de rigor, com uma motivação por parte dos agentes educativos que permita a construção de uma melhor Escola, perspectivando um maior futuro para os nossos filhos e educandos.

A Direcção da CNIPE
Lisboa, 15 de Setembro de 2009

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page