quinta-feira, 3 de setembro de 2009

COINCIDÊNCIAS DO CANECO NO PAÍS DAS MARAVILHAS

Polémica na TVI
Manuela Moura Guedes: "Temos pronta uma peça sobre o Freeport"

Manuela Moura Guedes confirmou hoje ao PÚBLICO a demissão da direcção de informação da TVI depois da suspensão do Jornal Nacional que apresentava e coordenava e que amanhã regressava depois de um período de férias. Moura Guedes revelou que tem pronta uma peça com notícias novas sobre o caso Freeport, feita por uma jornalista da sua equipa. “Temos pronta uma peça sobre o Freeport, com dados novos e, como sempre, documentados”, disse a jornalista, recusando-se a fazer mais comentários.

A direcção de informação da TVI anunciou, por volta das 13 horas, a sua demissão em bloco devido à suspensão do Jornal Nacional de Sexta-feira, apresentado por Manuela Moura Guedes. A direcção mantém-se em funções até ser substituída pela direcção da empresa.

Ao que o PÚBLICO apurou, a decisão da administração de suspender o Jornal Nacional veio de Espanha, sede da Prisa, proprietária da TVI, e foi comunicada à direcção de informação e fundamentada por razões económicas, em consequência de uma reestruturação em curso.

Por discordar da decisão, a direcção de informação, composta por João Maia Abreu, Mário Moura e Manuela Moura Guedes, decidiu apresentar a sua demissão, o mesmo acontecendo com a chefia de redacção, composta por António Prata e Maria João Figueiredo. Há cerca de uma hora, a direcção de informação comunicou a sua decisão na reunião de editores.

Manuela Moura Guedes, que o PÚBLICO ainda não conseguiu contactar, está a ser rodeada de manifestações de solidariedade na redacção, onde a decisão de suspensão do Jornal Nacional era de alguma forma esperada mas não nesta altura.

Anúncio na véspera
A equipa do Jornal Nacional estava a trabalhar há duas semanas para regressar amanhã à noite aos ecrãs. E não tinha havido qualquer sinal de que a emissão poderia ser suspensa mesmo antes da primeira edição depois de férias.

No entanto, ainda hoje o Correio da Manhã noticiava que o spot de promoção do regresso do telejornal de Moura Guedes estava pronto desde sexta-feira mas ainda não tinha ido para o ar, algo que o gabinete de comunicação da TVI considerava "normal".

Bernardo Bairrão, o administrador-delegado da Media Capital que assumiu as funções de José Eduardo Moniz quando este deixou a empresa há um mês, questionado pela Correio TV a 20 de Agosto sobre o regresso do polémico telejornal respondeu: "É provável que assim aconteça!".

No dia da sua saída, Moniz foi entrevistado no Jornal Nacional da TVI e deixou um recado explícito, classificando de "escândalo" uma eventual retirada de Manuela Moura Guedes do ar. “Não faz sentido eliminar um bloco informativo que hoje é referência em Portugal”, acrescentou.

Notícia actualizada às 14h10

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page