quinta-feira, 3 de setembro de 2009

SEDUÇÃO E SEDE DE PODER

Educação e eleições
Professores: "delicadeza" de Sócrates não chega para mudar o voto

Sindicatos, movimentos ou associações não acreditam no "falso arrependimento" dos professores

O que é que o governo precisa fazer para provar aos professores que está arrependido? O primeiro-ministro José Sócrates admitiu falhas na forma como o seu executivo lidou com o sector da educação e garantiu mais "delicadeza" no futuro; a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, reconheceu "dificuldades de comunicação" com os professores e assegurou "fazer melhor no futuro". As promessas chegam tarde para sindicatos, movimentos independentes, associações ou docentes do ensino público. Ninguém acredita neste "arrependimento" em véspera de eleições e todos dizem que o Ministério da Educação teve quatro anos para mudar de atitude.
[...]
Toda a notícia no Ionline.

2 comentários:

Anónimo disse...

Não, NINGUÉM, por mais crédulo que seja, pode acreditar nestes farsantes!
Sócrates e o seu (des-) Governo têm todos os tiques do que há de mais baixo em política e do mais repugnante no carácter humano: são falsos, são manhosos, são traiçoeiros, são prepotentes, SÃO DISSIMULADOS.
Nem os Professores nem qualquer indivíduo que se digne do mínimo de perspicácia podem, pelo país e para o país, acreditar neste LOBO COM PELE DE CORDEIRO E CARA DE PAU!!!
NESTE PS, NÃO, NUNCA, E NÃO DIGAM DEPOIS QUE SE ENGANARAM.

Protestografico disse...

É preciso que a memória não seja curta e haja coragem para mudar…

http://protestografico.wordpress.com/2009/09/03/os-professores-nao-esquecem/

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page