quinta-feira, 5 de novembro de 2009

POLÍTICOS DE CARREIRA

É um comentário que aparece na Lusa, mas que vale a pena aqui destacar:

É uma vergonha este sistema de avaliação, que não é mais do que uma hierarquização política da carreira dos professores, numa dependência que apenas visa a subjugação e não uma valorização da qualidade. É com esta metodologia que os nossos políticos têm mantido a economia dos portugueses na cauda da Europa. Enquanto a mentalidade de todos não se voltar para a valorização da qualidade, seja no ensino, seja nos serviços públicos, nas autarquias, na justiça, etc., apenas vamos ter mais disto: a transformação dos nossos políticos em senhores feudais, que tudo podem, a todos ordenam; transformando mandatos em que deviam gerir os destinos públicos, em carreiras profissionais onde gerem os próprios bolsos. É inadmissível a desautorização que tem sido feita aos professores perante os alunos, e a repercussão disso na educação da juventude. Vamos pagar isso por longos anos. Cada vez mais terceiro-mundistas!

5 comentários:

Anónimo disse...

O Primeiro-Ministro perguntou, na Assembleia da República, como se iriam sentir os professores já avaliados com Excelente e Muito Bom se o modelo da avaliação fosse suspenso. Eu pergunto: como se estão a sentir os professores que obtiveram a avaliação de BOM por falta de quotas?

Anónimo disse...

...e aqueles que quiseram ter Bom, cumprindo com as suas obrigações profissionais no duro,e a unica diferença entre o Bom e o Excelente está na observação de duas ou três aulas !!!

Este Ministro tem muita pena dos Professores, ele nem faz ideia o que é uma verdadeira Escola.

Anónimo disse...

Será que o senhor Primeiro Ministro não sabe que esta avaliação é uma fachada?
No meu agrupamento todos os professores tiveram BOM. Muitos professores trabalharam muito, outros deixaram o tempo correr, como sempre fizeram.
O senhor Primeiro Ministro não sabe mesmo nada do funcionamento das escolas. A sua atitude só contribui para desmoralizar os bons professores e os menos bons ficam na mesma.

Anónimo disse...

A política já domina a escola com este modelo de gestão.

Anónimo disse...

A política domina a Escola nos mesmos termos que já dominava os restantes funcionários públicos com o SIADAP.
É uma pouca vergonha de compadrios, que já nem se dão ao trabalho de camuflar - só querem "Jobs for the boys" como dizia o Narciso querer para ele(como o reconheceu publicamente, foi corrido, coitado). Nem os "deles" respeitam, quanto mais o resto do povo!!!

Já nem o futuro das crianças lhes interessa; não querem saber da sua educação, fundamental para o futuro do país!

Se calhar andam a pôr os próprios filhos a estudar no estranjeiro!!!
É que é impensável alguém criar uma situação destas, para meter aí os próprios filhos... com formadores completamente desautorizados...

Valeria a pena investigar!

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page