quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

GARANTIAS... E DEPOIS?

Controlo da carreira docente
Educação: Fenprof garante que não vai ceder
A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) garantiu esta tarde que se mantém firme e que não existirá acordo com o Ministério da Educação se este não alterar a sua posição em relação aos aspectos administrativos de controlo da carreira docente.

“Há no fundo um aspecto incontrolável que deixámos claro ao Ministério da Educação: independentemente de ter ou não a ver com a decisão do ministério, de ter ou não a ver com o modelo em si da avaliação, as vagas e as quotas são aspectos que jamais poderemos estar de acordo”, referiu o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, no final de mais uma reunião com o secretário de Estado adjunto da Educação, Alexandre Ventura.

Segundo o sindicalista, “hoje ficou claro que enquanto a progressão na carreira não depender do mérito que os professores venham a revelar no quadro do modelo de avaliação exigente, rigoroso, formativo, que é aqueles que todos defendemos, e enquanto houver a possibilidade de professores que, tendo o mérito de progredir, possam vir a estancar na carreira sem progressão, isso será suficientemente forte para impedir um acordo com o ministério da Educação”, concluiu.

In Correio da Manhã.


Educação: Fenprof passa "a bola" ao ministério e não abdica do fim das quotas

Lisboa, 09 Dez (Lusa) - O secretário-geral da Fenprof afirmou hoje que "a bola" está "do lado do Ministério da Educação" no que respeita a um acordo com os sindicatos, actualmente num impasse devido às quotas da avaliação e às vagas na carreira docente.

"A próxima reunião [quarta-feira] vai ser fundamental para percebermos se vai ou não haver acordo", disse Mário Nogueira aos jornalistas, após uma nova sessão negocial com o secretário de Estado Adjunto e da Educação, Alexandre Ventura.

Mário Nogueira reafirmou que enquanto se mantiverem quotas para a atribuição das classificações de "muito bom" e "excelente" e também a limitação de vagas para a transição em três escalões da carreira não será possível chegar a acordo.

In Expresso.

2 comentários:

Lelé Batita disse...

http://peroladecultura.blogspot.com/2009/12/professores-frustrados-com-negociacoes.html

Abraços.

Anónimo disse...

Finalmente perceberam que esta ministra ainda está a piorar a situação dos professores...

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page