quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O FIM DO "ESTADO DE GRAÇA"

Última ronda negocial
Será hoje que o "período de graça" da ministra Isabel Alçada chega ao fim?

O "período de graça" da nova responsável pela pasta da Educação, Isabel Alçada, pode chegar hoje ao fim. Resta saber o que significa o profundo silêncio com que, até ontem à noite, o ministério respondeu às contrapropostas avançadas pelas duas grandes organizações sindicais de professores, deixando-as sem a mais leve indicação sobre se hoje, o último dia para as negociações sobre a estrutura da carreira e a avaliação dos docentes, tenciona ceder nalgum ponto. Caso tal não suceda, voltarão as manifestações de rua, avisam os coordenadores dos chamados "movimentos independentes de professores".

Não há posições definitivas, está tudo em aberto - asseguraram, ao fim do dia de ontem, em declarações ao PÚBLICO, Mário Nogueira, líder da Federação Nacional de Professores (Fenprof), e João Dias da Silva, dirigente da Federação Nacional de Sindicatos da Educação (FNE). Tanto como pela prudência, as declarações eram motivadas pela incerteza em relação à postura que hoje será assumida pelo Ministério da Educação (ME).

Anteontem, quando receberam o documento a que o ME chamou "acordo de princípios", os sindicalistas reagiram com uma cautela que não era habitual no tempo de Maria de Lurdes Rodrigues. Mostraram decepção e reclamaram alterações à proposta, mas escusaram-se a fazer declarações menos pacificadoras, que inviabilizassem as negociações.

A questão é que o dia de ontem passou sem que houvesse progressos: às contrapropostas enviadas por ambas as organizações sindicais o ME não reagiu, formal ou informalmente. O que significa que, caso nada de relevante tenha acontecido durante a noite, os dirigentes da FNE, os primeiros com encontro marcado com representantes do ministério, sentar-se-ão à mesa de negociações, às 9h30, para uma suposta decisão final, sem qualquer indicação sobre a receptividade de Isabel Alçada em relação às reivindicações da organização.

Tanto João Dias da Silva como Mário Nogueira escusaram-se a dizer se encaravam a postura do ME como sendo de confronto, ou se ainda tinham expectativas em relação à negociação. E ambos frisaram que, na altura, mantinham em aberto as possibilidades de acordo, desacordo e, eventualmente, pedido de negociação suplementar.

Já os representantes dos movimentos independentes de professores declararam-se convictos de que a "aparência de diálogo" acabou. "Caiu a máscara a Isabel Alçada e nem sei por que é que alguém se há-de espantar. Afinal, o chefe da orquestra é o mesmo, José Sócrates", comentou Ricardo Silva, da Associação de Professores e Educadores em Defesa do Ensino.

Tal como Ilídio Trindade, do Movimento de Mobilização e Unidade dos Professores, e Octávio Gonçalves, do Promova (Movimento de Valorização dos Professores), Ricardo Silva considera que aquilo que "Isabel Alçada fez passar para a opinião pública como sendo cedências" - "o fim da distinção entre professores e professores titulares e a criação de um novo modelo de avaliação" - "não o são, de facto". "Não há qualquer cedência, pelo contrário: o estrangulamento na progressão da carreira é ainda mais prejudicial e, na avaliação, mantém-se tudo o que de negativo existia no anterior modelo."

Do que acontecer hoje dependerá, na opinião dos dirigentes dos movimentos, a reacção dos professores, que "deram o benefício da dúvida a Isabel Alçada". "Quem anda nas escolas sabe que os professores se mantêm vigilantes e estão prontos para darem um sinal do seu descontentamento, se isso se revelar necessário", avisa Ilídio Trindade. Octávio Gonçalves reforça que, "se pensa que os professores estão adormecidos, a ministra terá uma enorme surpresa".

In Público.

1 comentário:

Alda disse...

Acabo de ouvir que existiram pontos de acordo. Quais? Iremos ter surpresas!...

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page