terça-feira, 8 de dezembro de 2009

A PEDAGOGIA DA IGNORÂNCIA

(...)
Mas nada das complexas relações entre Ciência e Filosofia tem preocupado os políticos que regem os destinos da educação em Portugal, nomeadamente Valter Lemos,docente de uma escola superior de educação, ex-secretário de Estado da Educação, com um mestrado à la minute (“Master of Education, Boston University”), Ana Maria Bettencourt, professora de uma outra escola superior de educação, presidente do Conselho Nacional de Educação, e, “last but not least”, a actual ministra da Educação, Isabel Alçada, também ela detentora do mestrado de Boston, professora da Escola Superior de Educação de Lisboa. Mas devemos sobretudo chamar à pedra Ana Benavente que muito se esforçou, quando secretária de Estado da Educação, para que o magistério do 3.º ciclo do ensino básico recaísse, simultaneamente, sobre licenciados universitários e das Escolas Superiores de Educação.

Não admira, portanto, que os esforços de Nuno Crato, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, para libertar o ensino da Matemática (e outras matérias do ensino não superior) das teorias do "eduquês" tenham caído em saco roto. As Ciências da Educação emanadas das escolas superiores de educação, com uma representação em força de docentes seus nos últimos governos, não prenunciam nada de bom para um ensino em que a docência se centre no conhecimento científico das matérias a ensinar e, só depois, na arte de ensinar. Ensinar o que se sabe deficientemente mais do que simples “romantismo” constitui, para os cérebros juvenis, uma atitude criminosa.

E se, para Manuel Castro Almeida, "a pedagogia não está informada pela filosofia", não o está, também, pelo conhecimento científico. E se, como ele acrescenta, “há mais mundo do que imaginamos debaixo dos nossos pés”, esse mundo não tem estado ao alcance da pedagogia do facilitismo que tem enformado o nosso ensino.

Li algures que “viver é intervir e estar atento”. Ora parece-me que os responsáveis pelo destino do nosso sistema educativo se excedem nas intervenções mas falham em estarem atentos aos diagnósticos e às terapias que o possam libertar do seu estado de fraqueza mórbida. Os testes PISA fizeram um diagnóstico que diz isso mesmo. Faltam as terapias!

Extracto de texto de Rui Baptista, in De Rerum Natura.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page