quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

OS DESACORDOS DO ACORDO

Invariavelmente, mais uma crónica lúcida do Prof. Dr. Santana Castilho.

Clicar na imagem para ampliar.

In Público (20-01-2010)

6 comentários:

Anónimo disse...

Uma crónica laborada por uma razão lucida e informada. Num país vergado à inveja, à ignorância de uma opinião que não pensa, à corrupção de gentes e de ideias, ao videirismo... ver que há pessoas que mantêm tão alto grau de consciência e de coragem, dá-nos força para continuarmos a acreditar-nos.

Anónimo disse...

Tal como a frase que introduz o texto, um texto lúcido e para reflectir.

Anónimo disse...

Não sei que interesses movem SC, mas o que diz é TUDO VERDADE. Mesmo no negócio dos índices e carreiras está a ser propagandeado algo que só é verdade para alguns.
Com a Lei actual e o texto do acordo, praticamente nenhum contratado chega ao topo da carreira e a maioria não passará do meio. Entrando para o 1º escalão, sem serem reposicionados contanto o tempo de contrato, estes docentes que em média fazem 10 anos a contrato entram na carreira com 34 anos. Se lhe somarmos mais 40 de carreira, só cegariam ao topo com 74 anos. Com variantes diferentes estão todos os docentes do Quadro que sejam reposicionados nos antigos 4º, 5 e 6º escalão da antiga carreira. A estes que em média têm mais de 40 anos de idade, o acordo reseva um TOPO para lá dos 65 anops de idade.
A FENPROF Não conjuga tempo de serviço / idade útil dos professores. Nas reuniões foge do assunto.

celeste caleiro disse...

Sabe professor, nós temos aquilo que merecemos...então não é que na minha escola alguém descobriu uma "brecha na legislação" para poder dar MB e Exc a quem bem entendeu,a pessoas que não tiveram aulas assistidas e assinaram a suspensão da avaliação em reunião geral? Mas o que é isto?

Anónimo disse...

Na minha escola toda agente comenta "em surdina" a avaliação do parceiro que a amiga lhe disse mas pediu muito para não contar aninguém ....blá blá e como é que houve tantos excelentes e eu só tive Bom .... blá blá a coisa vai correr mal. hà muita gente a questionar a nota atribuida, ainda que ela não lhes sirva rigorosamente para nada.
O clima está mau, não se colabora e os que já perceberam que o colega X saiu a ganhar com este acordo e que Ele não vai sair da cepa torta ..... então aí a coisa danou-se. Pares pedagógicos,em que um está no topo e o outro já percebeu que se reforma mal passando do meio da carreira ..... isto só começando tudo de novo, ou pelo menos pegando na situação de 2005.
O pessoal do sindicato nas reuniões só tenta demonstrar que foi uma grande vitória.... será. mas não para muitos milhares de prfs.

Anónimo disse...

Como é possivel os responsáveis dos sindicatos dizerem que os professores estão satisfeitos.
Anda tudo a enganar a opinião pública, até os Sindicatos.

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page