sábado, 9 de janeiro de 2010

QUAL ACORDO?

...Este? Não me parece.

Mais uma vez estou furioso com os sindicatos que nos representam e com a passividade visceral da grande parte dos docentes. Com este acordo conseguimos uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma. Bem pesadas as coisas, continuamos iguais ao que estavamos se não mesmo pior. Está na hora, mais uma vez, de esquecermos os sindicatos e dizer NÃO! Preferimos um não-acordo a este acordo. Se calhar estaria na hora de reformar os sindicatos e representarmo-nos a nós mesmos, através de uma plataforma de movimentos de professores e destacados docentes.

Com este acordo, o governo, infelizmente, talvez consiga acalmar as ruas, mas, com certeza, irá alimentar uma paz podre nas escolas. Muitos docentes continuarão a não se sentirem bem representados, injustiçados pela tutela, mal compreendidos e acarinhados, E, acima de tudo, crescerá, fruto das quotas, uma competição entre docentes, que resultará na não cooperação, na inveja, na intriga, quem sabe até, no ódio. Quando dois (ou mais docentes), em igualdade de circuntâncias, um deles progride e o outro não, o que é que esperam? Sorrisos, apertos de mão, saudações? Não. Esperem que surja a dúvida, o desagrado, o afastamento, a desmotivação. Lembrem-se que a carreira docente se organiza na horizontal: todos fazemos e trabalhamos para o mesmo. O ensino tenderá a piorar e nunca a melhorar. E tudo para poupar uns trocos, quando comparado com os maus negócios do Estado, a corrupção, a fuga aos impostos... Haja decência!

Chegaram a um acordo. Espero que o melhorem substancialmente ou então que o abandonem. Mais vale só do que mal acompanhado.

P.S. Já agora, para os desiludidos sindicalizados, já pensaram na dessindicalização? Já agora, valia a pena pensar nisso.

Henrique Faria, in Reflexões, Tiques e outras Manias.

15 comentários:

Anónimo disse...

Sem os sindicatos nada se consegue. Com eles, muito pouco!

Anónimo disse...

MALDITA TRANSIÇÃO DE ECD's

Sou professor, em príncipio de carreira e com as sucessivas alterações de ECD, (transição de carreiras) sou prejudicado em seis anos de serviço, para chegar ao terceiro escalão preciso de catorze anos (e tendo em conta que o 1.º e 2.º escalão são ambos de quatro anos!!!) e hoje pedi a a minha dessindicalização.

ex-titular disse...

Acalma-te homem. Faz pela profissão e chegarás um dia a muito bom.

Anónimo disse...

Anónimo, sem os sindicatos nada se consegue ou o que se consegue é muito pouco. Porque os sindicatos
1º pensam na política e só muito depois pensam (?) nos professores.
Agora com UMA ORDEM DE PROFESSORES, a coisa seria bem diferente. Bas olhar para as outras classes profissionais, que tendo sindicatos também têm uma Ordem.
Nós professores temos os MOVIMENTOS, que muito têm lutado durante todo este processo, que infelizmente os sindicatos (mais uma vez)entregaram de mão beijada 100 mil professores neste 2º entendimento.
Haver vamos o que vai acontecer!

Anónimo disse...

Atente-se à confusão dos artigos 44 e 45

Anónimo disse...

Concordo plenamente. Não sou sindicalizada, mas se fosse era o momento de dizer chega.
Não vou a mais reuniões de sindicato e quero esquecer tudo isto. Vou tentar fazer o meu melhor, como sempre o fiz, enquanto tiver saúde, porque estes anos de mandato do senhor eng. deu-me cabo da saúde. Eu explico melhor:sinto-me maltratada por o senhor eng. e isso magoou-me muito. Em todas as profissões há bons e maus profissionais, mas o senhor eng. lançou para a opinião pública uma ideia que todos os profesores eram uma cambada de imcompetentes.
Só mais uma coisinha: não vou lamber as botas a ninguém, já basta o que eu sofro nas reuniões, nas burocracias e nos sorrisos dos chefes...

Hurtiga disse...

Eu, há muito tempo que fiz essa operação na minha vida! Exacta e precisamente duas horas após a assinatura do memorando de má memória... O texto já estava escito, para a eventualidade de "botarem assinadura" na coisa e, depois, foi só entregar... Não sem antes, cheia de paciência, ter de explicado à colega que me recebeu que não ia ali para discussões e que aquele gesto ia ser o maior aumento de ordenado que eu tinha tido nos últimos anos!
TRIGO LIMPO, FARINHA AMPARO! ;)

Anónimo disse...

O meu pai, agora já velhote, dizia que «negócios mal feitos estavam sempre feitos». Para se chegar à merda que os sindicatos chegaram bem se podia continuar à espera porque isso estava sempre ao nosso alcance. É só retalhos de leis, discriminações, injustiças, caca em cima de caca. E o pior é que isto nada faz pelo que a educação necessita. Súcia de palhaços os sindicatos, políticos, pedagogos, mentirosos, farsantes... que não fazem nada do que é preciso para as escolas passarem a ser úteis para se ensinar e aprender. Contem comigo para apoiar a criação de uma ordem dos professores e continuar a reclamar que se faça justiça. Deitar para o lixo tudo o que foi feito desde a lurdes e voltar à posição que todos ocupavam nessa altura e então fazer legislação que seja igual para todos e que nos compense das injustiças feitas e melhore o emsino.

Anónimo disse...

Bravo colega!
Ainda há professores sindicalizados???


P. Varzim

A luta acabou? disse...

Ainda ninguém viu as contradições em vários artigos?

celeste caleiro disse...

Então todos achavam que ía ser fácil conseguir tudo o que queremos duma só vez!Gostava de vos ver lá a sentir a pressão, a decidir passo a passo, minuto a minuto,entre várias cabeças pensantes e conseguir aguentar o barco,sem perder o norte e a postura,aquela que muita gente quer denegrir...tudo isto é um pau de dois bicos! Os sindicatos, nós professores, tanto somos maus aos olhos de uns porque aceitamos tudo, como aos olhos de outros,porque não aceitamos nada. Há que saber encontrar o caminho intermédio e continuar a questionar e a denunciar - avançar inteligentemente na luta, mantendo-nos unidos e incisivos nos vários aspectos que desejamos alterar.
Actualmente parece ser a acção possível, até porque tb somos funcionários públicos. Que é uma luta difícil, é, cada vez mais, porque é mais fácil juntarmo-nos aos que desistem e que deviam mesmo era ficar calados de uma vez.
Esses nem fazem nem deixam fazer.Continuemos atentos e unidos. Só peço isso...

António Carvalho disse...

este acordo parece "a corda" com que nos vão enforcar, se deixarmos, claro. Não consigo perceber como foi possível que os sindicatos tivessem concordado com isto!

A CHISPA ! disse...

Caro H. Faria
Apoiamos a sua revolta e estamos solidários com todos os professores que se sentem TRAÍDOS,mas apelar há dissindicalização é a pior solução que se pode apresentar a classe para seguir em frente na defesa dos seus interesses. A fazer algo a nivel sindical,é criar-se um movimento que leve a destituição dos actuais dirigentes que compõem as direcções dos dois sindicatos, a Frenprof e FNE,(situação esta que já devia ter ocorrido em 2008,quando assinaram o "memorando do entendimento") e depois deste processo, trabalhar para a sua unificação:enquanto a classe dos professores forem "representados" por vários organismos, sindicais,dificilmente se manterão UNIDOS na defesa dos seus interesses.
Caros Amigos
Este "acordo" representa um RETROCESSO nos direitos e na dignidade dos professores e uma vitória clarissima da politica anti-social e reacçionária do governo e a exemplo do que aconteceu no acordo anterior o chamado "memorando do entendimento" os "movimentos" têm agora uma responsabilidade acrescida,por no minimo não terem exigido a sua participação nos orgãos de "negociação"confiando demasiado em quem já tinha traído "uma"vez,assim entendemos que devem sincronizar-se entre si,(não perdendo a sua autonomia)mas ELEGER uma direcção única e submete-la a aprovação da classe,para conduzir o processo daqui para a frente,desmascarando o "acordo" como uma alta traição a classe e mobilizar os professores para a sua REJEIÇÃO, através de novas manifestações e outras formas de luta superiores,só debaixo desta pressão será possivel no actual quadro parlamentar derrotar o projecto do governo.
Se assim não procederes e este "acordo" seguir em frente, irá se assistir nos próximos tempos, a uma profunda DIVISÃO entre os professores,com enormes consequências para a classe docente e a concretizar-se,será ainda para o governo uma vitória maior.
"achispavermelha.blogspot.com"
"A CHISPA!"
"jotaluz@gmail.com"

salvarescola@gmail.com disse...

O acordo entre os sindicatos e a Ministra da Educação é um mau acordo para os professores, porque:
a) No ponto 12, continua a haver professores titulares, mas com outro nome.
b) No ponto 25, há uma contradição entre as alíneas a) e c). A alínea b) implica que quase todos os professores tenham de ter formação especializada. Os professores avaliar-se-ão uns aos outros concorrendo para as mesmas quotas, o que é ilegal, segundo o código do procedimento administrativo.
c) Não houve devolução do tempo de serviço “congelado” (roubado, digo eu), ao contrário do que aconteceu nas ilhas.
d) As vagas de acesso aos 5.º e 7.º escalões dependem da vontade do governo e não está definido se são por escola se a nível nacional.
e) Até aqui a observação de aulas era facultativa, agora tornou-se obrigatória.
f) De um estrangulamento na carreira, passámos a ter dois, sujeitos a vagas e a quotas.
g) A senhora ministra numa entrevista disse que nem todos os professores avaliados com “Bom” chegariam ao topo.
h) Haverá guerra dentro das escolas, sempre que saírem os resultados da avaliação;
i) Não voltará a existir partilha de materiais pedagógicos;
Gostava que me esclarecessem por que motivo os maiores sindicatos aceitaram este acordo, se lutámos tanto para que acabassem as vagas e a quotas e elas continuam.
salvarescola@gmail.com

Anónimo disse...

A confusão que se vive nas escolas,com a expectativa de quem vai mudar de indice,a continuação da diferenciação entre professores e titulares na confusa transição, poderá chamar-se de ACORDO, ou simplesmente de DESACORDO? Será que devido ao adiantado da Hora, os Sindicatos que o assinaram estavam a dormir?

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page