segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

QUANDO NÃO SE GOSTA DE ESTUDAR...

Portugueses no Luxemburgo são os campeões do abandono escolar

Um em cada quatro alunos que abandona a escola secundária no Luxemburgo é português, revela um estudo do Ministério da Educação luxemburguês, acrescentando que no último ano lectivo deixaram os bancos da escola 454 estudantes portugueses.

De acordo com o documento, os alunos portugueses, que representam 19,1 por cento da população estudantil, são os que apresentam a maior taxa de abandono escolar entre os estrangeiros: 23,5 por cento do total de estudantes que abandonam a escola.

Logo a seguir surgem os ex-jugoslavos, com 61 alunos a abandonar a escola (3,2 por cento do total), os franceses com 55 (2,9 por cento do total), os italianos com 54 (2,8 por cento), os belgas com 28 (1,5 por cento), os cabo-verdianos com 25 (1,3 por cento) e os alemães com 15 (0,8 por cento). Entre os luxemburgueses, 1,097 estudantes deixaram a escola no ano lectivo de 2008/2009, representando 56,9 por cento do total.

Segundo os dados do Ministério da Educação luxemburguês, o abandono escolar entre os alunos portugueses aumentou cinco por cento. No ano lectivo de 2006/2007, abandonaram os estudos 303 alunos portugueses, enquanto no último ano lectivo foram 454 os que deixaram os bancos da escola.

Entre os estudantes portugueses que deixaram a escola, 53 arranjaram trabalho, 19 beneficiaram de uma medida de inserção profissional, enquanto 106 não tinham qualquer ocupação.

Os alunos portugueses representam o maior grupo entre os estrangeiros que estudam no Luxemburgo. No ano lectivo de 2008/2009 estavam inscritos nas escolas públicas luxemburguesas 24.093 alunos luxemburgueses, 7046 portugueses, 1549 ex-jugoslavos, 963 italianos, 811 franceses, 456 belgas, 436 alemães e 319 cabo-verdianos.

No Luxemburgo residem oficialmente 76.600 portugueses.

In Público.


Comentário do Henrique Faria:

Três conclusões, quanto a mim, se podem tirar desta notícia:

Os portugueses, cá dentro ou lá fora, não gostam de estudar. São bons trabalhadores, é certo, mas a trabalhar para os outros.

Estudar implica esforço mental, disciplina, gosto pelo conhecimento, ambição - características pouco cultivadas na sociedade portuguesa, a começar nas famílias.

Os estudantes de hoje ainda manifestam a educação sofrida e transmitida ao longo das gerações anteriores.

A educação dos portugueses é uma luta que se tem travado, umas vezes bem, outras vezes mal, mas que, a meu ver, só será vencida com o tempo. Quando as gerações se forem substituindo, mudando as mentalidades e a consequente valorização da educação nas sociedades modernas.

5 comentários:

Anónimo disse...

Um pequeno comentário ao comentário do sr. Henrique Faria. Essa modificação de mentalidades, como professor que sou há 20 anos, não a noto. Muito pelo contrário. Filhos de ex-alunos meus tem mais desprezo pela escola e pelos resultados escolares que os pais. O que mudou?

Manuel N.

alda disse...

Será que tal se deve aos professores do Luxemburgo?
Nem no estrangeiro conseguimos ser diferentes...

Joaquim Ferreira disse...

Haverá um gene responsável por isto? Será que a Ministra da Educação do Luxemburgo vai penalizar a avaliação dos professores por haver portugueses a abandonar a Escola? Só uma louca poderia fazer isso. E esse gene 8o da loucura!) parece que só ataca os Ministros em Portugal... Por cá, a Ministra insiste em avaliar os professores pelos alunos que se baldam.. Que faltam... Que abandonam a escola como se fosse culpa dos professores que nas aulas não haja Playstations motivadoras, Wi-ii's, Nintendo's Gameboy's etc. para motivar as crianças a vir para a escola. É que, a julgar pelo que estão a fazer à classe docente, quem quererá estudar e ser alguém academicamente para depois ser aqui, em praça pública e sem direito nem espaço para defesa, ser humilhado por todo e qualquer português, por mais ignorante que seja?!! Continuamos com o mesmo problema. Que vai fazer a nossa Ministra? Culpar e penalizar os professores luxemburgueses pelo abandono escolar dos filhos dos nossos compatriotas. Que esperavam? Eles não são tolos! Estudar? Para quê? Diplomas para que servem? Para depois serem achincalhados pelos políticos (ministro e caciques dos partidos!) e verem os "chicos espertos" a subir na sociedade?
Não Calarei A Minha Voz... Até Que O Teclado Se Rompa !

A Luta continua... disse...

Ainda bem que os professores no Luxemburgo não são avaliados pelo abandono escolar dos seus alunos...

conceiçao disse...

Anónimo disse...
E agora, senhores do governo, o que dizem da notícia? e o povo? será que os PROFESSORES no Luxemburgo também são uns baldas? o que querem é ganhar dinheiro, férias e não trabalhar? ou serão uma classe de incompetentes como dizem dos PROFESSORES portugueses!!! e agora HEM!!!!!Sr. governo que conclusão?

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page