sábado, 13 de março de 2010

VIOLÊNCIA CONSTANTE

Docentes da Escola Básica de Fitares asseguram que o caso de Luís é apenas um exemplo
Na escola do professor que se matou os casos de violência são constantes


Na Escola Básica de Fitares, em Rio de Mouro, Sintra, continua a imperar o silêncio. Mas agora vem acompanhado de apreensão. De ainda mais medo. Muitos docentes olham para o caso do professor de Música que se suicidou e revêem-se no seu desespero. Luís atirou-se da Ponte 25 de Abril a 9 de Fevereiro por não aguentar a indisciplina dos alunos. Não era caso único. Era a ponta de um novelo que, ao ser desenrolado, revela histórias de professores agredidos por alunos e pais. Insultos verbais. O último caso grave aconteceu na semana passada. Uma professora de Educação Visual desmaiou depois de ter sido empurrada pelos alunos. Teve um traumatismo craniano.
[...]
In Público

2 comentários:

Anónimo disse...

Também no Norte a indisciplina e selvajaria grassam nas escolas, perante a passividade e indiferença (ou será impotência?) dos órgãos de gestão das escolas. Publicito o caso de uma professora que no ano de 2008/2009, na escola Secundária de Moimenta da Beira, desmaiou numa aula, tal era o caos e a desordem instalados na sala. Foi socorrida e enviada ao centro de saúde por uma ambulância. Aos alunos responsáveis por tal "feito" nada aconteceu. Nada, literalmente. Sem pretender ser velho do Restelo, lanço esta questão: assim, que futuro estamos a construir para este país?

João Carlos Narciso disse...

Comentário de um colega do professor que se «amandou» da ponte: «ele não tinha o mesmo estofo que nós...»

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page