sábado, 17 de julho de 2010

EVENTUAL FECHO DE ESCOLAS EM ÉVORA

Deputado do PCP questiona Ministério sobre eventual fecho de escolas no distrito de Évora

O deputado do PCP João Oliveira mostrou-se hoje preocupado com o eventual encerramento de escolas do primeiro ciclo no distrito de Évora, tendo já questionado o Ministério da Educação sobre os impactos negativos da medida.

Num requerimento dirigido ao Ministério da Educação, o parlamentar comunista questiona quais as escolas que o Governo pretende encerrar em todo o distrito de Évora, qual a nova configuração de todos os agrupamentos e que contactos realizou o Governo junto das escolas e autarquias.

"Estamos a procurar obter, junto do Ministério da Educação, informação relevante do ponto de vista da decisão do Governo de encerrar um conjunto significativo de escolas do ensino básico", disse o deputado João Oliveira, em declarações à Agência Lusa.

Trata-se de uma decisão que é "muito prejudicial" para o Alentejo e, em concreto, para o distrito de Évora, disse o deputado do PCP, alegando que "é este tipo de decisões que contribui, decisivamente, para a desertificação das zonas mais rurais e para a fuga da população mais jovem".

"Esta medida é complemente injustificada e apenas se pode compreender à luz dos critérios economicistas que, infelizmente, presidem à política educativa do governo do PS", criticou.

Por outro lado, João Oliveira considerou que o encerramento de escolas do primeiro ciclo do ensino básico "pode, em muito, contribuir para a degradação da qualidade de ensino, mas também para o agravamento das dificuldades que já se verificam nas zonas do interior" do país.

"Este tipo de medidas que o governo anunciou põe em causa, em muitas das situações, o ensino de qualidade que existe, porque uma escola que tem 10 alunos, em algumas circunstâncias, é a garantia de um ensino de qualidade que não pode existir em escolas que muitas vezes estão sobrelotadas", considerou.

Em alternativa, o deputado comunista defendeu ser "fundamental" que o encerramento de escolas fosse feito "caso a caso" e em situações "em que se constatasse que, por força do número reduzido de alunos, que não há qualidade de ensino".

"Não são medidas deste tipo, que impõem cortes cegos no sistema educativo, que contribuem para a melhoria da qualidade de ensino", concluiu.

SYM.

In MSN Notícias.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page