terça-feira, 19 de abril de 2011

A DEBANDADA DOS PROFESSORES

De acordo com os números conhecidos, e segundo o jornal Público de hoje, reformaram-se cerca de 18.000 professores desde 2007.

"O número de aposentações nos primeiros cinco meses de 2011 é, ainda assim, inferior ao registado em igual período de 2010. De Janeiro até Maio do ano passado, reformaram-se 1422 professores. A análise às listas mensais de 2010 da CGA revela que o número de aposentações aumenta nos últimos meses do ano. Só em Outubro do ano passado, por exemplo, reformaram-se quase 500 docentes." (Jornal Público, 19-04-2011)

Todos sabemos que muitos destes nossos colegas se reformaram antecipadamente, sujeitando-se a grandes penalizações pecuniárias, porque já não suportavam o ambiente nas escolas, as exigências burocráticas de uma avaliação espúria e a indignidade a que diariamente se tinham de submeter.

Não temos dúvida de que muitos professores competentes, que dedicaram uma vida ao ensino de qualidade, acabaram, assim, escorraçados pelas políticas desastrosas dos governos de José Sócrates, iniciadas no tempo da ministra Maria de Lurdes Rodrigues, de má memória, e prosseguidas pelo sorriso de Isabel Alçada.

Com tudo isto, perderam os professores, perdeu o ensino, a Escola Pública e o País.

1 comentário:

zeca disse...

Subscrevo tudo na íntegra e principalmente a ultima frase que é bastante elucidativa do mal estar que se sente, vive diariamente nas escolas, envolve a classe docente atualmente... e isto não se prende somente com os cortes perpetuados no vencimento e o possivel aumento da idade da reforma!

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page