segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

O DESMANTELAR DA ESCOLA PÚBLICA

O desmantelar da escola pública teve o seu principal impulso com a alteração do modelo de gestão. Aos democráticos conselhos directivos, constituídos e eleitos por professores, sucedeu uma "nova classe de dirigentes", muitos deles ávidos de um poder que nunca conseguiram noutras áreas e muitos outros que se tornaram simples peões de primeira linha do ME.

De forma sistemática e quase imperceptível para muitos docentes distraídos, a destruição continuou através da criação dos mega agrupamentos, do fecho de escolas, da deslocação de alunos para os colégios privados por imposições na distribuição da rede escolar, dos apoios às escolas privadas, etc., etc.

Um novo impulso chega, uma revolução nas escolas começa em Óbidos. De acordo com o semanário Sol, antes de este ano acabar, "o Ministério da Educação e Ciência (MEC) deve alterar toda a legislação necessária para que arranque no próximo ano lectivo a primeira escola municipal do país com total autonomia pedagógica. Foi esse o compromisso assumido com a Câmara de Óbidos, concelho que servirá de projecto-piloto."

Pressente-se o fim da escola pública mais depressa do que o que se imaginava. E os professores quase nem se manifestam. E o povo assiste calmo e sereno. Tudo à boa maneira portuguesa.

Sem comentários:

Desde 01-01-2009


Este blog vale $140.000.00
Quanto vale o seu blog?

eXTReMe Tracker

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Twingly BlogRank
PageRank
Directory of Education Blogs

RSSMicro FeedRank Results
Add to Technorati Favorites
Locations of visitors to this page